Trajetória de fortalecimento e expansão da cristandade ocidental e as oito cruzadas

Páginas: 5 (1015 palavras) Publicado: 21 de março de 2012
O Cristianismo entra em decadência no fim do Império Carolíngio, pois com o Feudalismo os senhores interferiam muito nas decisões da Igreja, e com isso ela perdeu a sua tradição. Há desobediência do clero e crescente número de pagãos.
A mudança se inicia nos mosteiros, e o mosteiro reformador foi Cluny. A Ordem de Cluny propõe uma série de reformas. Os senhores não podiam mais interferir nasquestões religiosas e o papa passa a ser o poder máximo da Cristandade. Um discurso moralizador se estrutura.
A história da Abadia de Cluny, de acordo com BOVO (2010), teve um grande peso no processo de reforma e fortalecimento da Igreja Romana no Ocidente medieval, influenciou e inspirou movimentos de outros monastérios rumo à liberdade da Igreja. Enfatizou a necessidade de renovação espiritual deseus membros. Os ideais dos monges de Cluny ganharam força dentro da Igreja.
A Abadia de Cluny é identificada como responsável pela continuação e consolidação da reforma no mundo cristão.
A Igreja começou a legislar sobre as lutas entre senhores feudais criando “os Concílios de Paz” e a “Trégua de Deus”. Concílios de Paz protegiam coisas sagradas como os bens eclesiásticos. Movimentos de Paz ede trégua de Deus ajudaram os poderes eclesiásticos e reais a partilharem do uso legítimo da violência, e determinavam a suspensão dos conflitos em determinadas épocas do ano.
A Reforma Gregoriana foi autoria do Papa São Gregório Magno I, que apresentou as formulações iniciais que criariam a supremacia da Igreja Católica. O objetivo da Reforma Gregoriana era fazer com que a Igreja e a cristandadevoltassem aos tempos de Cristo, e visava estabelecer o poder do papa sobre o poder feudal.
Segundo BOVO (2010), num primeiro momento da Reforma Gregoriana houve renovação da Igreja, e no segundo momento a idéia de Reforma estava com os olhos postos no futuro, na materialização do reino de Deus na terra. Houve uma centralização pontificial.
A Reforma nos séculos 12 e 13 foi uma iniciativa demoralização, onde o papado pretendia fazer reinar a justiça. Exemplo disso é a interferência do papado na regulamentação dos conflitos armados. É importante ressaltar que o poder da Igreja não era ilimitado.
A Igreja combateu a proliferação da heresia primeiramente pela palavra, e foi progredindo para sanções como excomunhão, morte pelo fogo, confisco de bens e Cruzadas.
As Cruzadas objetivaramexpulsar os muçulmanos de cidades sagradas como Jerusalém, e além de não alcançarem esse objetivo empobreceram os senhores feudais (que investiram suas economias nessas guerras e não tiveram retorno) e consequentemente houve o fortalecimento do poder real.

As Oito Cruzadas

Primeira Cruzada (1095 a 1099) – considerada a primeira expedição armada convocada e sacramentada pelo papa. Convocada em1095 e partiu da Europa, em 1096. Muitos camponeses lutaram pois foi prometido que receberiam recompensas da Igreja e reconhecimento espiritual. A batalha fracassou e muitos perderam suas vidas.
Segunda Cruzada (1147 - 1149) – foi proclamada pelo papa Eugénio III e pregada por São Bernardo de Claraval em resposta à conquista de Edessa em 1144 pelos muçulmanos. A derrota foi para os muçulmanos,mas não obteve o sucesso esperado e complicou a relação entre os reinos cruzados, bizantinos e governantes muçulmanos.
Terceira Cruzada (1189 - 1192) – O líder muçulmano Saladino conquista Jerusalém, desencadeando a Terceira Cruzada. Teve como principais condutores Frederico Barba-Ruiva, Ricardo Coração de Leão e Felipe Augusto. Frederico morreu na Ásia Menor, e Ricardo e Felipe se desentenderam.Ricardo permaneceu na Palestina e chegou a vencer Saladino, mas suas tropas estavam sem condições de sitiar Jerusalém, então Ricardo fez um acordo diplomático com Saladino e regressou à Europa.
Quarta Cruzada (1202 – 1204) – teve consequências políticas e religiosas. Em vez de se dirigirem para a Terra Santa que era o ponto crucial do conflito entre cristãos e mulçumanos, deslocou-se em direção...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Cristandade ocidental face ao Islão
  • Fortalecimento e Expansão da Igreja
  • expansão ocidental das imagens
  • BASCHET, Jérôme. A expansão ocidental das imagens
  • cristandade
  • oito
  • oito
  • fortalecimento

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!