Transformações em uma unidade prisional

Páginas: 37 (9003 palavras) Publicado: 22 de março de 2011
ENEB – ESCOLA DE NEGÓCIOS DO ESTADO DA BAHIA CURSO – ADMNISTRAÇÃO – VIII SEMESTRE ORIENTADOR – JÚLIO ALUNOS – (ANTONIO, CLEONICE, LUIZ BRAGA E MARLENE).

A IGREJA E OS MEIOS DE COMUNICAÇÃO

Explanar sobre os métodos de Comunicação da Igreja é falar de todos os meios de que se serve a Igreja para levar a Palavra de Cristo ao povo. Desde a pregação dos evangelhos bíblicos através das missas,catequeses, quermesses, panfletos, entre outros até os métodos mais atuais. A Igreja Católica teve inicio no século I, ano que se supõe também ter sido o nascimento de Jesus, conforme o calendário cristão que se tornou oficial e ainda é utilizado no mundo ocidental. Ao longo da história, a Igreja passou por momentos diferentes. Dividida em sete fases, a primeira Igreja reconhecida é a Igreja deÉfeso ou igreja apostólica (de 30 a 100 d.C.), seguida pela Igreja de Esmirna (de 100 a 312 d.C), marcada pela união da Igreja com o Estado. Ao longo do tempo essa relação, por misturar o profano ao sagrado, abalou a missão da Igreja de revelar Jesus e instaurar o Reino de Deus. Durante o Império Romano,o qual era inimigo dos cristãos, o imperador Constantino, percebendo a propagação dessa religião,tornou o cristianismo a religião oficial dos romanos, proibindo a prática de outras crenças e rituais. "Ele viu na Igreja um meio de ampliar e dar maior solidez ao seu império unindo-se aos cristãos" Foi no século IV que os ritos cristãos começam a ser definidos pelos líderes da igreja, bem como começaram a se definir os dogmas, com o Concílio de Nicéa, realizado em 325. No decorrer dos séculosoutros dogmas foram sugeridos, alguns foram confirmados e outros não. No século seguinte o patriarca mais importante das cidades do Império seria chamado de Papa, pai de todos os cristãos. Durante o feudalismo a Igreja se fortaleceu, pois os reis e os senhores feudais eram sagrados pelos papas e estavam subordinados a ela; os soberanos da época dependiam dela para obterem títulos e reafirmarem suaposição na sociedade. Final do século XIII, a queda do modelo feudal e o enfraquecimento da monarquia provocam uma ruptura na relação Igreja-Estado, gerando mais

enfraquecimento econômico da Igreja. Entre o século XV e XVI, a Igreja tornou-se alvo das famílias, que, para angariarem títulos, estimulavam os jovens a se tornarem sacerdotes. Segundo Martini, "isso garantia prestígio familiar eacarretou padres mal preparados, desinteressados com a missão da Igreja, enfraquecendo a Igreja missionária". O enfraquecimento acaba suscitando a reforma protestante, com Martin Lutero levando a Igreja a rever sua posição. Neste período, as ordens religiosas foram o sustentáculo para que a Igreja mantivesse a fidelidade a sua missão. Ao final do século XVI, início do século XVII, é um período de forteataque à Igreja, que buscava na fé explicação para os acontecimentos. Esse período traz a modernidade e o iluminismo, que encontrava na razão explicação para tudo. As revoluções inglesas e francesas e o término da Primeira Guerra Mundial, no século XIX, trazem um novo momento para a Igreja Católica. Começa-se a falar da relação trabalho-capital; a Revolução Industrial trouxe consigo a exploraçãodo homem. Os pensadores da Igreja Católica, a partir da Doutrina, começam a falar dessa relação. É também um período em que o marxismo procura dar visibilidade à relação burguesiaproletariado e as lutas das classes sociais se intensificam. Com o advento da globalização, as estratégias de comunicação da Igreja Católica para a fidelização do cristão, teve no marketing uma ciência nascida na Igrejapassou a ser um forte aliado de dirigentes religiosos para reduzir os percentuais da migração de fiéis para outras igrejas e, ao mesmo tempo, aumentar os índices de adesão de católicos não praticantes ou de outras religiões e seitas ao catolicismo. Pois é impossível vender um produto se quem o fabrica não o conhece e não conhece o seu público. Quando questionados sobre a utilização do marketing...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Unidades Prisionais
  • Unidades Prisionais
  • Unidade prisional em cuiabá
  • A Atuação dos Psicólogos nas Unidades Prisionais
  • Unidades Prisionais 2015
  • Violação dos Direitos Humanos nas Unidades Prisionais
  • ATUAÇÃO DO ASSISTENTE SOCIAL EM CRAS E EM UNIDADE PRISIONAL
  • Condições de habitalidade das unidades prisionais de imperatriz

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!