Técnicas de Terapia em Grupo

Páginas: 17 (4047 palavras) Publicado: 12 de julho de 2014
Teoria e Técnicas de Grupo
Thamara Alves

“A Última Ceia” à luz da Teoria de Pichón-Rivière.

O presente ensaio tem como objetivo apresentar a teoria de Pichon-Rivière acerca dos grupos operativos à luz da análise em seu contexto histórico da obra artística de Leonardo da Vinci “A Última Ceia”. Esta obra é uma representação simbólica que facilitará abordar os papéis dos principaispersonagens no seu respectivo contexto e sua importância para a constituição grupal como um todo. Assim, será feita uma breve análise de uma das mais citadas e conhecidas constituições grupais já registradas. Vale ressaltar também que questões de âmbito puramente religioso não serão abordadas de forma direta devido à sua vastidão e complexidade.
Quem é Enrique Pichon-Rivière?
Antes de dar início àscontribuições do teórico em questão para a psicologia como um todo, faz-se necessário trazer um pouco de sua própria história a fim de compreender melhor o contexto no qual se criou e as razões que o levaram a abordar a sua teoria da forma que o faz.
Enrique Pichon Rivière era suíço, médico, nascido em Genebra no ano de 1910. Aos três anos de idade sua família se muda para Argentina, momentohistórico que coincidiu com a época em que o governo argentino estimulava a imigração europeia para o país através de diversas facilidades. Sua família é fruto da burguesia francesa, extremamente culta, racional e, seus pais, eram progressistas com ideias fundamentadas no socialismo e, grandes admiradores de obras e poetas que, na sua época, eram extremamente criticados. No entanto residiam em umcontexto social diferente do qual estavam habituados, ou seja, vivenciavam a pura cultura crioula latino-americana (Adamson, 2000).
Essa mudança descrita acima que demonstra uma alteração de contexto cultural e social, atrelados à influência familiar que o médico possuía, somam aspectos que contribuíram de forma direta para Pichon-Rivière se constituísse como um teórico social crítico. Em diversassituações ele tentava articular os mais diversos e/ou opostos campos problemáticos de seu convívio social para uma posterior aplicação teórica, sendo essa de suas principais características (Adamson, 2000).
A habilidade de trabalhar com a dualidade ocorre tanto no seu curso de medicina ao se especializar na área de psiquiatria para trabalhar com hospitais, hospícios, psicose, entre outros, quanto emsuas participações sempre significativas nos movimentos vanguardistas da época (Adamson, 2000).
Contexto da criação da teoria de Pichon-Rivière - Grupos Operativos
Durante sua atuação como psiquiatra e psicanalista no hospício de Las Mercedes de Buenos Aires, Pichon se depara com um campo novo de indagação, conceituação e intervenção que vai além da subjetividade do paciente, propondo dessaforma uma transição da psicanálise para a psicologia social como uma nova ferramenta de atuação (Adamson, 2000). O trecho a seguir exemplifica de forma clara a ruptura entre a psicanálise e a psicologia social para Pichon.
(...) Para superar aquela situação crítica, Pichon-Rivière colocou os pacientes menos comprometidos para assistir aos mais comprometidos. Observou que ambos, subgrupos,apresentaram significativas melhoras de seus quadros clínicos. O novo processo de comunicação estabelecido entre os pacientes e a ruptura de papéis estereotipados - o de quem é cuidado, para o de quem cuida - foram os elementos referenciais do processo de evolução desses enfermos. Intrigado com esse resultado passou a estudar os fenômenos grupais a partir dos postulados da psicanálise, da teoria de campo deKurt Lewin e da teoria de Comunicação e Interação. As convergências dessas teorias constituíram-se nos fundamentos da teoria e técnica de grupos operativos de E. Pichon-Rivière. (Abduch, 1999 como citado em Dias & Castro, 2006, pp.2).

Essa nova epistemologia proposta por Pichón tem como objetivo único analisar o homem em situação, suscetível de uma abordagem pluridimensional. Pichon propõe...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • TERAPIA DE GRUPO
  • Terapia de Grupo
  • Terapia em grupo
  • Terapia e a era técnica
  • Terapia de grupo e a depressão
  • Terapia Familiar, em Grupo e de Casal
  • TRABALHO SOBRE TERAPIA EM GRUPO
  • Terapia com adolescentes em grupo

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!