tecnologia

Páginas: 19 (4689 palavras) Publicado: 10 de agosto de 2013
 Introdução

Para o desenvolvimento deste trabalho, optamos por fazer, brevemente algumas considerações sobre linguística textual. Portanto para que dominemos diferentes gêneros é necessário que os professores construa estratégias de ensino, com o objetivo de levar os alunos ao desenvolvimento das capacidades necessárias para aprender efazer uso dos diversos gêneros e isso pode ser alcançado por meio de estratégias ou sequencias didáticas criadas pelos professores . Consideramos gêneros peças fundamentais no processo de ensino aprendizagem da língua portuguesaorganizamos este trabalho de forma simples e clara para que todos pudessem entender de forma mais objetiva podemos observar o que gênero textual, concepção de leitura, estratégias de leitura, leitura e a produção de sentidos. Pensando então na importância do ensino dos gêneros na sala de aula pesquisamos sobre leitura na escola livro, biblioteca, e biblioteca de classe onde possibilita aos alunoscolocar em prática os aspectos da linguagem já internalizados, e aqueles que eles ainda não têm domínio, possibilitando-lhes aprender e compreender melhor o conteúdo trabalhado pelo professor.
Pensando, então, no processo de ensino aprendizagem da língua pelos alunos, podemos afirmar que as sequências didáticas são muito importantes, pois elas permitem um direcionamento no trabalho do professor,tendo em vista o desenvolvimento das capacidades linguísticas dos alunos. Desta forma, o objetivo principal em utilizar uma sequencia didática no ensino de gêneros.
Diante do conteúdo deste trabalho onde apresentamos diversos gêneros textuais, fica evidente a importância de se utilizar os gêneros textuais em sala de aula, pois eles tornam-se apoio fundamental ao professor, uma vez que os gênerospermitem aos alunos aprender os conteúdos de forma integrada e não fragmentada.








GÊNEROS TEXTUAIS
Gêneros Textuais são tipos específicos de texto de qualquer natureza, literárias ou não. Modalidade constituem as estruturas e as funções sociais (narrativas, dissertativas, argumentativas, procedimentos e exortativas) utilizadas como forma de organizar a linguagem. Dessa forma,podem ser considerados exemplos de gêneros textuais, anúncios, convites, atas, avisos, programa de auditório, bulas, cartas, comedias, contos de fadas, crônicas, editorais, ensaios, entrevistas, circulares, contratos, decretos, discursos políticos, historias, instruções de uso, letras de musicas, leis, mensagens, noticias.
CONCEPÇÃO DE LEITURA
O significado de um texto não esta na soma designificados das palavras que o compõe, nem coincide somente com o que se chama de significado literal do texto. Portanto durante a leitura de uma mensagem escrita, o leitor deve raciocinar e inferir de forma continua, captando significados que não aparecem diretamente no texto.
Adam e Starr (Apud Colomer, 2002, p. 31) afirmam que o texto proporciona apenas uma das fontes criticas de informação. Épreciso que o restante provenha dos conhecimentos prévios do leitor. Assim ler é mais do que um ato de raciocínio.
Ler significa ser questionado pelo mundo e por si mesmo, significa que certas respostas podem ser encontradas na escrita e assim construir uma resposta que integra parte das novas informações ao que já se é.
Diante deste contexto, o leitor une as novas informações com aquelas que jápossuem armazenada na mente e projetada uma nova ideia a escrita.
A leitura é um novo fator importantíssimo na construção do conhecimento, ela não se configura como um processo passivo. Longe disso, pois existe a descoberta e recriação, pois o leitor além de partilhar, e recriar referenciais de mundo transforma-se num produtor de acontecimentos em função de sua compreensão e consciência critica...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Tecnologia
  • Tecnologia
  • A tecnologias
  • Tecnologia
  • Tecnologia
  • Tecnologia
  • Tecnologias
  • Tecnologia

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!