trabalhos

Páginas: 22 (5457 palavras) Publicado: 22 de outubro de 2013
O LIBERTARISMO
Liberdade segundo Aristóteles
A posição do libertarismo é aquela que entende a liberdade como a
possibilidade do indivíduo de decidir e agir conforme sua própria vontade.
Ser livre é, pois, o mesmo que agir voluntariamente, sendo esta vontade
determinada pelo próprio agente exclusivamente. Ou seja, diante de uma
situação qualquer, posso agir de uma maneira ou de outra,dependendo
apenas de minha decisão. Daí esta concepção também ser denominada de
perspectiva da autodeterminação, pois o próprio sujeito que age é a causa
de sua ação, sem que sofra qualquer constrangimento de fatores externos a
ele. Esta é, também, ao que parece, a posição que mais se aproxima da
concepção de liberdade característica do senso comum.

Um dos primeiros a formular essa noção deliberdade foi Aristóteles, 384322 a.C., em sua obra Ética a Nicômaco, mais precisamente no livro III.
Inicia distinguindo o voluntário do involuntário. “Parecem ser involuntárias
as ações praticadas por força ou por ignorância. É forçado o ato cujo
princípio é exterior ao agente, princípio para o qual o agente ou o paciente

2

em nada contribui; por exemplo, se o vento ou homens, que dominama
situação, levarem-no a algum lugar”.¹
Por conseguinte, “o voluntário parece ser aquilo cujo princípio reside no
agente que conhece as circunstâncias particulares nas quais ocorre a ação”.²
Mas há, também, para Aristóteles, certas ações que parecem misturar o
caráter voluntário e involuntário. Por exemplo, “se um tirano ordenasse a
alguém fazer algo ignóbil retendo em seu poder pais efilhos que seriam
salvos se o fizesse, mas morreriam se não o fizesse”; ou quando se faz “o
lançamento ao mar da carga de um navio durante uma tempestade”³ em
nome da segurança da embarcação. Embora seja discutível o caráter
voluntário ou involuntário de atos desse tipo, eles se assemelham mais a
atos voluntários, visto que em condições normais não teriam sido
realizados. Resultam, portanto, deuma escolha que se dá em função das
circunstâncias do momento. São, portanto, ações “voluntárias, mas
absolutamente,

presumivelmente,

são

involuntárias,

pois

ninguém

escolheria quaisquer destes atos por si mesmos”4, isto é, pelo que eles
próprios representam.
Mas, como vimos, o involuntário é também aquilo que se faz por
ignorância. E existe uma diferença entre agir porignorância e agir na
ignorância. No primeiro caso, age-se por causa da ignorância, isto é, a
ignorância é a causa da ação. Se soubesse o que fazia, a pessoa não agiria
de tal maneira. Por exemplo, quando uma criança brincando com um
revólver o dispara acidentalmente, ferindo uma pessoa, ou quando alguém
tem uma reação alérgica a um medicamento cujos efeitos colaterais
desconhecia. No segundo caso,a ignorância não é propriamente a causa da
ação, mas, ao contrário, consequência de uma outra causa (a embriaguez, a
fúria etc.), que leva a pessoa a ignorar momentaneamente o que faz. Por

3

exemplo, quando um homem embriagado atravessa uma avenida
movimentada pondo em risco sua vida e a de outra pessoa.
Após esclarecer o sentido de voluntário e involuntário, Aristóteles passa adiscutir o conceito de escolha. Em primeiro lugar, “a escolha deliberada é
acompanhada de pensamento e reflexão”.5 Por isso, ela é própria dos seres
humanos. Os animais não são capazes de escolher, como vimos no exemplo
dado por Rousseau ( texto O homem no estado de natureza): um gato
faminto morre de fome diante de uma porção de frutas. Não lhe é possível
decidir comê-las ou não. Apenas obedeceaos condicionamentos que a
natureza lhe impôs. O homem, ao contrário, dotado da capacidade de
escolha, pode se alimentar do que não gosta e até de alimentos que lhe são
prejudiciais à saúde.
Escolher envolve sempre deliberação, decisão. Deliberar, por sua vez,
requer investigação e análise.6 Mas nem tudo é passível de deliberação.
Sobre certas coisas não temos nenhum poder de decidir. Por...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • TRABALHO DE TRABALHO
  • Trabalho de Trabalho
  • trabalho para trabalho
  • trabalho de trabalho
  • Trabalho é trabalho
  • Trabalhos de trabalhos
  • TRABALHOS E MAIS TRABALHOS
  • Trabalho Trabalho

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!