Tratamento de esgoto sanitário

Páginas: 106 (26476 palavras) Publicado: 26 de maio de 2012
TRATAMENTO DE ESGOTOS SANITÁRIOS Roque Passos Piveli 1. Características dos Esgotos, Necessidades de Tratamento e Concepção das Estações 1.1. Características dos Esgotos Os esgotos sanitários variam no espaço, em função de diversas variáveis desde o clima até hábitos culturais. Por outro lado, variam também ao longo do tempo, o que torna complexa sua caracterização. Metcalf & Eddy (1991)classificam os esgotos em forte, médio e fraco, conforme as características apresentadas na Tabela 1: Tabela 1: Características físico-químicas dos esgotos. Fonte: Metcalf & Eddy (1991) Característica DBO5,20 (mg/L) DQO (mg/L) Carbono Org. Total (mg/L) Nitrogênio total – NTK (mg/L) Nitrogênio Orgânico (mg/L) Nitrogênio Amoniacal (mg/L) Fósforo Total (mg/L) Fósforo Orgânico (mg/L) Fósforo Inorgânico (mg/L)Cloreto (mg/L) Sulfato (mg/L) Óleos e Graxas (mg/L) Forte 400 1.000 290 85 35 50 15 05 10 100 50 150 Médio 220 500 160 40 15 25 08 03 05 50 30 100 Fraco 110 250 80 20 08 12 04 01 03 30 20 50

No Brasil, mesmo que não se tenha informação segura com base local, costuma-se adotar contribuições “per capita” de 54 e 100 g/habitante.dia para a DBO de cinco dias e para a DQO, respectivamente. Emtermos de vazão, pode-se afirmar que os esgotos estão sujeitos às mesmas variações relativas ao consumo de água, variando de região para região, dependendo principalmente do poder aquisitivo da população. Apenas a título de referência, pode-se considerar a contribuição típica de 160 L/habitante.dia, referente ao consumo “per capita” de água de 200 L/habitante.dia e um coeficiente de retorno água/esgotoigual a 0,8. Para a determinação das vazões máximas de esgotos, costuma-se introduzir os coeficientes k1 = 1,2 (relativo ao dia de maior produção) e k2 = 1,5 (relativo à hora de maior produção de esgotos). Consequentemente, a vazão de esgotos do dia e hora de maior produção é 1,8 vezes, ou praticamente o dobro da vazão média diária. Deve ser lembrado que as características dos esgotos sãoafetadas também pela infiltração de água subterrânea na rede coletora e pela possível presença de contribuições específicas, como indústrias com efluentes líquidos ligados à rede pública de coleta de esgotos. Os esgotos sanitários possuem excesso de nitrogênio e fósforo. Isto faz com que, ao ser submetido a tratamento biológico, haverá incorporação desses macronutrientes nas células que tomam parte dosistema, mas o excesso deverá ser ainda grande. Esta é uma importante preocupação em termos de tratamento de esgotos, exigindo tratamento

2 avançado quando se tem lançamento em situações mais restritivas, sobretudo em represas utilizadas para o abastecimento público de água potável, onde o problema da eutrofização poderá ter consequências drásticas. Na Tabela 2 são apresentados concentraçõestípicas das diversas frações de sólidos em esgotos: Tabela 2: Concentrações de sólidos em esgotos. Fonte: Metcalf & Eddy (1991) característica Sólidos Totais (mg/L) Sólidos Dissolvidos (mg/L) Sólidos Dissolvidos Fixos (mg/L) Sólidos Dissolvidos Voláteis (mg/L) Sólidos em Suspensão Totais (mg/L) Sólidos em Suspensão Fixos (mg/L) Sólidos em Suspensão Voláteis (mg/L) Sólidos Sedimentáveis (mL/L) Forte1.200 850 850 525 350 75 275 20 Médio 720 500 500 300 220 55 165 10 Fraco 350 250 250 145 100 20 80 05

Na Tabela 3 são apresentadas algumas características biológicas dos esgotos, importantes para referenciar as necessidades de desinfecção. Embora a legislação seja restrita aos índices de coliformes, aplicações dos esgotos como, por exemplo, na agricultura, podem exigir o controle de outrosindicadores. Tabela 3: Concentrações de organismos em esgotos. Fonte: Metcalf & Eddy (1991) Característica Bactérias Totais (/100 mL) Coliformes Totais (NMP/100 mL) Coliformes Fecais (NMP/100 mL) Estreptococus Fecais (NMP/100 mL) Salmonella Typhosa (/100 mL) Cistos de Protozoários (/100 mL) Vírus (/100 mL) Ovos de Helmintos (/100 mL) 1.2. Aspectos Legais Tanto a legislação do Estado de São Paulo, o...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Tecnologias no Tratamento de Esgotos Sanitários
  • Tratamento de esgoto sanitario
  • resenha tratamento de esgoto sanitario
  • Coleta e Tratamento de Esgoto Sanitário no Brasil
  • Esgoto sanitario
  • Esgoto sanitario
  • Esgoto sanitario
  • esgoto sanitario

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!