Traduçao do préfacio do Livro IV de De Institutio Oratoria Quintiliano

Páginas: 19 (4566 palavras) Publicado: 9 de agosto de 2013
De Institutio Oratoria de Quintiliano – Livro IV

Prefácio


Eu completei agora, meu querido Marcellus Victorius, o terceiro livro do trabalho, o qual eu dediquei a você, e estou quase terminando o quarto (livro), e sou confrontado com um motivo para um cuidado renovado e uma maior ansiedade com o julgamento que esse trabalho pode merecer. Até esse ponto nós estivemos discutindo somenteretórica entre nós mesmos e, no caso de nosso sistema ser visto como largamente inadequado para o mundo, estivemos nos preparando para nos contentarmos com o pôr isso em prática em casa e confirnar-nos para a educação de nossos filhos. Mas agora Domitianus Augustus confiou a mim a educação dos netos de sua irmã, e eu não devia ser merecedor da honra conferida a mim por tal divina apreciação, se eu nãoconsiderasse essa distinção como o padrão pelo qual a grandeza do meu trabalho deveria ser julgada. Para isso é claramente o meu dever não evitar a dor em moldar as características dos meus augustos pupilos, que devem ganhar devida aprovação do mais virtuoso dos censores (críticos). O mesmo se aplica ao treinamento intelectual deles, para eu não ser achado em desapontamento das expectativas de umpríncipe pré-eminente em eloqüência como em todas as outras virtudes. Mas ninguém mais está surpreso com a freqüência com a qual os grandes poetas invocam as Musas, não somente no início dos seus trabalhos, porém mais adiante, quando eles chegam a alguma passagem importante e repetem seus votos e expressam novas orações por assistência. Portanto eu posso, certamente, pedir indulgências por fazero que eu deixei de fazer quando eu primeiro comecei este trabalho e chamar todos os deuses e Ele mesmo antes de todos (pelo seu poder insuperável e não existe divindade que tenha tanto favor sobre o aprender), suplicando-lhe que me inspire com gênio em proporção da esperança que ele tem levantado em mim, que me empreste propícia e pronta ajuda e faça-me tal qual ele acreditou que eu poderia ser. Eisso, embora o maior, não é o único motivo para esse ato de religiosa devoção, mas meu trabalho é de tal natureza que, da forma que prossegue, eu sou confrontado com maiores e mais árduos obstáculos do que eu já tinha enfrentado. Meu próximo trabalho é explicar a ordem a ser seguida em casos forenses, os quais apresentam a máxima complicação e variedade. Eu devo determinar a função do exórdio, ométodo do relato dos fatos, a força moral das provas, se nós confirmarmos nossas próprias assertivas e refutar aquelas dos oponentes e a força do epílogo, se nós mantivermos na memória do juiz a partir de uma breve recapitulação dos fatos, ou fazer o que é muito mais efetivo, mexer com seus sentimentos. Alguns têm preferência por dar a cada um desses pontos tratamentos separados, temendo que, seeles se responsabilizam por tudo, a carga seria maior do que eles poderiam suportar, e conseqüentemente teriam publicado vários livros sobre cada ponto. Eu tenho arriscado no tratar todos juntos e prever um trabalho infinito que sinto cansaço com relação ao trabalho que não comecei. Mas tenho colocado minha mão no arado e não devo olhar pra trás. Minha força pode falhar, mas a minha coragem não.1. O começo ou exórdio como nós chamamos em Latim, é intitulado prólogo pelos Gregos. Para mim, esse parece um nome mais apropriado, porque apesar de nós somente indicarmos que estamos iniciando o nosso trabalho, eles mostram claramente que esta parte é designada como uma introdução ao assunto sobre o qual o orador deve falar. Pode ser assim porque οἴμη significa tom, e os tocadores da liraderam o nome de prólogo ao prelúdio de sua performance para ganhar o favor da audiência antes de entrar na normal disputa para o prêmio, que os oradores, antes de começarem a defender, faziam algumas observações introdutórias para ganhar a indulgência dos juízes. Ou poderia ser porque o οἶμος significa caminho, que a prática fazia aparecer, chamando a introdução de prólogo. Mas em todos os casos...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Prefácio livro
  • Traducao prefacio Walden Bello
  • prefácio livro técnicas para apresentações
  • Resenha do livro Oratória para Advogados
  • Tradução do livro de segurança da informação
  • Alibaba a traduçao do livro
  • Trabalho livro
  • Tradução do livro Frankstein

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!