Trabalho lúpus

Páginas: 10 (2362 palavras) Publicado: 21 de maio de 2012
UNOESC – UNIVERSIDADE DO OESTE DE SANTA CATARINA
PSICOLOGIA - CAMPUS DE CHAPECÓ
PSICOSSOMÁTICA - 3° SEMESTRE






LUPUS ERITEMATOSO SISTÊMICO






Acadêmicas:

CAROLINE SCHMIDT

JANESSA TRICHES

LUCIANA XAVIER

RAÍSA BORBA














ÍNDICE


1 - INTRODUÇÃO 3
2 - EXPLICAÇÃO TEÓRICA 4
2.1 – DEFINIÇÕES PARA O LÚPUS 42.2 - EPIDEMIOLOGIA 4
2.3 - TIPOS DE LÚPUS 4
2.4 - ETIOLOGIA E PATOGENIA 5
2.5 - CAUSAS E CONSEQUÊNCIAS 6
2.6 - SINAIS E SINTOMAS 7
2.7 - DIAGNÓSTICO 8
2.8 - TRATAMENTO 8
2.9 - GRAVIDEZ E LÚPUS 9
2.10 - COMO VIVER COM O LÚPUS 9
2.11 - DEPRESSÃO 10
3 - CONCLUSÃO 11
4 - BIBLIOGRAFIA 12























INTRODUÇÃO



Foi solicitadoao nosso grupo um trabalho relativo ao Lúpus Eritematoso Sistêmico, dentro do âmbito do curso de Psicologia, disciplina de Psicossomática.
A palavra Lúpus é derivada do latim e significa lobo, termo utilizado por médicos. Porque as erupções cutâneas apresentadas por alguns pacientes tinham semelhança a pequenas mordidas de lobos. Eritematoso também deriva do Latim e significa vermelhão, comoapresentada a coloração das erupções proveninetes do Lúpus.
Sistêmico é uma palavra relacionada ao fato do Lúpus poder afetar vários órgãos ou sistemas de órgãos.
Em 1828, Biett (médico francês) descreveu pela primeira vez a forma localizada do Lúpus, mais tarde em 1851, Pierre Cazanave, outro médico francês, descreveu a forma de Lúpus Eritematoso Sistêmico (LES).
Aprofundamos-nos no assuntoLúpus, trazendo uma descrição bastante especifica a patologia, como também as questões de diagnóstico e tratamento, nos levando até aos sintomas relacionados a fatores genéticos, ambientais e estresse, fatores dos quais desencadeiam a depressão dentro da doença, fazendo com que o Lúpus se inclua na relação de doenças psicossomáticas.
Temos os seguintes objetivos a serem alcançados com a realizaçãodeste trabalho:
- Adquirir e aprofundar conhecimentos sobre a patologia;
- Identificar os principais problemas que afetam os pacientes de Lúpus e suas respectivas formas de tratamento, como também a melhor forma de lidar com casos clínicos de Lúpus;
- Sua relação com a Psicossomática.




























2. EXPLICAÇÃO TEÓRICA



2.1 - DEFINIÇÕESPARA O LÚPUS





O Lúpus Eritematoso Sistêmico (LES ou simplesmente Lúpus) é uma doença crônica, inflamatória, autoimune e rara.
O Lúpus causa inflamação em várias partes do corpo, especialmente na pele, nas juntas, no sangue e nos rins. Nosso organismo, em estado normal, produz anticorpos para nos proteger de bactérias, vírus e células cancerígenas, o Lúpus faz com que o sistemaimunológico não diferencie estes corpos estranhos de suas próprias células e este passa a agredir o próprio organismo produzindo anticorpos e direcionando contra ele.


2.2 - EPIDEMIOLOGIA




O Lúpus é uma patologia que apesar de rara é distribuida mundialmente, afetando todas as etnias, com grande predomínio na etnia negra e nos latinos. Esta patologia afeta cerca de 8 a 10 vezes mais asmulheres do que os homens podem ocorrer em todas as idades mais possui uma predominância na fase adulta. Geralmente o Lúpus se manifesta nas mulheres durante a idade fértil, diminuindo na menopausa, nos homens esta se mantém constante durante todo o ciclo vital.
Apesar de não haver cura, o Lúpus já não é considerado como uma doença mortal, e passou a ser tratada como uma doença moderada, devido aofato de que se tratada corretamente, pode se ter grande controle sobre a patologia, porém não existe a cura para o Lúpus.


2.3 - TIPOS DE LÚPUS


Existem três tipos de lúpus:
• Discoide;
• Induzido por drogas;
• Sistêmico


O lúpus discóide é limitado à pele, identifica-se através de inflamações cutâneas na face, nuca e couro cabeludo....
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • lupus
  • lupus
  • lupus
  • Lupus
  • lupus
  • lupus
  • Lúpus
  • lupus

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!