Treinamento de força no processo de envelhecimento

Páginas: 84 (20910 palavras) Publicado: 18 de março de 2011
NR 22 - Segurança e Saúde Ocupacional na Mineração Publicação Portaria GM n.º 3.214, de 08 de junho de 1978 Atualizações/Alterações Portaria GM n.º 2.037, de 15 de dezembro de 1999 Portaria SIT n.º 33, de 26 de dezembro de 2000 Portaria SIT n.º 27, de 01 de outubro de 2002 Portaria SIT n.º 63, de 02 de dezembro de 2003 Portaria SIT n.º 70, de 12 de março de 2004 Portaria SIT n.º 202, de 26 dejaneiro de 2011 (Redação dada Portaria GM n.º 2.037, de 15 de dezembro de 1999) Índice Geral 22.1 Objetivo 22.2 Campos de Aplicação 22.3 Das Responsabilidades da Empresa e do Permissionário de Lavra Garimpeira 22.4 Das Responsabilidades dos Trabalhadores 22.5 Dos Direitos dos Trabalhadores 22.6 Organização dos Locais de Trabalho 22.7 Circulação, Transporte de Pessoas e Materiais 22.8Transportadores Contínuos através de Correias 22.9 Superfícies de Trabalho 22.10 Escadas 22.11 Máquinas, Equipamentos, Ferramentas e Instalações 22.12 Equipamentos de Guindar 22.13 Cabos, Correntes e Polias 22.14 Estabilidade de Maciços 22.15 Aberturas Subterrâneas 22.16 Tratamento e Revestimentos de Aberturas Subterrâneas 22.17 Proteção contra Poeira Mineral 22.18 Sistemas de Comunicação 22.19 Sinalização deÁreas de Trabalho e de Circulação 22.20 Instalações Elétricas 22.21 Operações com Explosivos e Acessórios 22.22 Lavra com Dragas Flutuantes 22.23 Desmonte Hidráulico 22.24 Ventilação em Atividades Subterrâneas 22.25 Beneficiamento 22.26 Deposição de Estéril, Rejeitos e Produtos 22.27 Iluminação 22.28 Proteção contra Incêndios e Explosões Acidentais 22.29 Prevenção de Explosão de PoeirasInflamáveis em Minas Subterrâneas de Carvão 22.30 Proteção contra Inundações 22.31 Equipamentos Radioativos 22.32 Operações de Emergência 22.33 Vias e saídas de Emergência 22.34 Paralisação e Retomada de Atividades nas Minas 22.35 Informação, Qualificação e Treinamento 22.36 Comissão Interna de Prevenção de Acidentes na Mineração - CIPAMIN 22.37 Disposições Gerais 22.1 Objetivo 22.1.1 Esta NormaRegulamentadora tem por objetivo disciplinar os preceitos a serem observados na organização e no ambiente de tr6abalho, de forma a tornar compatível o planejamento e o desenvolvimento da atividade mineira com a busca permanente da segurança e saúde dos trabalhadores. 22.2 Campos de Aplicação 22.2.1 Esta norma se aplica a: D.O.U. 06/07/78 D.O.U. 20/12/99 27/12/00 03/10/02 04/12/03 17/03/04 27/01/11

a)minerações subterrâneas; b) minerações a céu aberto; c) garimpos, no que couber; d) beneficiamentos minerais e e) pesquisa mineral 22.3 Das Responsabilidades da Empresa e do Permissionário de Lavra Garimpeira 22.3.1 Cabe à empresa, ao Permissionário de Lavra Garimpeira e ao responsável pela mina a obrigação de zelar pelo estrito cumprimento da presente Norma, prestando as informações que se fizeremnecessárias aos órgãos fiscalizadores. 22.3.1.1 A empresa, o Permissionário de Lavra Garimpeira ou o responsável pela mina deve indicar aos órgãos fiscalizadores os técnicos responsáveis de cada setor. 22.3.2 Quando forem realizados trabalhos através de empresas contratadas pela empresa ou Permissionário de Lavra Garimpeira, deverá ser indicado o responsável pelo cumprimento da presente NormaRegulamentadora. (Alterado pela Portaria SIT n.º 27, de1º de outubro de 2002) 22.3.3 Toda mina e demais atividades referidas no item 22.2 devem estar sob supervisão técnica de profissional legalmente habilitado. 22.3.4 Compete ainda à empresa ou Permissionário de Lavra Garimpeira: a) interromper todo e qualquer tipo de atividade que exponha os trabalhadores a condições de risco grave e iminentepara sua saúde e segurança; b) garantir a interrupção das tarefas, quando proposta pelos trabalhadores, em função da existência de risco grave e iminente, desde que confirmado o fato pelo superior hierárquico, que diligenciará as medidas cabíveis e c) fornecer às empresas contratadas as informações sobre os riscos potenciais nas áreas em que desenvolverão suas atividades. 22.3.5 A empresa ou...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Treinamento resistido para idosos como meio de compensar o decréscimo nos níveis de força gerados pelo...
  • treinamento de força
  • Treinamento Força
  • Treinamento de força
  • Treinamento de força
  • Treinamento de Força
  • treinamento de força
  • TREINAMENTO DE FORÇA

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!