Sobre a vida secreta dos gabirus

Páginas: 9 (2200 palavras) Publicado: 3 de janeiro de 2015
Trabalho para avaliação semestral da disciplina Estética I
UERJ, Rio de Janeiro, IFCH – Faculdade de Filosofia
Professor: João Ricardo Moderno
Turma da manhã, 2014.1

Aluno: Cláudio Luiz dos Santos Veiga
Matrícula: 201310165711
claudioveiga@cedae.com.br



1. INTRODUÇÃO

O presente estudo tem por objetivo apresentar um testemunho muito particular acerca da experiência de leitura ede visão da obra A Vida Secreta dos Gabirus, de Carlos Nejar. A intenção é tentar denunciar, com o nosso testemunho, o quanto é ocioso ler o que não é para o pensamento. Inútil buscar correspondência com qualquer coisa no mundo real, pois não se trata de ciência ou filosofia. Mais inútil, ainda, é a visão com os próprios olhos, sejam os do corpo como os do próprio espírito, pois só é possívelcontemplar a arte com a visão da intuição, mas não com a percepção clara e imediata do pensamento, e sim, tentando sintonizar-se diretamente com a intuição do próprio artista.
Nosso testemunho quer mostrar que ler está para a ordem das palavras assim como intuir está para a ordem da imagem. As palavras, enquanto objetos físicos (sinais escritos ou falados), apesar de servirem de matéria para atransposição da imagem1 (e, por isso, elas são úteis), paradoxalmente, podem nos iludir em vez de nos auxiliar. E arte não é feita para iludir... Já a intuição, uma vez captada pela sintonia entre espectador e artista nos permite a passagem da gabiruzisse2 para a fantasia. E como a arte é forma que só pode ser contemplada pela intuição, que, por sua vez, só é acessível pela fantasia, então, o leitorgabiru, ao ler Nejar, se, como num passe de mágica, conseguir espreitar ao longe, pelo menos, o universo por ele criado, fatalmente se encantará com a luz e dele fará parte enquanto criatura e criador também: de gabiru à iluminado!
Nossa denúncia é que não se pode ler Nejar, sob pena de não acessar seu universo. Pois como Croce mesmo asseverou, a arte não é da ordem do físico. A poesia, apesar dedepender das palavras, não se reduz a elas. As palavras são dados físicos, portanto, foram feitas para serem lidas, escritas, faladas ou ouvidas:

“E isso é certamente possível, e acontece de fato sempre que, distraindo-nos do sentido de uma poesia, renunciando à sua fruição, nos pomos, por exemplo, a contar as palavras de que a poesia é composta, e a dividi-las em sílabas e letras, ou sempreque, distraindo-nos do efeito estético de uma estátua, a medimos e pesamos: coisa sobremaneira útil para os que constroem embalagens para as estátuas, assim como a primeira é útil aos tipógrafos que precisam “compor” páginas de poesia; mas sobremaneira inútil para o contemplador e o estudioso da arte, ao qual não aproveita e não é lícito “distrair-se” de seu objeto próprio. Portanto, a arte tambémnão é um fato físico neste segundo sentido; ou seja, quando nos propomos penetrar sua natureza e seu modo de operar, de nada nos vale construí-la fisicamente.”3.

Quando paramos de ler as palavras pelas quais Nejar transpôs4 sua obra, e começamos a intuir pela fantasia, somos catapultados das tocas dos esgotos da ignorância artística (gabiruzisse) diretamente para o mundo da luz artística. Eis opróprio sonho de um autêntico gabiru:

“(...) Sou gabiru, mas não me sinto bem como rato, por ser homem, e o rato, que é doido de roer, foi expulso. Quer os túneis escuros e eu não. Preciso de luz e não me conformo. – Eu te ajudo! E ele agradeceu, cortês, sem a astúcia dos espécimes, esvaziados de despensas e habitantes das tocas (...)”5.

É com essa mirada que iremos apontar alguns aspectos, naobra de Nejar, que nos deixaram perplexos e repletos de luz. Não faremos uma resenha, tampouco um resumo, pois não se trata de um texto que deva ser lido, apenas tentaremos dar uma visão panorâmica daquilo que nos tocou o espírito e incendiou nossa fantasia quando nos pusemos a contemplar A Vida Secreta dos Gabirus.

2. O INSTRUMENTO DO POETA

Estamos sempre insistindo na advertência de...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • A Vida Secreta Das Plantas
  • Resenha Vida Secreta Da Guerra
  • a vida secreta das abelhas
  • Documentário
  • a vida secreta das abelhas
  • A vida secreta da criança antes de nascer
  • Resumo do livro A vida secreta dos apóstolos
  • Sobre minha vida

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!