Teoria keynesiana

1140 palavras 5 páginas
TEORIA KEYNESIANA
INTRODUÇÃO

John Maynard Keynes nasceu em Cambridge, Inglaterra, em 1883, filho do conceituado economista de John Nerville Keynes. Ele foi um economista britânico cujas idéias serviram de influência para macroeconomia moderna , tanto na teoria quanto na pratica. Suas idéias serviram de base para a escola de pensamento conhecida como economia keynesiana. Além disso, Keynes foi o principal teórico responsável pela revisão dos princípios do liberalismo clássico.
Faria (2009) salienta que o objetivo do keynesianismo era manter o crescimento da demanda em paridade com o aumento da capacidade produtiva da economia, de forma suficiente para garantir o pleno emprego, mas sem excesso, pois isto provocaria um aumento da inflação.
Ainda na idéia de Faria (2009) O pai keynesiano incentivaria seu filho capitalista a gastar e a investir, pois ele adota um conjunto de idéias que propõe a intervenção estatal na vida econômica com o objetivo de conduzir a um regime de pleno emprego. O pai keynesiano acredita que a economia segue o caminho do pleno emprego, sendo o desemprego uma situação temporária que desaparece graças às forças do mercado. O objetivo do keynesianismo é manter o crescimento da demanda em paridade com o aumento da capacidade produtiva da economia, de forma suficiente para garantir o pleno emprego, mas sem excesso, pois isto provocaria um aumento da inflação.

VERNENGO (1994) ,Podemos perceber que, para Keynes, a economia deve ser vista como uma ciência moral, tanto pelas detenninações implícitas no cientista (observador), que lida com juízos de valor e deve confiar em suas intuições para construir suas teorias, como pelas exigências do objeto de análise (o observado), que é complexo, isto é, não é nem homogêneo nem constante ao longo do tempo.

A Teoria
Segundo Feijó (2001),para Keynes a Teoria Geral do Emprego, dos juros e da moeda, é de longe o trabalho mais influente dele, surge em meio a grande depressão que abalou as economias

Relacionados

  • Teoria keynesiana
    686 palavras | 3 páginas
  • teoria keynesiana
    710 palavras | 3 páginas
  • Teoria Keynesiana
    475 palavras | 2 páginas
  • TEORIA KEYNESIANA
    7707 palavras | 31 páginas
  • Teoria Keynesiana
    2799 palavras | 12 páginas
  • Teoria Keynesiana
    2174 palavras | 9 páginas
  • Teoria Keynesiana
    565 palavras | 3 páginas
  • Teoria keynesiana
    417 palavras | 2 páginas
  • TEORIA KEYNESIANA
    511 palavras | 3 páginas
  • Teoria keynesiana
    325 palavras | 2 páginas