ssssssssssssssss

Páginas: 11 (2549 palavras) Publicado: 9 de setembro de 2013
Do “acaso” do uso de drogas ao “descaso” dos
comportamentos de risco
Escrito por Felix Kessler*
* Psiquiatra. Vice-diretor, Centro de Pesquisa em Álcool e Drogas, Hospital de Clínicas de
Porto Alegre, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Editorial
Rev Psiquiatr RS. 2009;31(3):135-137

Recentemente, deparei-me com um interessante livro que versava sobre o tema do acaso,intitulado de “O andar do bêbado” (The drunkard’s walk)1. Segundo o autor, o físico Leonard
Mlodinow, essa expressão simboliza a trajetória de moléculas que flutuam e colidem
aleatoriamente no espaço, correspondendo a uma metáfora de como ocorrem os fatos na vida
dos seres humanos, desde a escolha da profissão, o encontro com o cônjuge até os mais
simples acontecimentos do cotidiano. Apesar dotermo pejorativo na tradução para o
português, essa associação me encorajou a traçar alguns paralelos com estudos recentes
publicados em revistas científicas sobre os aspectos psiquiátricos e neurobiológicos do uso de
substâncias psicoativas (SPA) e dos comportamentos de risco (CR).
Entre os inúmeros eventos aleatórios – mas não sem motivo – que ocorrem ao longo da vida,
o uso de drogas pode sermenos gratificante do que inicialmente se imaginava. A exposição
crônica pode acarretar uma série de consequências físicas, psicológicas e sociais, e a
intoxicação aguda aumenta consideravelmente a incidência dos CR, como ter relações
sexuais desprotegidas e condutas violentas2. Ao experimentar as SPA, os usuários
frequentemente ignoram ou não conseguem avaliar as inúmeras variáveis que,unidas ao
acaso, podem levar um indivíduo a se colocar em risco ou mesmo a se tornar um dependente
químico.
Alguns autores3 ainda discutem a questão de que existe um controle voluntário do consumo
de drogas e dos comportamentos associados, o que direciona o debate para a esfera da ética
e da moral e a conclusões preconceituosas acerca dos usuários. Pensamentos do tipo “ele
usa drogas porque quer”aumentam essa impressão de livre-arbítrio. O fato do próprio sujeito
buscar algo nocivo (droga) e se expor repetidamente a situações que acarretam danos
costuma provocar raiva e rechaço no seu entorno, ou sentimentos contratransferenciais
negativos em seus terapeutas, especialmente durante as constantes recaídas ao longo do
tratamento. Há ainda quem interprete que essas atitudes são dotadasde um cunho
autodestrutivo.
No entanto, não é nessa direção que a ciência vem apontando. Artigos atuais
vêm tratando do assunto como condutas adaptativas vinculadas a disfunções cerebrais4,5.
As hipóteses para explicar o fenômeno do uso de SPA e dos CR são bastante complexas.
Como na avaliação da maioria dos comportamentos humanos, deve-se levar em
consideração as vivências e a subjetividadede cada indivíduo e sua constituição
física/psíquica no intuito de se evitar reducionismos e generalizações.
Os CR já foram conceituados de várias maneiras, mas, atualmente, a maioria das definições
sugere que eles se assentam na ideia de uma oportunidade de se obter alguma forma de
recompensa atrativa em um determinado momento apesar das chances de uma potencial
perda, perigo ou dano. Dianteda imprevisibilidade dos resultados, a probabilidade de que
sejam negativos aumenta. É como dirigir na estrada à noite, intoxicado por álcool, a 120 km/h,

com a intenção de chegar mais cedo ou apenas ter mais emoção/prazer. Porém, caso
apareça um defeito na pista, talvez não haja tempo nem velocidade de reflexo suficientes para
desviar. Ou talvez haja. De qualquer forma, um simples evento,ao acaso, pode selar o
destino do indivíduo envolvido no CR. Alguns poderiam dizer, vulgarmente, que ele está
“dando chance para o azar”.
Mas, o que leva uma pessoa a fazer esse tipo de escolha e colocar a própria vida em perigo
repetidamente?
Afinal, cedo aprendemos que um dos principais objetivos dos animais é
garantir a própria sobrevivência. À primeira vista, essa prática parece um...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Ssssssssssssssss

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!