Termoterapia

Páginas: 5 (1156 palavras) Publicado: 9 de outubro de 2014
06/11/2012

Hipertermoterapia
(Calor)

Modalidade de Calor
Def:
• Aumento da agitação molecular e do
metabolismo.
• Fontes: químicas, elétricas, magnéticas e
mecânicas.

Curso de Fisioterapia

Métodos de aplicação

Agentes de calor
Calor Superficial

• Calor superficial (aumento da temperatura
da pele para 40°C a 45°C e atingem
profundidades inferiores a 2cm.)

• Calorprofundo (aumento da temperatura
da pele para 40°C a 45°C e atingem
profundidades de 2 a 5cm.)

Formas de transferência de energia
 Condução: transferência de calor entre dois corpos
que estão em contato físico. (colisão de moléculas)
 Convecção: transferência de calor através da
movimentação de um meio, ar ou água. (três estados
da matéria sólido, líquido e gasosos)
 Radiação: atransferência de calor ocorre sem um
meio, ocorre pela energia radiante.
 Evaporação: a mudança do estado líquido para o
gasosos desencadeia perda de temperatura.

Calor Profundo

Lâmpadas

Diatermia

infravermelhas
quentes

Compressas

úmidas
Banhos de parafinas
Turbilhões ou imersão
aquecidas

Diatermia

de microondas
de ondas curtas

Ultra-som

Efeitos locais daaplicação do calor









Vasodilatação
Aumento do metabolismo
Aumento da liberação de leucócitos
Aumento da permeabilidade vascular
Aumento da drenagem venosa e linfática
Formação de edema
Remoção dos resíduos metabólicos
Aumento da elasticidade ligamentar, capsular
e muscular

1

06/11/2012






Analgesia
Redução do tônus muscular
Redução de espasmosmusculares
Aumento da condução nervosa

Efeitos Sistêmicos





Indicações

Aumento da temperatura corporal
Aumento da FC
Aumento da FR
Redução da PA

Contra-indicações

• Processo inflamatórios subagudos e crônicos
• Redução do quadro álgico crônicos e
subagudos
• Espasmos musculares crônicos e subagudos
• Redução da ADM
• Diminuição de hematomas
• Encurtamentosmusculares






Frio & Calor
Efeito

Frio
5cm

1-2 cm agentes
superficias
2-5 cm agentes
profundos

Duração dos efeitos

Horas

Começa a dissipar-se
após remoção do
tratamento

Fluxo sanguíneos

Diminuído

Aumentado

Taxa metabólica

Diminuída

Aumentado(13% a cada
1ºC)

Consumo de Oxigênio

Diminuída

Aumentado

Resíduos metabólicos

DiminuídaAumentado

Viscosidade dos fluidos

Aumentada

Diminuída

Permeabilidade capilar

Diminuída

Aumentada

Processo inflamatório

Diminuído

Aumentado

Quadro álgico

Diminuído

Diminuído

Espasmo muscular

Formas de Termoterapia(calor
superficial)

Calor

Profundidade da
penetração

Processo inflamatório agudo
Neoplasias*
Áreas anestésicas
Regulação térmica deficienteDiminuído (diminuição do Diminuído (redução da
limiar de excitabilidade)
isquemia)







Hidroterapia
Parafina
Compressas e bolsas quentes
Compressas úmidas
Bolsas aquecidas eletricamente

2

06/11/2012

Turbilhão

Aplicação
• Pedir ao paciente pra não ligar ou desligar o
aparelho
• Encher o turbilhão ate cobrir o seguimento
a ser tratado, porém existe umaprofundidade mínima para o
funcionamento do motor
• A temperatura terapêutica oscila entre 39 a
43 ºC
• Tempo de tratamento de 5` a 30`

Indicações
• Redução de ADM
• Processo inflamatório subagudo e crônica
• Lesões de nervos periféricos

Contra-indicações






Processos patológicos agudos
Febre
Infecções
Alterações posturais
Feridas abertas

Precauções





Atomada deve ter aterramento
Manter o paciente acompanhado
O turbilhão aumenta o edema
Paciente com cardiopatias , distúrbios
convulsivos*

Banho de contraste
• Imersão alternada em água fria e quente
• Geralmente utilizado na transição da
crioterapia para termoterapia
• Utilizados nas fases subagudos e crônicos com
o objetivo de drenar edemas ou equimoses
• A proporção de tempo...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Termoterapia
  • Termoterapia
  • termoterapia
  • Termoterapia
  • Termoterapia
  • termoterapia
  • Termoterapia
  • termoterapia

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!