Teoria naturalista da linguagem: formação, correção e uso dos nomes

Páginas: 11 (2657 palavras) Publicado: 6 de agosto de 2012
FUNDAÇÃO FRANCISCO MASCARENHAS
FACULDADES INTEGRADAS DE PATOS
PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO (LATO SENSU)
CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM HISTÓRIA E ENSINO DE FILOSOFIA

ANTONIO JOSÉ DE ALMEIDA NETO

TEORIA NATURALISTA DA LINGUAGEM:
FORMAÇÃO, CORREÇÃO E USO DOS NOMES

JOÃO PESSOA-PB
2010
ANTONIO JOSÉ DE ALMEIDA NETO

TEORIA FORMALISTA DA LINGUAGEM:
FORMAÇÃO, CORREÇÃO E USO DOS NOMESTrabalho de Conclusão de Curso – Artigo Científico – apresentado à Coordenação do Curso de Especialização em História e Ensino de Filosofia, ministrado pelas Faculdades Integradas de Patos, em cumprimento às exigências para a obtenção do título de Especialista.

Professor Dr. Iraquitan Caminha

JOÃO PESSOA-PB
2010
ANTONIO JOSÉ DE ALMEIDA NETO

TEORIA FORMALISTA DA LINGUAGEM:
FORMAÇÃO, CORREÇÃOE USO DOS NOMES

Trabalho aprovado em _______/_______/_____________

Nota: __________________________________________

Professor: _______________________________________

JOÃO PESSOA-PB
2010
SUMÁRIO

1 INTRODUÇÃO .......................................................................................................4

2 ANÁLISE DO DIÁLOGO CRÁTILO..................................................................6

2.1 FORMAÇÃO E CORREÇÃO DOS NOMES .......................................................7

3 ANÁLISE DO DIÁLOGO FÉDON ....................................................................10

4 PONTE ENTRE OS DIÁLOGOS CRÁTILO E FÉDON .................................10

5 CONSIDERAÇÕES FINAIS...............................................................................11

6 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS ................................................................11

Teoria formalista da linguagem: formação, correção e uso dos nomes

Resumo: Platão possui uma posição filosófica acerca da aplicação e correção dos nomes, a qual está exposta no seu diálogo Crátilo, o qual faz, no seu desfecho, uma “propaganda” da teoria epistemológica doIdealismo Clássico. O pensamento platônico, acerca da linguagem, contrapõe-se ao dos seus contemporâneos, seguidores da Doutrina Mobilista de Heráclito de Éfeso, na medida em que compreende os nomes como meras imagens miméticas das coisas percepcionadas, que, por sua vez, são consideradas apenas cópias aproximadas das formas ideais.
Palavras Chave: Platão; Crátilo; aplicação e correção dosnomes; Doutrina Mobilista.

Abstract: Plato has a philosophical position about the names’s application and correction, which is exposed in him dialogue Crátilo, which makes in its outcome, the “propaganda” of the Classic Idealism’s epistemological theory. The Platonic thought, about language conflicts of his contemporaries, followers of Mobilist Doctrine of Heraclitus, insofar as mere comprises thenames of things perceived mimetics images, which are considered only approximate copies of forms ideal.
Keywords: Plato; Crátilo; names’s application and correction; Mobilist Doctrine.

1. Introdução

Para que possamos compreender satisfatoriamente a filosofia da linguagem platônica faz-se necessário que recorramos, primeiramente, aos diálogos do filosofo. No diálogo Crátilo sãoapresentadas a teoria convencionalista e a naturalista da linguagem, cada qual exposta por uma personagem do diálogo, respectivamente Hermógenes e Crátilo, tendo eles Sócrates como interlocutor.
A princípio, no diálogo Crátilo, é exposta a teoria da personagem Hermógene:

“Parece-me que aquele nome que alguém puser (thêtai) a qualquer coisa, esse nome é o correcto”. ... ... “De facto, nenhum nomepertence por natureza a nenhuma coisa (physei hekastôi pephykenai), mas é estabelecido pela lei e pelo costume (nomôi kai ethei) daqueles que o usam, chamando as coisas” (384d).

E secundariamente, no mesmo diálogo, é exposta a teoria da personagem Crátilo, que defenda a tese naturalista ou fluxista, continuação da doutrina de Heraclito de Éfeso, segundo a qual todos os nomes já são necessariamente...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Teoria Naturalista
  • Teoria naturalista e teoria contratualista
  • Teoria naturalista e teoria contratualista
  • RESUMO
  • Teoria Naturalista e Contratualista
  • Teorias naturalista e contratualista
  • o uso da linguagem
  • Usos da linguagem

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!