Sus. as politicas de saude no brasil

Páginas: 17 (4159 palavras) Publicado: 29 de abril de 2013
Sumário

1.INTRODUÇÃO ................................................................................................................................... 2

2.AS POLÍTICAS DE SAÚDE PÚBLICA NO BRASIL .................................................................................. 3

3.O DESAFIO DO MODELO INSTITUCIONAL DO SUS........................................................................... 6

4.O DESAFIO DO MODELO DE ATENÇÃO À SAÚDE DO SUS ................................................................ 7

5.O DESAFIO DA GESTÃO DO TRABALHO NO SUS............................................................................. 10

6.BREVE HISTÓRIA DA AIDS ............................................................................................................... 137.CONSIDERAÇÕES FINAIS................................................................................................................. 17

8.BIBLIOGRAFIAS ............................................................................................................................... 18

1

1.INTRODUÇÃO
A importância desta disciplina Saúde Coletiva visa atender a história da políticapública na saúde e surgimento do Sistema Único de Saúde. Consiste no trabalho por objetivo fazer um a revisão, para que possamos observar seu desenvolvimento ao longo dos anos. Entre esse conhecimento da elaboração deste trabalho foi por consultas e pesquisas, diferentes autores, porém, tendo sempre em vista o roteiro estabelecido, contém assim a essencial para conhecimento nosso cotidiano no ambientehospitalares.

2

2.AS POLÍTICAS DE SAÚDE PÚBLICA NO BRASIL

Na realidade, em 500 anos de Brasil, independente do regime vigente, a saúde ocupou o lugar de destaque no governo, ficando sempre em plano secundário. Até hoje, só olhou atentamente para setor quando determinadas epidemias se apresentavam como eminentes ameaças à sociedade. È assim desde o Brasil Colônia, quando o país nãodispunha de modelo de atenção à saúde e nem mesmo o interesse em criá-lo, por parte do governo colonizador. Os conhecimentos empíricos (curandeiros) eram a opção. Com a vinda da família real ao Brasil, se fez necessária a organização de uma estrutura sanitária mínima, capaz de dar suporte ao poder que se instalava na cidade do Rio de Janeiro. A carência de médicos no Brasil Colônia e no Brasil Impérioera enorme. Para se ter uma ideia, no Rio, em (1789), só existem quatro médicos exercendo a profissão ( Salles, 1971). Em outros estados eram mesmo inexistentes, o que fez com que proliferassem pelo país os Boticários, quem cabiam à manipulação das fórmulas prescritas pelos médicos, mas que na verdade eles próprios tomavam a iniciativa de indica-los, cultura comum até os dias atuais. A República e oBrasil continuou o mesmo. No início deste século, a cidade do Rio apresentava um quadro sanitário caótico, sofrendo com doenças graves que acometiam a população, como varíola, malária e febre amarela. Isso acabou gerando sérias consequências tanto para saúde coletiva quanto para outros setores, como o do comércio exterior, já que os navios estrangeiros não queriam atracar no ponto do Rio emfunção da cidade. Se o Brasil adota o modelo universal, porque os gastos públicos representam apenas 45% do total de gastos com saúde? Isto pode ser ocasionado por alguns motivos principais. O primeiro deles é uma condição muito peculiar do mercado brasileiro, de privatização da saúde – os planos de saúde privados dominaram as classes alta e média, atualmente, avançam sobre as camadas mais baixas dapopulação. Outra razão seria a má administração dos gastos. E um terceiro motivo é o baixo aporte de recursos feitos pelo governo. Motivo este que já virou lenda urbana. Mas, atualmente são colocados no mercado de trabalho 8.862 novos médios, provenientes de 120 faculdades de medicina em todo o país. Esses dados são de uma recente
3

pesquisa do Conselho Federal de Medicina, que revela ainda...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Política publica de saúde no brasil
  • Políticas de Saúde no Brasil e a Dinâmica do SUS
  • História das Políticas de Saúde no Brasil até a criação do SUS
  • POLITICAS DE SAÚDE
  • SUS uma luta da politica de saude
  • POLÍTICAS PÚBLICAS EM SAÚDE (SUS)
  • Politica publica de saúde SUS
  • Avanços e retrocessos da política de saúde no brasil: uma breve analise dos 20 anos do sus

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!