Telejornais

Páginas: 35 (8553 palavras) Publicado: 27 de fevereiro de 2015
 Ao iniciar a análise dos telejornais, reiteramos a observação de que, diferentemente dos sistemas políticos totalitários (nos quais a força física pode ser facilmente usada para coagir a população como um todo), as sociedades democráticas precisam se valer de meios de controle bem menos violentos.
Os telejornais, no contexto democrático, poderiam ser analisados como meios de fabricação deconsenso, distorcendo a cobertura das notícias? Para responder este pergunta, é preciso conhecer como evoluíram e como estão estruturados.
1 Imagem e palavra, na TV.
No que se refere ao Brasil, a televisão é o mais importante meio de comunicação de massa. A fascinação exercida pela TV não encanta apenas brasileiros e só pode ser explicada quando admitimos a premissa do canadense Marshall Mcluhan: “omeio é a mensagem”. Há que se aceitar o primado da forma sobre a função desempenhada pelo conteúdo da mensagem. O que importa, no fundo, não é o que se assiste na televisão, mas o próprio ato de assistir TV.
A televisão parece hipnotizar. Quem liga o aparelho de TV para assistir um programa determinado, corre o risco de passar horas sob o fluxo de imagens. O discurso da TV integraestruturalmente toda a programação, é um fluxo audiovisual ininterrupto que integra programas e propagandas com os mais variados conteúdos. A utilização do controle remoto ampliou a convergência entre esses dois fatores aparentemente contraditórios: o fluxo integrador e os conteúdos diversos. Tal convergência leva muitos telespectadores a perderem a capacidade de identificar os contornos que separam a realidadeda ficção:
“A inocência de um desenho animado pode ser interrompida subitamente por um segmento de discurso sobre as propriedades de um biscoito, ao qual se segue um trailer de um filme da sessão da noite mostrando cenas de sexo e violência, uma chamada para o telejornal anunciando outras cenas de violência real, sem que nada as diferencie da violência fictícia mostrada há pouco, volta-se a umapropaganda de lingerie, a uma apresentadora de minissaia e finalmente ao desenho animado interrompido”. (KEHL, M. R. 1991:67)
A forma de mosaico transbordou da televisão para todos os segmentos da criação cultural, da literatura ao cinema, produzindo uma junção de partes, períodos, cenas curtas e impondo um imperialismo das imagens que solapam e tornam incompreensíveis as análises deprofundidade. O modelo televisivo exige a permanente substituição de signos. Busca-se a novidade constante, embora isto não signifique originalidade constante: costuma-se repetir o que já é conhecido, utilizando-se embalagens novas.
A redundância é uma característica fundamental da televisão e recurso indispensável para manter o espectador fiel à telinha. Não é, como muitos críticos preconizam, imperdoávelfalha de linguagem: é tão necessária que os manuais de telejornalismo recomendam-na em nome da simplicidade e da clareza exigidas de uma notícia feita para ser ouvida. Nunca é demais lembrar que, ao contrário da notícia de jornal (que pode ser relida), o que é dito pelos apresentadores do telenoticiário não pode ser reapresentado ao espectador que se distrai por um momento.
Outro personagemimportante da linguagem televisiva é o comercial. Além da óbvia função de principal fonte de financiamento, o comercial impõe sua “irrefreável tendência à espetacularização absoluta” (REQUENA, apud REZENDE. 2000:34) e introduz agilidade visual com atrações sucessivas, para segurar a audiência. Estes apelos frenéticos induzem os telespectadores a confundir os limites entre o que está sendo apresentado noprograma e o que é inserção publicitária.
A confusão torna-se ainda maior porque a programação tende a buscar o espetáculo e a diversão, o que afeta – inclusive – os telenoticiários. Realidade e ficção se interpenetram, abolindo as fronteiras entre si. Guilherme Jorge de Rezende (op.cit.) nos apresenta uma passagem reveladora dessa situação de fusão entre concreto e imaginário:
“Recorde-se no...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Telejornal
  • Análise de telejornal
  • O agendamento nos telejornais
  • scripi telejornal
  • Analise de telejornal
  • espelho de telejornal
  • Apresentação de Telejornal
  • Telejornais e cultura do medo

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!