Sujeito construtor e construído pela sociedade

Páginas: 7 (1583 palavras) Publicado: 5 de maio de 2011
Massa, volume e porcentagem
[pic]
Bloco de Conteúdo
Física
Conteúdo
Temperatura e dilatação
Conteúdo relacionado
Este plano de aula está ligado à seguinte reportagem de VEJA:
• O Óleo da Massa - 01/03/2010
Objetivos
Entender as variações no volume de um líquido de acordo com a temperatura à que é exposto. Compreender como são feitos os cálculos de porcentagem.

Conteúdos
Massa evolume; porcentagem

Tempo estimado
Duas aulas

Introdução
VEJA desta semana traz uma reportagem sobre o aumento do comércio de azeite em países como Brasil, Rússia, Índia e China. O texto mostra que, mesmo sendo líquidos, muitos produtos são vendidos pela sua massa – e não pelo seu volume - evitando sérios problemas no comércio internacional. Aproveite a reportagem e este plano de aula paradiscutir por que isso acontece e para retomar questões relativas a porcentagem.

Atividades
1ª aula
Comece a aula perguntando aos alunos se eles costumam utilizar azeite em alguma refeição. Em seguida questione-os se eles sabem do que é feito esse produto e qual a diferença entre ele e o óleo. Explique que, assim como temos o óleo de algodão, de soja, de canola ou de milho, também temos oóleo de azeitona, chamado de azeite. O que diferencia este produto dos demais, além da composição e o gosto, são suas propriedades para a saúde e seu preço.

Em seguida, peça à moçada que leiam a reportagem O Óleo da Massa, publicada em VEJA. Quando terminarem, pergunte por que, se o azeite é um líquido, o consumo do produto é medido em toneladas, uma unidade de massa, e não em litros ou metroscúbicos, unidades de volume. Aguarde as hipóteses da turma antes de concluir que a massa é constante e o volume depende da temperatura. Portanto, se as transações comerciais forem realizadas por litros, corre-se o risco de receber um volume maior ou menor do aquele comprado, dependendo da temperatura no país de origem do líquido estar mais fria ou mais quente do que no local de entrega do produto. Issoacontece também com o petróleo, por exemplo, que é negociado por massa e não por volume.

Para se ter uma ideia do que pode acontecer, proponha o seguinte problema para a turma: Um navio é carregado com 50.000 toneladas de azeite, na Grécia, sob uma temperatura de 42ºC e é descarregado num dia frio em Porto Alegre, sob temperatura de 2ºC. Quantos litros teriam “sumido” nessa negociação? Lembreos alunos que, inicialmente, deve-se calcular o volume de azeite carregado. Para isso, é necessário utilizar a densidade do azeite, que vale 0.9113 g/cm3. Assim sendo, o volume inicial de azeite será de, aproximadamente, 54.866.674 litros.

Lembrando que a variação de volume ([pic]) pode ser calculada pela equação:
 
[pic]
 

Como o coeficiente de dilatação do azeite (y) é de 7,2.10-4 ºC-1e a variação de temperatura
([pic]) foi de 40ºC, teríamos uma perda de 1.580.160 litros!

Para completar o problema, peça que os alunos calculem o prejuízo financeiro dessa transação, supondo que o litro do azeite custe 15 reais. Aguarde a turma realizar as contas e confirme que teriam sido perdidos 23,7 milhões de reais.

Para finalizar, comente que tanto a água como a gasolina queconsumimos são vendidas por volume e não por massa. A classe considera isso justo? Por que a transação não é feita por massa? Explique a eles que, ao longo do ano, a temperatura aumenta e diminui e isso acaba equilibrando os efeitos de perda e ganho de volume, fazendo com que, ao final, nem vendedor nem consumidor percam dinheiro.

2ª aula
Retome com a turma a reportagem de VEJA e avise que hoje aconversa será sobre porcentagem. Peça que os alunos observem atentamente o gráfico apresentado na revista – que mostra o consumo de azeite nos diferentes países. Questione: Qual país teve o maior aumento absoluto de consumo? Qual teve o maior aumento relativo de consumo? Para ajudar na análise, peça que a turma faça uma tabela, contendo o país, seu consumo em 2005 e em 2010, a variação no consumo e...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Sujeito construtor e construido pela sociedade
  • Sujeito construtor e construido pela sociedade
  • Sujeito construtor e construído pela sociedade.
  • Aluno: sujeito construtor e construído da sociedade
  • A compreensão do sujeito construtor e construido pela sociedade
  • Formação do sujeito construtor e construído pela sociedade.
  • O aluno como sujeito construtor e construido pela sociedade
  • ,, , Como fazer com que seu aluno se compreenda como sujeito construtor e construído pela sociedade

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!