texto dia muldial da tv

Páginas: 6 (1365 palavras) Publicado: 19 de junho de 2013
A televisão mais bonita do mundo
Sempre que era para ir a algum lugar de demorar, o tio Chico dizia que
íamos à «casa andeia». Nunca percebi aquilo. Era uma dica dos mais
velhos. Nem mesmo a tia Rosa fazia só o favor de me explicar. Nada.
Todos riam e eu apanhava do ar. Nessa noite o tio Chico falou:
– Dalinho, vamos à casa andeia.
Deviam ser umas sete da noite e fazia frio de cacimbofresco.
Isso da «casa andeia»
muitas vezes era então ficarmos
sentados num bar
com os mais velhos a beber um
monte de cerveja e
a comer quase nada. Se
havia
outras
crianças eu ainda ia brincar
mas normalmente nem já isso.
conversavam, a tia Rosa
muito tempo calada. Eu brincava

Os
homens
também bebia mas ficava
um pouco se houvesse jardim

ou mesmo rua. Depois sentava-me no colo datia Rosa e
começava a «encher o saco», como dizia o tio Chico.
Começava a perguntar se já íamos embora, dizia que tinha
sono e fome, mas só me respondiam que estava quase a
chegar a hora de irmos. E vinham mais cervejas.
Muitas mais.
A cerveja era a bebida preferida do tio Chico. A cerveja em muita
quantidade, para dizer bem as coisas. O tio Chico era uma pessoa que
podia beber muitacerveja e não ficava bêbado, podia mesmo conduzir o
Dia 21 de Novembro Dia Mundial da Televisão
BE do Agrupamento de Escolas D. Francisco Manuel de Melo

1

carro dele nas calmas. Só não podia misturar. Um dia o tio Chico
misturou vinho e whisky e depois mandou parar o carro que o filho dele
ia a conduzir, começou a me abraçar e a falar à toa. Eu fiquei com
vontade de chorar mas a tia Rosaveio me dizer que aquilo era normal.
Mas se fosse só cerveja, acho que ninguém aguentava o tio Chico. Um
dia, num desses lanches de fim de tarde, enquanto eu comia, ele, o
amigo dele e a tia Rosa varreram assim uns trinta e nove copos de
cerveja.
Desta vez o tio Chico disse que íamos à «casa andeia » mas era só a
brincar. No caminho eu ouvi ele dizer à tia Rosa que íamos à casa do
Lima buscarumas cadeiras para o quintal. O Lima era um senhor muito
magrinho que também
bebia bem, tinha os olhos
sempre a brilhar e a boca
sempre a rir. Era
simpático o Lima, e devia
ser amigo do tio
Chico porque o tio Chico
gostava de lhe
chamar «o sacana do Lima».
Chegámos à casa
do sacana do Lima numa rua bem escura que era preciso cuidado
quando andávamos para não pisar nas poças de água nemna dibinga
dos cães. Eu ainda avisei a tia Rosa, «cuidado com as minas», ela não
sabia que «minas» era o código
para o cocó quando estava
assim na rua pronto a ser pisado.
O Lima veio abrir a porta, os
olhos dele brilhavam muito e
trazia já na mão uma nocal
bem gelada. Passou a garrafa
para a mão esquerda e
apertou a mão de
todo o mundo, mesmo da tia
Rosa, e a mão
dele estava muitogelada. Isso era
bom na casa do Lima,
as
bebidas
estavam sempre a
estalar, eu assim me imaginei já a saborear uma
fanta bem gelada. E me deram mesmo.
Ainda estávamos no quintal, o Lima mostrou ao tio
Chico as tais cadeiras encomendadas. O Lima
vendia mobílias muito feias, com um aspecto assim
de cadeiras que os mais-velhos adormecem quando
estão na casa de alguém com um funeral e omorto
também. Eu não gostava dos móveis que o Lima
vendia, mas aquelas cadeiras até que eram fixes,
Dia 21 de Novembro Dia Mundial da Televisão
BE do Agrupamento de Escolas D. Francisco Manuel de Melo

2

pintadas de uma cor clara com fitas assim de um plástico verde. Da cor
da cadeira comprida, verde também, que estava sempre no quintal da
minha casa. Mas o tio Chico não gostou muito,disse que estavam mal
soldadas e que aquilo era perigoso.
O Lima riu, mas o tio Chico não estava a brincar.
– Ó meu sacana, já viste se eu sento aí a minha sogra e ela cai no chão,
como é que tu vais ficar quando eu te der essa notícia?
O Lima transpirava. Passou a mão na testa, olhou a cadeira.
– A malta dá um jeito nisso depois, não te preocupes. Entra, Chico.
Entrámos todos, mas até tenho...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • RESENHA O TEXTO NA TV
  • Resumo
  • Resenha
  • tv texto para casa de carne
  • RESUMO DO LIVRO O TEXTO NA TV
  • Resenha de O Texto na TV: Manual de Telejornalismo
  • Texto para dia da mulher
  • SASAS TEXTO COM DIAS

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!