Trabalhos

Páginas: 18 (4426 palavras) Publicado: 22 de novembro de 2013
Relatório de Produção 3T13

EXCELENTE DESEMPENHO OPERACIONAL
Rio de Janeiro, 6 de novembro de 2013 – A Vale
S.A. (Vale) teve uma excelente performance
operacional no 3T13, com destaque para a
recuperação da produção de minério de ferro,
assim como os recordes registrados para o cobre,
carvão, rocha fosfática e ouro. Ocorreram
avanços nos ganhos de produtividade em
Carajás e importanteevolução no ramp-up de
VNC.

A produção de rocha fosfática foi de 2.104 Mt,
apresentando
crescimento
de
10,9%
relativamente ao 2T13, atingindo um novo
recorde trimestral. Isto foi viabilizado pela
performance de Bayóvar e a recuperação da
produção das nossas cinco minas brasileiras.
A produção de níquel tem tido forte
desempenho neste ano, alcançando o segundo
maior nível de produçãopara o período desde
2008, 192.000 t para 9M13 contra 173.000 t para
9M12.

No 3T13, a produção de minério de ferro atingiu
85,9 Mt 1 . Foi o segundo melhor trimestre da
história da companhia. Tal desempenho
operacional contribuiu para ampliar nossa
exposição aos preços mais elevados do
trimestre2 e consequentemente para reforçar a
geração de caixa. A produção trimestral
aumentou 17,3%,com ganhos em todos os
sistemas: Norte, Sudeste, Sul e Centro-Oeste,
assim como Samarco.

O 3T13 foi marcado por conquistas importantes
no processo de ramp-up de VNC, tendo sido
setembro o melhor mês em termos de produção.
VNC
operou
com
três
autoclaves
simultaneamente em dois períodos distintos
durante o trimestre, conseguindo atingir as
especificações do projeto.

O ramp-upbem-sucedido de Salobo tem sido
fundamental para o aumento da produção de
cobre e ouro. No 3T13 foram produzidos 94.600
toneladas métricas de cobre e 76.000 onças-troy
(oz) de ouro, ambos marcar recordes. Nos
primeiros nove meses de 2013, a produção de
cobre alcançou 275.000 t, representando um
aumento de 30,5% em relação ao mesmo
período do ano passado. Em outubro, Salobo
alcançou um novorecorde de produção de 7.164
t de cobre contido em concentrado, alcançando
86% da capacidade nominal.

O desempenho das novas colunas da refinaria e
dos equipamentos associados agora satisfaz
plenamente os requisitos do projeto e, desde
setembro, todos os circuitos têm provado que
podem superar a produção orçada para 2014.

Produção
mil
toneladas
métricas
Minério de
ferroa
aPelotas

Ao mesmo tempo, a produção de carvão
manteve o nível recorde do último trimestre, de
2,4 Mt. Nos 9M13, o volume produzido chegou a
6,5 Mt, 26,8% maior do que nos 9M12,
influenciado pela recuperação da performance
das minas australianas e pelo ramp-up de
Moatize.

Manganês

3T13

2T13

%

9M13

9M12

%

85.890 73.225 17,3

226.651

234.462

-3,3

0,4

36.39342.978

-15,3

0,7

1.739

1.697

2,5

12.386 12.336
621

617

Carvão

2.376

2.376

0,0

6.505

5.131

26,8

Níquel

62

65

-4,9

192

173

11,3

91

Cobre

3,5

275

211

30,7

Potássio

132

113 16,8

366

388

-5,6

Rocha
Fosfática

2.104

1.896 10,9

5.992

5.921

1,2

a

1

Mt= milhões de toneladasmétricas.
Kt = mil toneladas métricas
t = toneladas métricas
2
A média do Platts 62% Fe foi de US$ 132,51 no 3T13 contra
US$125,55 no 2T13.

1

95

Incluindo a produção atribuível à Samarco.

Relatório de Produção 3T13
BULK MATERIALS


Minério de
ferro
mil toneladas métricas

% Variação
3T13/2T13

% Variação
3T13/3T12

% Variação
9M13/9M12

234.462

17,3%

2,3%-3,3%

73.301

76.708

36,0%

7,8%

-4,4%

73.301

76.708

36,0%

7,8%

-4,4%

30.144

81.248

85.198

11,3%

-1,3%

-4,6%

7.936

10.302

24.854

27.640

27,8%

-1,6%

-10,1%

8.853

9.099

27.772

27.518

13,7%

10,6%

0,9%

9.542

9.934

10.743

28.622

30.040

-3,9%

-11,2%

-4,7%

3T13

2T13

3T12

9M13

9M12...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • TRABALHO DE TRABALHO
  • Trabalho de Trabalho
  • trabalho para trabalho
  • trabalho de trabalho
  • Trabalho é trabalho
  • Trabalhos de trabalhos
  • TRABALHOS E MAIS TRABALHOS
  • Trabalho Trabalho

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!