Tríade Historiográfica Brasileira: Geração de 30

Páginas: 7 (1547 palavras) Publicado: 9 de abril de 2014
23/09/2013
Tríade Historiográfica Brasileira: Geração de 30
Gilberto Freyre: Casa Grande e Senzala
Gilberto Freyre nasceu em 1900 em uma família da elite pernambucana, escravista e produtora de cana de açúcar. Freyre tentou analisar e redescobrir a era colonial de seu país, para isso utilizou de sua memória herdada para tal análise, ou seja, mesmo não vivendo no período em que o Brasil eracolônia de Portugal o momento se fez tão presente em sua vida, através de sua família, que o autor soube contá-la. Em uma de suas principais obras Casa Grande e Senzala, partiu do cotidiano da família patriarcal para abordar o desenvolvimento sócio-econômico do país.
A casa grande representa a organização política e social da colônia, na qual o patriarca da terra era dono de tudo que nela seencontrasse, entre escravos, esposa, filhos, parentes, concubinas etc, sendo esta família um organismo de produção que entra em crise com o fortalecimento de um novo sistema econômico e social, onde tudo gira em torno do capital: a mais valia, fazendo com que sociedade estamental perca lugar para sociedade de classes. Com o surgimento deste novo mundo burguês, a família de Gilberto Freyre que até entãoutilizava do sistema patriarcal entra em decadência com a concretização do capitalismo, a oligarquia perde espaço.
Dos senhores de engenho aos escravos africanos, Casa Grande e Senzala representa os dois mundos que constituíram o Brasil colonial, com base na miscigenação que o autor considera como algo positivo, justificando que através da mistura de duas raças inferiores (negros e indígenas)gerou uma raça superior, os brasileiros, e que o Europeu por ser mestiço lhes deu resistência para viver nos trópicos nos mostra a grande relevância da miscigenação na formação sociocultural do Brasil. Pode-se concluir que entre análises econômicas, políticas e sociais esta é uma das obras que melhor explicam a construção de nossa identidade nacional.
07/10/2013
Sérgio Buarque de Holanda: Raízesdo Brasil
Raízes do Brasil, de Sérgio Buarque de Holanda, é uma interpretação da sociedade brasileira partindo de análises da história colonial do país e tem como objetivo explicar os traços marcantes de nossa característica e à busca da verdadeira identidade nacional.
Capítulo 1 – Fronteiras da Europa: Este capítulo mostra que os reinos Ibéricos (Portugal e Espanha) influenciaram na formaçãocultural do Brasil, e estes reinos faziam fronteiras com o novo mundo em contato com o comércio marítimo.
Devido a uma flexibilidade organizacional da sociedade, os portugueses não tinham orgulho de classes e somado a sua relação com a nobreza não gostavam do trabalho braçal e valorizavam mais o ócio que o negócio, pois todos os portugueses queriam ser nobres. Além disso, o fato de o EuropeuIbérico, tanto português quando espanhol, ser miscigenado favoreceu sua permanência para viver no país tropical. Portanto o Brasil teve muitas influências ibéricas na construção de sua identidade sociocultural.
Capítulo 2 – Trabalho e Aventura: Para o autor a colonização do Brasil se deu por dois olhares diferentes, entre eles estão aqueles que saíram em busca de aventuras no novo mundo, sendo que osPortugueses vieram para a colônia explorar nossas riquezas sem muito esforço, e os Espanhóis que se ocupavam do trabalho, principalmente com a construção de cidades. O Brasil então não conheceu outra forma de trabalho que não fosse o escravo.
A personalidade do aventureiro está fortemente ligada com seu lado emocional, valorizando mais o irracional e o sentimental esta característica lhes deramvigor para a colonização do novo mundo, e foi a partir desta característica que o brasileiro herdou seu lado passional.
Capítulo 3 – Herança Rural: Toda a estrutura de produção da colônia teve sua base fora dos centros urbanos, este capítulo então analisa a vida rural da colônia e a sua relação com a formação social do Brasil. Neste capítulo Sergio Buarque dialoga com Gilberto Freyre com a...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Geração de 30
  • geração de 30
  • Geração de 30
  • Romance da geração de 30
  • Modernismo
  • Principais autores da geração de 30
  • Avaliação de Literatura
  • poesia segunda geração (30-45)

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!