Terapia cognitivo-comportamental de transtornos de abuso de álcool e drogas

Páginas: 26 (6416 palavras) Publicado: 9 de abril de 2014
S88

Terapia cognitivo-comportamental de transtornos
de abuso de álcool e drogas
Cognitive-behavioral therapy for alcohol and
drug use disorders
Bernard P Rangé,1 G Alan Marlatt2

Resumo
Objetivo: Entre os diversos tipos de tratamentos aos quais as terapias cognitiva e comportamental têm sido aplicadas com sucesso
encontra-se o uso em problemas de adicção. Este artigo, em parte, revêmodelos de adicção como os de prevenção de recaídas de
Marlatt e Gordon, o de Prochaska, DiClemente e Norcross sobre os estágios de mudança, com a derivação da entrevista motivacional,
desenvolvida por Miller e Rollnick, bem como os modelos cognitivos de Beck et al. Método: Com base em evidências da literatura para
o desenvolvimento de programas de tratamento efetivos, é descrito um modelo detratamento em grupo que foi usado com grupos de
alcoolistas encaminhados pela Divisão de Vigilância da Saúde do Trabalhador da Universidade Federal do Rio de Janeiro para o Centro
de Pesquisa e Reabilitação do Alcoolismo. Resultados: Os resultados são apresentados indicando que este tipo de tratamento poderia
ser uma alternativa a outros tratamentos em uso. Conclusões: Novas pesquisas sãonecessárias para validar melhor a abordagem
cognitivo-comportamental para os problemas de abuso de álcool e drogas.
Descritores: Fobia social; Terapia cognitivo-comportamental; Timidez; Ansiedade; Transtornos relacionados ao uso de substâncias

Abstract
Objective: Cognitive-behavioral therapies have been successfully used to treat addiction. This article is in part a review on addiction models
suchas relapse prevention by Marlatt & Gordon, stages of change by Prochaska, DiClemente & Norcross, deriving from motivational
interview, developed by Miller & Rollnick, as well as the cognitive models by Beck et al. Method: Based on literature evidence for the
development of effective treatment programs, we report on a group treatment model used in a group of alcoholics referred by the
Departmentof Worker’s Health Surveillance at Universidade Federal do Rio de Janeiro to the Alcoholism Rehabilitation and Research
Center. Results: Results are presented indicating that this type of treatment could be one alternative to others treatments in use.
Conclusions: New research is needed to better validate cognitive-behavioral approach to alcohol and drug problems.
Descriptors: Social phobia;Cognitive-behavioral therapy; Shyness; Anxiety; Substance-related disorders

1
2

Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Instituto de Psicologia, Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Rio de Janeiro (RJ), Brasil
Centro de Pesquisa em Comportamentos Adictivos, Universidade de Washington, EUA

Correspondência
Bernard P Rangé
Rua Visconde de Pirajá, 547, sala 608 - Ipanema22415-900 Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Rev Bras Psiquiatr. 2008;30(Supl II):S88-95

S89 Rangé BP & Marlatt GA

Introdução
Transtornos relacionados a substâncias geralmente causam
prejuízos importantes e complicações graves, resultando em
deterioração da saúde geral do indivíduo, além de produzir efeitos
negativos nos contextos pessoal, social e profissional. O consumo
repetido de altas dosesde álcool pode afetar quase todos os sistemas
orgânicos, principalmente o trato gastrointestinal e os sistemas
cardiovascular e nervoso (déficits cognitivos, déficit de memória
grave e alterações degenerativas no cerebelo).
A dependência e o abuso de álcool representam um grande
problema de saúde pública. Mesmo os melhores tratamentos
para o alcoolismo apresentam prognósticos poucofavoráveis, e o
prognóstico para pacientes com maior cronicidade é ainda menos
favorável.
A Associação Americana de Psiquiatria (APA) estabeleceu critérios
diagnósticos para abuso e dependência de substâncias.1
Critérios para abuso de substância do DSM-IV
A. Um padrão mal-adaptativo de uso de substância levando ao
prejuízo ou sofrimento clinicamente significativo, manifestado por
um (ou mais) dos...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Terapia cognitivo-comportamental e sua eficásia no transtorno de ansiedade generalizada
  • TERAPIA COGNITIVO-COMPORTAMENTAL NO TRATAMENTO DO TRANSTORNO BIPOLAR
  • Terapia comportamental e cognitivo-comportamental
  • Terapia Cognitivo Comportamental Para Leigos
  • TERAPIA cOGNITIVO COMPORTAMENTAL INFANTIL
  • Terapia Cognitivo Comportamental
  • terapia cognitivo comportamental
  • Luto e terapia cognitivo comportamental

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!