Terapia gênica

Páginas: 8 (1989 palavras) Publicado: 17 de maio de 2012
Colégio Estadual Vinicius de Moraes

Alunos: Yarin, Géssica, Luana, Felipe, Camila e Thanderson. 3° ano
Professora Lurdes, correspondente a matéria de Biologia

TERAPIA GÊNICA

Maringá, 03 de Abril de 2012.
2
Introdução
Neste trabalho pretendemos apresentar sobre a TerapiaGênica, não só através de um texto como também de imagens quase detalhadas. Falaremos sobre o que é essa Terapia Gênica, suas características, como é feita, suas etapas, sua eficiência, entre outros.


3
ÍndiceTerapia Gênica ............................................................... 4
Primeira etapa: o isolamento do gene ............................ 4
In vivo ou em ex-vivo? .................................................... 5
Como se transfere o DNA a célula hospedeira? ........... 6
Os vetores virais ............................................................. 7
Os vetores não virais...................................................... 8
Os limites da terapia gênica ............................................ 8
A eficiência da transferência ........................................... 8
A duração da expressão ................................................. 8
A segurança do procedimento ........................................ 9
A reação imunitária.......................................................... 9
Primeiros resultados ........................................................ 9
Um exemplo de sucesso ................................................. 9
Humanos ......................................................................... 10
Conclusão ........................................................................ 12
Bibliografia....................................................................... 13

4
Terapia Gênica

Terapia gênica é a transferência de material genético com o propósito de prevenir ou curar uma enfermidade qualquer. No caso de enfermidades genéticas, nas quais um gene está defeituoso ou ausente, a terapia gênica consiste emtransferir a versão funcional do gene para o organismo portador da doença, de modo a reparar o defeito. Se trata de uma idéia muito simples, mas sua realização prática apresenta vários obstáculos.

Primeira etapa: o isolamento do gene.
Um gene é uma porção de DNA que contém a informação necessária para sintetizar uma proteína. Transferir um gene é transferir um pedaço particular de DNA. Portanto, énecessário antes de tudo, possuir “em mãos” o pedaço correto.
As enfermidades genéticas conhecidas estão ao redor de 5000, cada uma causada por uma alteração genética diferente. O primeiro passo para a terapia gênica é identificar o gene responsável pela enfermidade. Subsequentemente, pelas técnicas de biologia molecular é possível adquirir um pedaço de DNA que contém este gene. Estaprimeira etapa é chamada de isolamento ou clonagem do gene. 
Qualquer enfermidade é candidata a terapia gênica, desde que o gene esteja isolado para a transferência.
Graças ao progresso da biologia molecular esta primeira etapa é relativamente simples em comparação a alguns anos atrás. Tem sido possível isolar numerosos genes causadores de doenças genéticas e, se descobrem outros a cadasemana.



5

  
In vivo ou em ex-vivo?

Estas condições mostram qual é o objetivo da transferência gênica. Os procedimentos da terapia gênica in vivo consistem em transferir o DNA diretamente para as células ou para os tecidos do...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Terapia gênica
  • Terapia gênica
  • Terapia gênica
  • Terapia Gênica
  • Terapia Gênica
  • terapia gênica
  • Terapia Gênica
  • Terapia Gênica

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!