Teorias da educação ii

Páginas: 17 (4174 palavras) Publicado: 28 de abril de 2013
1

HISTÓRIA TEORIAS.

DOS

INTELECTUAIS:

REPRESENTAÇÕES,

CONCEITOS

E

Carlos Eduardo Vieira – UFPR Eixo Temático 6: Intelectuais, pensamento social e educação A História da Educação Brasileira tem uma significativa tradição de estudos acadêmicos sobre o tema intelectuais. Os escritos de Laerte Ramos de Carvalho e de Roque Spencer Maciel de Barros indicavam, na década de cinqüenta do séculopassado, esta tendência que atravessou os anos sessenta e setenta, a partir da tradicional e, em certa medida, maniqueísta contradição entre escolanovistas e católicos. Nos anos oitenta e noventa a intelligentsia educacional permaneceu focada na produção da área, contudo através de pesquisas apoiadas em novas bases teóricas. A tradicional História das Idéias, marcante nos manuais de História daEducação, não encontrou eco na produção acadêmica. A produção das idéias educativas foi tratada de maneira a focar não somente as teorias, os sistemas de pensamento, mas também os agentes, os projetos, as instituições e, sobretudo, as ações sociais que estas informavam e justificavam. Nos anos dois mil os congressos e as publicações da área revelam a presença regular desta discussão, porém, apesar demais de cinqüenta anos de experiência de pesquisa, percebemos que a existência de narrativas interessadas na ação dos intelectuais não significou um exercício, sempre necessário, de refinamento conceitual. Em outras palavras, a recorrência ao tema nas pesquisas da área de História da Educação não resultou em reflexões sistemáticas sobre conceitos e teorias sociais capazes de problematizar o papeldos intelectuais no cenário educacional brasileiro. A definição de agentes do campo educacional como intelectuais mostra-se, em grande medida, naturalizada na produção da área, de tal forma que a polissemia do termo e as teorias sociais que abordam as práticas sociais dos intelectuais são raramente enfrentadas. Logo, considerando estes aspectos, o presente trabalho visa discutir diferentespossibilidades para a escrita da História dos Intelectuais e da História Intelectual. Buscaremos, inicialmente, refletir sobre a história dos sentidos associados aos termos intelligentsia e intelectuais; isto é, visaremos evidenciar os diferentes significados que os termos assumiram em contextos temporais e/ou culturais determinados. Na seqüência exploraremos três teorias sobre o papel político dosintelectuais, a saber: o intelectual como mediador dos conflitos sociais, presente na obra de Karl MANNHEIM; o intelectual como dirigente e organizador da

2

cultura, problematizado na obra de Antonio GRAMSCI; e, por fim, o intelectual como produtor de capital simbólico, analisado na obra de Pierre BOURDIEU. Sem a pretensão de explorar exaustivamente estas teorias, visamos, tão somente, identificarcontrastes, aproximações e, sobretudo, indicar possibilidades para a pesquisa sobre o tema. Da intelligentsia aos intelectuais: o deslize dos sentidos. Na Grande Polônia, então parte do Império Prussiano, a palavra inteligencja se popularizou em 1844, com a obra do filósofo Karol Libelt (O miłości ojczyzny - On Love of the Fatherland). Neste contexto o termo foi associado a significados queatravessariam os séculos dezenove e vinte. A palavra foi utilizada para representar os membros bem educados da sociedade que, apoiados na razão, assumiriam as responsabilidades de defender os interesses da pátria e de educar o povo. Em outros termos, a sensibilidade e a responsabilidade dos cultos em relação ao povo e à nação. Na Rússia o termo Intelligentsia, criado possivelmente a partir do latim(intelligentia), representa a transliteração da palavra escrita em alfabeto cirílico (интеллигенция) que circulou na literatura russa da primeira metade do século dezenove. O uso coloquial do termo na literatura do período evidencia que a palavra estava em circulação nos círculos literários. O termo ganhou notoriedade através das obras de Ivan Turgenev. Dmitry, personagem da novela Rudin (1856),...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Teoria II
  • teoria de educação
  • teoria da educação
  • Teorias da Educação
  • Teorias da educação
  • Teorias da educação
  • Teoria da Educação
  • Teorias para a educação

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!