Teoria Política

Páginas: 5 (1170 palavras) Publicado: 13 de outubro de 2014


Manifesto Comunista – A posição dos trabalhadores na sociedade burguesa.


Para entendermos o título acima, temos que termos em mente que burguesia compreende-se a classe dos capitalistas modernos, proprietários dos meios de produção social, que empregam o trabalho assalariado. Por proletário compreende-se a classe dos trabalhadores assalariados modernos que, privados de meios de produçãopróprios, se vêem obrigados a vender sua força de trabalho para poder existir.
Desta forma, o caráter revolucionário da burguesia, que rompeu com o modelo feudal e se firmou como nova forma de organização pode ser traduzida no caráter revolucionário da própria economia capitalista. Sua lógica, na busca pela manutenção do poder econômico, leva a uma permanente inovação tecnológica e reorganizaçãoconstante das relações de produção.
O sistema das relações de produção, ou meios de produção é à base de toda uma sociedade. Todas as atividades dos homens sejam elas mortais, intelectuais, religiosas ou políticas, enfim, todas as suas concepções, surgem a partir da linha de pensamento dominante no sistema das relações de produção. Assim, a forma de produção capitalista é também uma forma dedominação. Somos todos escravos do consumo. Ao buscarmos cada vez mais possuir e possuir, alimentamos esta imensa máquina capitalista, onde somos, ao mesmo tempo, produtos e produtores.
Opressores e oprimidos estiveram em constante oposição uns aos outros, travaram uma luta ininterrupta, ora oculta ora aberta, uma luta que cada vez acabou por uma reconstrução revolucionária de toda a sociedade oupelo declínio comum das classes em luta.
A burguesia arrancou à relação familiar o seu comovente véu sentimental e reduziu-a a uma pura relação de dinheiro.
A necessidade de um escoamento sempre mais extenso para os seus produtos persegue a burguesia por todo o globo terrestre. Tem de se implantar em toda a parte, instalar-se em toda a parte, estabelecer contatos em toda a parte.
As armas com quea burguesia deitou por terra o feudalismo viram-se agora contra a própria burguesia. Mas a burguesia não forjou apenas as armas que lhe trazem a morte, também gerou os homens que manejarão essas armas – os operários modernos, os proletários.
Na mesma medida em que a burguesia, o capital se desenvolve, nessa mesma medida desenvolve-se o proletariado, a classe dos operários modernos, os quais sóvivem enquanto encontram trabalho e só encontram trabalho enquanto o seu trabalho aumenta o capital. Estes operários, que têm de se vender à peça, são uma mercadoria como qualquer outro artigo de comércio, e estão, por isso, igualmente expostos a todas as vicissitudes da concorrência, a todas as oscilações do mercado.
Quanto menos habilidade e exteriorização de força e trabalho manual exigem, équanto mais à indústria moderna se desenvolve, tanto mais o trabalho dos homens é desalojado pelo das mulheres. Diferenças de sexo e de idade já não têm qualquer validade social para a classe operária. Há apenas instrumentos de trabalho que, segundo a idade e sexo, têm custos diversos.
Se a exploração do operário pela fabricante termina na medida em que recebe o seu salário pago de contado, logolhe caem em cima as outras partes da burguesia: o senhorio, o merceeiro, o penhorista etc.
O proletariado passa por diversos estágios de desenvolvimento. A sua luta contra a burguesia começa com a sua existência.
Basta, porém, este contato para centralizar as muitas lutas locais, por toda a parte com o mesmo caráter, numa luta nacional, numa luta de classes. Mas toda luta de classe é uma lutapolítica. E a união, para a qual os burgueses da Idade Média, com seus caminhos vicinais, precisavam de séculos, conseguem-na os proletários modernos com os caminhos-de-ferro em poucos anos.
Esta organização dos proletários em classe, e deste modo em partido político, é rompida de novo a cada momento pela concorrência entre os próprios operários. Mas, renasce sempre, mais forte, mais sólida, mais...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Teoria Politica
  • Teoria politica
  • Teorias políticas
  • Teoria Politica
  • Teoria política
  • Teoria Politica
  • Teorias Politica
  • TEORIA POLITICA

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!