Tratamento Térmico dos aços

Páginas: 7 (1511 palavras) Publicado: 20 de novembro de 2014
MATERIAIS . Prof.HEINZ SCHAAF

MATERIAIS . Prof.HEINZ SCHAAF

17/11/2014

DEFINIÇÃO
OBJETIVOS
DIAGRAMA Fe-C
CONSTITUINTES DA LIGA
Fe-C
DIAGRAMA TTT
MICROESTRUTURAS
PARÂMETROS DO CICLO
TÉRMICO
TIPOS DE TRATAMENTOS
INFLUÊNCIA DOS
ELEMENTOS DE LIGA
SÍNTESE

CONSISTE EM UMA TÉCNICA DE
PROCESSAMENTO DE MATERIAL, ONDE O
MESMO SOFRE UM AQUECIMENTO ATÉ UMA
DETERMINADA FAIXA DETEMPERATURA,
PERMANECENDO NESTA DURANTE UM TEMPO
ESPECÍFICO E ENTÃO PROCEDENDO UM
RESFRIAMENTO CONTROLADO

1

MATERIAIS . Prof.HEINZ SCHAAF

MATERIAIS . Prof.HEINZ SCHAAF

17/11/2014

FACILITAR O PROCESSAMENTO MECÂNICO, TAIS
COMO:
. ELEVAR A DUCTIDADE VISANDO FACILITAR A
POSTERIOR CONFORMAÇÃO MECÂNICA A FRIO
. DIMINUIR A DUREZA VISANDO FACILITAR A
USINAGEM
MELHORAR UMA OU MAISPROPRIEDADES DO
PRODUTO FINAL, TAIS COMO:
. ELEVAR A RESISTÊNCIA MECÂNICA
. ELEVAR A DUREZA SUPERFICIAL
. ELEVAR A TENACIDADE

CORRIGIR FALHAS ESTRUTURAIS
RESULTANTES DO PROCESSAMENTO
ANTERIOR, TAIS COMO:
. ALIVIAR TENSÕES RESIDUAIS PRESENTES EM
MATERIAL FUNDIDO OU USINADO
. DIMINUIR HETEROGENEIDADES QUÍMICAS,
TÍPICAS DE MATERIAIS FUNDIDOS
. CORRIGIR DUREZA OBTIDA APÓS TÊMPERA OUREVENIMENTO INADEQUADO

2

MATERIAIS . Prof.HEINZ SCHAAF

MATERIAIS . Prof.HEINZ SCHAAF

17/11/2014

ESTE DIAGRAMA É
OBTIDO
EXPERIMENTALMENT
E POR PONTOS E
APRESENTA AS
TEMPERATURAS EM
QUE OCORREM AS
DIVERSAS
TRANSFORMAÇÕES
DESSAS LIGAS, EM
FUNÇÃO DO SEU
TEOR DE CARBONO

DEPENDENDO DAS
CARACTERÍSTICAS DAS
TRANSFORMAÇÕES PODE-SE TER:
. LÍQUIDO
. FERRITA
. AUSTENITA
. PERLITA. CEMENTITA
. MARTENSITA
. BAINITA
. SORBITA
. GRAFITA
. LEDEBURITA
. STEADITA
. TROOSTITA
. E COMBINAÇÕES DAS MESMAS

3

MATERIAIS . Prof.HEINZ SCHAAF

MATERIAIS . Prof.HEINZ SCHAAF

17/11/2014

SÃO DIAGRAMAS
FORMADOS PARA
RESFRIAMENTO
RÁPIDO, ONDE AS
CONDIÇÕES
INSUFICIENTES
DE TEMPO
RESULTAM EM
FASES FORA DO
EQUILÍBRIO, NÃO
MAIS SEGUINDO O
DIAGRAMA Fe-C.

Ms

4 MATERIAIS . Prof.HEINZ SCHAAF

17/11/2014

Perlita

MATERIAIS . Prof.HEINZ SCHAAF

Ferrita

Perlita grossa

Perlita fina

Austenita

5

MATERIAIS . Prof.HEINZ SCHAAF

17/11/2014

MATERIAIS . Prof.HEINZ SCHAAF

Martensita

Bainita fina

AQUECIMENTO
TEMPO
ATMOSFERA
RESFRIAMENTO

6

MATERIAIS . Prof.HEINZ SCHAAF

MATERIAIS . Prof.HEINZ SCHAAF

17/11/2014CARACTERIZA-SE QUANTO:
AO TIPO:
. CONTÍNUO
. ESCALONADO
A VELOCIDADE:
. ACENTUADA (PRÉ-AQUECIMENTO)
. NÃO ACENTUADA (DIFERENÇA MÍNIMA
ENTRE CENTRO E SUPERFÍCIE)

O TEMPO DE PERMANÊNCIA NO PATAMAR É
LIMITADO, INFERIORMENTE, PELA
NECESSIDADE DE EQUALIZAÇÃO DA
TEMPERATURA AO LONGO DE TODA A PEÇA E,
SUPERIORMENTE, PELA NECESSIDADE DE SE
EVITAR O CRESCIMENTO DE GRÃO.
EM GERAL – TEMPO= 1,5 min/mm (em diâmetro)
NO CASO DE HOMOGENEIZAÇÃO QUÍMICA
EMPREGA-SE TEMPOS DE 4 A 8 HORAS A FIM DE
POSSIBILITAR A DIFUSÃO DOS ELEMENTOS

7

MATERIAIS . Prof.HEINZ SCHAAF

CONTROLA A PORCENTAGEM DE
OXIGÊNIO E CARBONO DURANTE O
TRATAMENTO
PODEM SER:
. SEM ATMOSFERA CONTROLADA
. COM ATMOSFERA CONTROLADA
(GASOSA, LÍQUIDA - BANHO DE SAIS (A
BASE DE CIANETOS) E SÓLIDA

MATERIAIS .Prof.HEINZ SCHAAF

17/11/2014

SUA PRICIPAL FUNÇÃO É A MODIFICAÇÃO DA
ESTRUTURA, PORÉM TAMBÉM EVITA A
OCORRÊNCIA DE DISTORÇÕES DIMENSIONAIS
E TRINCAS.
O RESFRIAMENTO PODE SER:
. AO FORNO
. AO AR
. EM ÓLEO
. EM ÁGUA
. EM BANHOS DE SALMOURA

8

MATERIAIS . Prof.HEINZ SCHAAF

MATERIAIS . Prof.HEINZ SCHAAF

17/11/2014

DEPENDENDO DA VELOCIDADE DE
RESFRIAMENTO PODEM-SEINTRODUZIR
ALTERAÇÕES QUE VÃO DESDE O REFINO DA
ESTRUTURA (PERLITA GROSSA OU FINA) ATÉ A
FORMAÇÃO DE FASES METAESTÁVEIS
(BAINITA, MARTENSITA OU MESMO
AUSTENITA RETIDA)
O RESFRIAMENTO A PARTIR DO CAMPO
AUSTENÍTICO GERA AS MAIORES ALTERAÇÕES
MICROESTRUTURAIS NO MATERIAL

TRATAMENTOS TÉRMICOS
RECOZIMENTO
. RECOZIMENTO PLENO
. RECOZIMENTO ISOTÉRMICO
. RECOZIMENTO DE HOMOGENEIZAÇÃO
....
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Tratamento Térmico em Aços
  • Tratamento Térmico em aço inox
  • Tratamento térmicos dos aços
  • Tratamento Térmico dos Aços
  • tratamento termicos do aço
  • Aço 1045
  • Tratamento térmico do Aço
  • Aço, tratamento térmico. Relatório

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!