Trafico de escravo

Páginas: 7 (1729 palavras) Publicado: 3 de julho de 2014
Índice

Introdução 4
Consequências do tráfico de escravos 5
Comércio ilícito 6
Comércio lícito 7
Contexto Histórico da Abolição do Tráfico de Escravo Negros 8
Razões humanitárias 9
Razões económicas 9
Conclusão 10














Introdução

A procura do caminho marítimo para a Índia, Cristóvão Colombo acidentalmente desembarca na América Central nas ilhas de Cuba e Haitiem 1492, pensando este que havia chegado a Índia. E em 1500 o português Pedro Álvares Cabral chegou ao Brasil, assim a América esta descoberta. Região férteis para a agricultura os portugueses mandam para a América: presos, bandidos, prostitutas, assassinos e em uma só palavra degredados europeus. Mais este não adaptaram-se com as condições climáticas e ao trabalho da agricultura pois estes nuncativeram domínio de tal ofício e muitos acabaram por sucumbir. Dando assim inicio a transportação dos escravos africanos para a América nas Antilhas espanholas em 1510, para trabalharem na produção da cana-de-açúcar. Em 1515 como a chegado do primeiro carregamento a Espanha de açúcar produzindo na América, isso dá início ao Comércio Triangular.
Portugal faz do Brasil sua colónia preciosadesde muito como sendo o fundo da economia portuguesa, mais com o decorrer do tempo o Brasil alcança a sua independência em 1822. Portugal vê-se na necessidade de procurar novos mercados para poder sustentar a sua económica, recorrendo assim aos pequenos núcleos existentes no atlântico (costa de África) e no Índico (costa da Ásia).










Consequências do tráfico de escravos

A partirdo processo de expansão marítima empreendido pelas nações européias e o desenvolvimento do tráfico negreiro, diversas dessas culturas foram profundamente transformadas. No ambiente colonial, várias das tradições foram reinterpretadas à luz das demais culturas que conviviam no continente americano.
Na África, o resultado do sistema escravagista foi devastador. Comunidades que antes conviviampacificamente se militarizaram e travaram guerras infindáveis. Enquanto durou a escravidão, os escravos, assim “produzidos”, eram vendidos em feiras e exportados. Depois, os antagonismos étnicos entre os capturados e os captores se acentuaram, de forma que mesmo após a retirada dos últimos colonizadores, já no final do séc. XX, as guerras continuaram ocorrendo. Houve mais interferências externas.Outras circunstâncias contribuíram para que a África chegasse ao século XXI como o continente mais pobre, injusto e desigual do planeta. Uma delas foi a introdução de mercadorias estrangeiras, ainda no tempo colonial, que provocou a ruína do sistema de produção local. Em Angola o sistema do sobado entrou em decadência com a implantação de plantations. Outros centros comerciais próximos ao Rio Kwanza,como o Dongo, passaram a comercializar borracha, cera, café, amendoim e outros produtos demandados pelos europeus – em detrimento da produção de bens de subsistência essenciais para a população.
O resultado dessa história milenar de exploração e injustiça são as guerras civis e a extrema pobreza em que o continente chafurda até os dias atuais.
Na África, a exploração da mão-de-obra escrava,primeiro pelos árabes e depois pelos europeus, provocou uma desestruturação de enormes proporções, que ainda não foi superada. Guerras, doenças e pobreza devastam, até os dias atuais, grande parte do continente, cujas riquezas naturais seguem sendo escoadas para os cofres de povos já exageradamente ricos.

A escravatura afeta as vidas de milhões de crianças, mulheres e homens vendidos comomercadoria, obrigados a trabalhar sem salário, à mercê dos seus dono. Na Etiópia, muitas jovens são exportadas para os países árabes como domésticas ou prostitutas. Na África Ocidental, dezenas de milhares de crianças com cinco ou mais anos de idade são traficadas do Benim, Burkina Faso, Gana, Mali, Nigéria e Togo para o Benim, Congo, Costa do Marfim, Guiné Equatorial, Gabão e Nigéria devido a fatores...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Trafico de escravos
  • Trafico de escravos
  • Trafico de escravos
  • A Era do Trafico de Escravo
  • Trafico de escravo
  • Trafico de escravos
  • Tráfico de escravos
  • trafico de escravo

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!