Solidariedade social e consciência coletiva

Páginas: 5 (1050 palavras) Publicado: 15 de setembro de 2012
Durkheim elaborou o conceito de solidariedade social, tentando mostrar como se constitui e como ela é responsável pela harmonia entre os membros dos grupos, e como ela varia de acordo com a organização social. Para isso ele levou em conta a existência de maior ou menor divisão de trabalho. Para Durkheim, possuímos uma consciência que é comum em todo o grupo e que não representa nossapersonalidade, mas a sociedade agindo e vivendo em nossas vidas. E uma consciência que representa o que realmente somos a nossa peculiaridade fazendo assim que sejamos considerados indivíduos. Ou seja, existe em nós um ser individual que relaciona, nos estados mentais, conosco mesmo e com relações da nossa vida pessoal e outro que exprime através de cada um o sistema de ideias, sentimentos e hábitos do grupodo qual fazemos parte, formando o ser social. E, na medida em que o indivíduo participa da vida social, supera-se a si mesmo. O objetivo da instrução pública, é constituir a consciência comum, formar cidadãos para a sociedade, o ensino deve libertar os espíritos das visões egoístas e dos interesses materiais. A consciência comum constitui no conjunto das crenças e dos sentimentos comuns de umgrupo de uma mesma sociedade e que forma um sistema que tem vida própria. Ela produz sentimentos, ideias e imagens que são de natureza e de realidade independente, ou seja, cada um pode manifestar de uma forma, mas o produto da manifestação será basicamente o mesmo. A harmonia entre os participantes da sociedade é determinada pela extensão da consciência coletiva, quanto mais ela atinge as pessoasmais a harmonia está presente, sendo assim as consciências se assemelham fazendo com que os grupos sintam-se atraídos pelas semelhanças uns com os outros. Porém a consciência moral não atinge, por inteiro, a todos e não há empecilho para que alguns a ofenda, seja de forma moral ou propriamente um crime. Uma invariabilidade tão universal e absoluta é quase impossível, mesmo quando se trata de povosinferiores, em que a originalidade individual está pouco desenvolvida. É inevitável que existam algumas pessoas que apresentem caráter criminoso. Os indivíduos, em algum momento, separam-se do tipo coletivo. Quando há a inserção da divisão do trabalho isso fica mais visível, a consciência comum da espaço ao desenvolvimento da personalidade de cada um. O aumento das divergências privadas é de acordocom a ampliação do meio social. A convivência social dá espaço para expressão da personalidade de cada um, trazendo consigo as divergências nas relações sociais, com o passar do tempo a fisionomia própria, a forma de pensar e de sentir de cada um, vai tomando forma. A harmonia não é banida, pelo contrário, cada um tem sua particularidade e para Durkheim estabelece aí um ponto de semelhança entreas diferenças que homem e mulher, por serem distintos, completam-se formando um todo. Enquanto sentimentos de reciprocidade, baseada na semelhança, levam a aproximação dos membros nas sociedades com acentuada divisão do trabalho, o relacionamento social indica uma correlação baseada na especialização de tarefas. Aqui o equilíbrio e a solidariedade originam-se exatamente da diferenciação, unindo osmembros às suas devidas sociedades. A divisão de trabalho está presente não só no mundo econômico, mas também nas funções políticas, administrativas, judiciárias, artísticas, etc. E a educação tanto exprima elementos comuns da sociedade quanto colabora para essa diferenciação, uma vez que cada profissão exige aptidões particulares. O que une os membros de uma sociedade são os elementos queconstituem a solidariedade, podendo ela ser orgânica ou mecânica, variando de acordo com a sociedade em que está implantada. A solidariedade é mecânica quando “liga diretamente o indivíduo à sociedade, sem nenhum intermédio”, constituindo-se de um conjunto relativamente organizado de crenças e sentimentos comuns aos membros do grupo, é o chamado tipo coletivo, não encontramos neste tipo de sociedade...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • FATO SOCIAL, CONSCIÊNCIA COLETIVA, SOLIDARIEDADE MECÂNICA e ORGÂNICA em E. Durkheim
  • Fatos Sociais e Consciência Coletiva
  • Fatos sociais e consciência coletiva
  • Fatos sociais, consciência coletiva, etc.
  • Consciência coletiva
  • Consciencia coletiva
  • Consciência Coletiva
  • consciência coletiva

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!