TEORIA DA LIGAÇÃO DE VALÊNCIA

Páginas: 7 (1583 palavras) Publicado: 3 de dezembro de 2013
1 TEORIA DA LIGAÇÃO DE VALÊNCIA (TLV)
O modelo de Lewis assume que cada par de elétrons ligantes está localizado entre dois átomos ligados. No entanto, sabe-se a partir da dualidade onda-partícula, que a localização de um elétron em um átomo não pode ser descrita em termos de posição precisa, mas sim em termos de probabilidade de o encontrarmos em algum lugar do espaço definido pelo seu orbital.A teoria da ligação de valência foi a primeira teoria mecânico-quântica de ligação a ser desenvolvida e é utilizada como uma maneira de expressar os conceitos de Lewis em termos de função de onda.
Quando dois átomos se ligam para formar uma ligação covalente, um orbital atômico de um átomo se superpõe ao orbital atômico do outro e o par de elétrons associado à ligação covalente é compartilhadoentre os dois átomos na região em que se superpõem.
A força da ligação é proporcional à superposição dos orbitais atômicos. Em consequência os átomos na molécula tendem a ocupar uma posição em que haja um máximo de superposição entre os orbitais.
Por motivos do principio de Pauli somente elétrons com spins emparelhados podem contribuir para a TLV.

HIBRIDIZAÇÃO

Orbitais híbridos: formadospela associação de dois ou mais orbitais atômicos, possuindo propriedades direcionais diferentes das dos orbitais atômicos dos quais eles foram formados.

ORBITAIS HÍBRIDOS sp

O berílio (Z = 4) forma com o hidrogênio um composto que a altas temperaturas existe como moléculas discretas BeH2. Sua estrutura de Lewis mostra menos que um octeto na camada de valência do Be:
H:Be:H

A configuraçãoeletrônica do berílio no estado fundamental é:

Be (Z=4) 1s2 2s1 2px 2py 2pz

Quando o Be forma duas ligações, seus orbitais 2s e um dos 2p são substituídos por dois orbitais novos chamados orbitais híbridos, que são usados para a ligação. Diz-se que esses orbitais devem se misturar ou hibridizar, para formar dois novos orbitais híbridos. Isto acontece de duas maneiras, primeiro pela adiçãode orbitais s e p e segundo, pela sua estruturação.(Realmente, funções de onda são adicionadas e subtraídas.) Neste processo os orbitais s e px são substituídos por dois orbitais híbridos sp, idênticos em forma e altamente direcionais, sendo compostos de um lóbulo maior e, 180° afastado, um lóbulo muito menor. Os dois orbitais híbridos são equivalentes em todos os aspectos, exceto pela orientação:eles têm seus lóbulos maiores direta e exatamente em sentidos opostos.


ORBITAIS HÍBRIDOS sp2
Outras combinações de orbitais podem produzir conjuntos de orbitais híbridos que proporcionam a geometria necessária para o mínimo de repulsão entre pares. Por exemplo, a molécula de BH3. O boro (Z = 5) usa seus orbitais 2s e dois orbitais 2p para
formar um conjunto de três orbitais híbridosequivalentes sp2: 1s2 2s2 2px12py 2pz
Cada um dos três híbridos sp2 tem aproximadamente a mesma forma de um orbital híbrido sp, mas os três são orientados a 120°.

ORBITAIS HÍBRIDOS sp3
Orbitais sp3 são muito semelhantes aos orbitais sp e sp2 em sua forma, mas seus lóbulos maiores estão direcionados para os vértices de um tetraedro regular.
A ligação na água usa orbitais híbridos sp3. Os quatroorbitais da camada de valência do átomo de oxigênio hibridizam.
Os quatro orbitais híbridos resultantes sp3 são ocupados por dois pares de elétrons isolados e dois pares compartilhados. A estrutura da molécula da água é consequentemente curva, ou angular.
Em H2O, há um fechamento ainda maior do ângulo tetraédrico, 109,5°, que o de NH3, por causa da existência de dois pares isolados; o ângulomedido em H2O é somente 104,5°.

2 TEORIA DOS ORBITAIS MOLECULARES

Semelhante em muitos aspectos aos orbitais atômicos, porem são policêntricos, devido à presença de mais de um núcleo.
Esses orbitais moleculares são considerados uma combinação linear de orbitais atômicos (CLOA) que cercam os núcleos constituintes da molécula.
CLOA é a soma ponderada dos orbitais atômicos participantes....
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • teoria de ligação de valencia
  • Teoria da ligação de valencia
  • Teoria da ligação de valência
  • Teoria da liga o de valencia
  • Múltiplas teorias tentam explicar a origem da ligação pé
  • valencias
  • valencia
  • Valencia.( Um exemplo dessa ligação é quando um átomo de enxofre se liga a dois de oxigênio para formar o dióxido...

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!