Trabalho de psicologia

Páginas: 14 (3467 palavras) Publicado: 2 de junho de 2013
UNIVERSIDADE ANHANGUERA-UNIDERP
CENTRO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

CURSO SUPERIOR DE PEDAGOGIA








ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS
DISCIPLINA: PSICOLOGIA DA EDUCAÇÃO










Americana / SP
2011










INTRODUÇÃO
Nas próximas páginas apresentaremos a “Atividades Práticas Supervisionadas ”, da disciplina de Psicologia da Educação orientação daProfessora EAD Helenrose A. da S. Pedroso Coelho e a Professora Tutora Presencial Isabel Cristina Biondo Morette.
O desafio objetiva a construção de relatório de alguns dos teóricos clássicos da Psicologia que construíram com a História da Educação em Geral: Sigmund Freud, Jean Piaget, Henry Wallon e Lev. S. Vigtski.




















SIGMUND FREUD
O criadorda psicanálise nasceu na região da Morávia, que então fazia parte do Império Austro-Húngaro, hoje na República Checa. Sua mãe, Amália, era a terceira esposa de Jacob, um modesto comerciante. A família mudou-se para Viena em 1860.
Em 1877, ele abreviou o seu nome de Sigismund Schlomo Freud para Sigmund Freud. Desde 1873, era um aluno da Faculdade de Medicina da Universidade de Viena, onde gostavade pesquisar no laboratório de Neurofisiologia.
Ao se formar, em 1882, entrou no Hospital Geral de Viena. Freud trabalhou por seis meses com o neurologista francês Jean Martin Charcot, que lhe mostrou o uso da hipnose.
Insatisfeito com a hipnose, Freud desenvolveu o que é uma das bases da técnica psicanalítica: a livre associação. O paciente é convidado a falar o que lhe vem à mente pararevelar memórias reprimidas causadoras de neuroses.
Em 1899, publicou "A interpretação dos sonhos", em que afirma que os sonhos são "a estrada mestra para o inconsciente", a camada mais profunda da mente humana, um mundo íntimo que se oculta no interior de cada indivíduo, comandando seu comportamento, a despeito de suas convicções conscientes. É de todos conhecido, que a psicanálise comoterapia e como teoria foi uma criação de Sigmund Freud. Ele pôde observar nos seus pacientes neuróticos, por volta dos finais do século XIX, que a maior parte das perturbações emocionais devia-se à existência de problemas sexuais reprimidos, embora, o conceito de sexualidade tivesse para ele um significado muito mais vasto do que lhe era atribuído pela linguagem comum. Segundo Freud, a sexualidadenão se deve identificar com a “genitalidade”, embora esta esteja incluída naquela.
A sexualidade seria para Freud, todo o tipo de comportamento que resultasse fisicamente gratificante, que produzisse sensações de prazer e, portanto, abrangeria toda a atividade instintiva relacionada com as necessidades corporais. A partir desta ideia básica, a concepção de Freud sobre o homem mudouconsideravelmente à medida que o trabalho desenvolvido com os seus pacientes neuróticos lhe ia apresentando novos dados (é sabido que Freud tratou alguns casos de histeria, perturbação que, segundo ele, tinha como causa a repressão da atividade sexual, sobretudo nas mulheres). Não esqueçamos que estávamos em plena época vitoriana e as mulheres não tinham, nessa altura, os mesmos direitos que os homens emtermos da manifestação dos seus desejos sexuais, para além de outros. As mulheres, sobretudo as casadas, eram tidas como objetos sexuais, que não deviam, por questões éticas, morais e culturais da época, manifestar desejo ou prazer no ato sexual.
Por volta de 1920, Freud elabora então uma teoria da personalidade que se tornou definitiva e que constituiu uma verdadeira revolução quanto ao modo deestruturação do nosso psiquismo. 
Segundo ele, seriam três as instâncias básicas da personalidade: o Id, o Ego e o Superego. Freud não quis afirmar que o psiquismo humano era constituído por três partes, porque não foi isso que ele observou no comportamento perturbado ou normal dos seus pacientes; a sua genialidade consistiu em encontrar nesses comportamentos uma série de estruturas ou...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Trabalho acadêmico
  • Psicologia e trabalho
  • trabalho de psicologia
  • Trabalho de Psicologia
  • Psicologia do trabalho
  • Psicologia do trabalho
  • Trabalho de psicologia
  • PSICOLOGIA DO TRABALHO

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!