Superando as condições de vulnerabilidade do deficiente visual

Páginas: 15 (3592 palavras) Publicado: 1 de novembro de 2011
Centro Universitário do Distrito Federal – UDF
Coordenação de Ciência Política
I Congresso de Iniciação Científica

SUPERANDO AS CONDIÇÕES DE VULNERABILIDADE DO DEFICIENTE VISUAL

Brasília - DF
2011

RESUMO

“Uma civilização é julgada pelo tratamento que dispensa às minorias”.
Mahatma Gandhi

O presente trabalho traz ao centro de nossa atenção as pessoas com deficiência, de modoespecífico o deficiente visual. Por formar uma demanda recorrente, o tema tem sido de grande interesse social, de maneira a atrair não apenas políticos, mas também todas as pessoas sensíveis aos valores humanos e do bem comum. Com a divulgação do Censo 2000, foi possível notar que as pessoas com deficiência não constituem um grupo homogêneo, e sim uma realidade complexa e muito presente em todas associedades. Importa refletir sobre essa realidade, saber distinguir e ver a pessoa na deficiência e não a pessoa como um deficiente. Para quem não pode ver os caminhos da cidade e os obstáculos que eles guardam ter um cão-guia é como ganhar novos olhos, braços e pés para enfrentar a metrópole. A inclusão social dessas pessoas significa torná-las participantes da vida social, econômica e política,assegurando o respeito aos seus direitos no âmbito da Sociedade, do Estado e do Poder Público.

.

O problema das pessoas com deficiência visual no Brasil

Segundo o Conselho Brasileiro de Oftalmologia, há uma demanda reprimida em oftalmologia, em diversos seguimentos (refração, catarata, retinopatia diabética, baixa visão, glaucoma, entre outros), tanto pela dificuldade de acesso comopela cobertura insuficiente do sistema de saúde e pela incapacidade da população mais carente de completar o tratamento.
Para a Organização Mundial da Saúde (OMS), “uma grande parcela das pessoas com deficiência está exposta a barreiras físicas, culturais e sociais que constituem obstáculos à vida, mesmo quando dispõem de ajuda para sua reabilitação”. No Brasil a situação concreta das pessoas comdeficiência é um universo desconhecido. Em todos os momentos da história da humanidade, as pessoas com deficiência foram alvo de comportamentos e reações distintas e contraditórias de exclusão e integração, conforme os diferentes contextos da sociedade.

Até a última década do Século XX o Brasil ressentia-se da inexistência de dados oficiais sobre a população com deficiência.Até então, as políticas públicas voltadas para essa população tomavam como referência estimativa da Organização Mundial da Saúde – OMS, segundo a qual 10% da população de um país, em tempos de paz, é portadora de algum tipo de deficiência. (Sicorde, BRASIL: 2010 p. 08).

Somente no século XX, deficiências e pessoas com deficiência foram objeto de muitos estudos científicos, no campo daPsicologia, da Medicina, da terapia Ocupacional, da Fonoaudiologia, da Fisioterapia, da Psicopedagogia, da Oftalmologia, etc. “Obtiveram-se novidades e alternativas de toda ordem. Nesse esforço emergiu o chamado “modelo médico da deficiência”, muito ligado a temática da reabilitação”. (HARRIS E ENFIELD, 2003, p.172).
No final da década de 1950, surge nos países escandinavos o “princípio danormatização”, preconizando que as pessoas com deficiência poderiam viver uma vida mais “normal”. A sociedade deveria processar ajustes para interagir com as pessoas com deficiência – “paradigma integracionista”. “Embora difundido em diversos países, sua aprovação pelos formuladores de políticas publicas não foi o ideal. Em muitos casos, houve uma tendência a valorizar a cura ou melhoria da deficiência, emdetrimento de efetivas mudanças na sociedade”. (CNBB, 2005, p. 42)
O Brasil seguia em marcha lenta conforme nos aponta JANNUZZI:

[...] Enquanto isso no Brasil, a ação governamental continuava insuficiente, limitando-se à concessão de aposentadorias por invalidez administradas pelos Institutos de Aposentadoria e Pensão (IAP). Progressivamente, a partir da segunda metade do...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Deficientes visuais
  • DEFICIENTE VISUAL
  • Deficiente Visuais
  • Deficientes visuais
  • deficientes visuais
  • DEFICIENTE VISUAL
  • O deficiente visual
  • Deficientes visuais

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!