slides depressao pos partoCINTIA

Páginas: 12 (2811 palavras) Publicado: 22 de julho de 2015
DEPRESSÃO MATERNA NO PERÍODO PUERPERAL.
JOANA DARC RODRIGUES FERREIRA
Orientadora: Prof.ª Dra. CINTIA BRAGUETO

Agradecimentos

Agradeço a minha orientadora profª Drª
Cíntia Braguetto por sua generosidade
em compartilhar seus conhecimentos de
maneira
simples
e
espontânea,
respeitando a minha individualidade e
subjetividade

Agradeço
as mães que
participaram da pesquisa, que
abriram a porta desuas casas e
de
seus
corações,
confidenciando seus sofrimentos
como se fosse um pedido de
ajuda

Ao professor e supervisor de estágio
Wellington Bessa que muito me ensinou
nestes dezoito meses de supervisão,
com sua postura ética e seu sorriso
acolhedor, ensinamentos estes que me
acompanharão para sempre!

REVISÃO DA LITERATURA
O que é Depressão pós-parto?

A depressão pós-parto (DPP) é umimportante problema de
saúde pública, afetando tanto a saúde da mãe quanto o
desenvolvimento de seu filho. A manifestação desse quadro
acontece, na maioria dos casos, a partir das primeiras quatro
semanas após o parto, alcançando habitualmente sua
intensidade máxima nos seis primeiros meses (DINIZ, 1999)
A depressão pós-parto é um distúrbio do humor de grau
moderado a severo, clinicamente identificadoao Episódio
Depressivo que está descrita no DSM. IV (Classificação de
Doenças Mentais da Associação Norte-americana de Psiquiatria)
e no CID.10, este distúrbio tem início dentro de seis semanas
depois do parto. A classificação da Depressão Pós-Parto, ainda
não está definitivamente estabelecida (BALLONE, 2000).

REVISÃO DA LITERATURA

PSICOSE PÓS-PARTO, PSICOSE PÓS-NATAL OU
PSICOSE PUERPERAL:Segundo Feinenmann (1997, p. 45), a
psicose pós-parto é a mais grave de todas
as formas de insanidade mental, que
requer tratamento psiquiátrico, sendo,
deste modo, relativamente rara. Surge,
geralmente, nas duas primeiras semanas
após o parto, resolvendo-se em um a três
meses com tratamento adequado. A
recorrência em futura gravidez é de cerca
de 1/3.

REVISÃO DA LITERATURA
FATORES

PREDISPONENTES,FISIOPATOLÓGICOS

E

TRATAMENTO

LANGER, (1986)Contrária às idéias que a maternidade só comporta o amor
irrestrito e apoiando a perspectiva das teorias do gênero,
segundo a qual a maternidade é construída e não instintiva, a
maternidade e a maternagem, segundo os antropólogos e
sociólogos, é um construto social e cultural que decide não só
como criar os filhos, mas também, quem é responsável poreles.
PAIKEL (1980) concluiu que os acontecimentos da vida
desempenham um papel significativo. Um relacionamento
conjugal pobre, situação econômica precária, falta de apoio
por parte do marido e falta de suporte social, são os fatores
mais indesejáveis e que causam impacto mais forte no
indivíduo.

Segundo Harvey (2002), na depressão pósparto, existe duas maneiras biológicas de
abordar o que estaacontecendo com o corpo
e como isso pode desencadear o problema.

As substâncias químicas no cérebro,
responsáveis por regular o humor, os
neurotransmissores, transmitem mensagens
sobre os nossos pensamentos, sentimentos,
impulsos e decisões, bem como quando
dormir, comer de uma célula nervosa
(neurônio)
a
outra.
Os
principais
neurotransmissores envolvidos na depressão
são
a
serotonina,
anoradrenalina
(norepinefrina) e a dopamina.

Na depressão pós-parto, as alterações nos
níveis de hormônios após o parto também
podem
desencadear
o
problema.
Os
desequilíbrios nos hormônios da tireóide após o
parto equivalem a cerca de 10 por cento das
mulheres que sofrem de depressão pós- parto.

REVISÃO DA LITERATURA
tristeza; choro fácil; desalento; abatimento; labilidade
emocional; anorexia; àsvezes acompanhada de náuseas;
distúrbios do sono, principalmente insônia inicial e
preocupações envolvendo o bebê como, por exemplo,
sentimento de não amá-lo o suficiente, medo de prejudicálo, ansiedade com o sono e com a alimentação da criança,
sentimento de incapacidade para um cuidado adequado,
podendo haver também, nas multíparas, temor do ciúme
dos filhos mais velhos em relação ao bebê;...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Educação fisica e depressão (SLide)
  • Depressao pos parto
  • Depressão Pós-Parto
  • Depressão pós parto
  • Depressão pós parto
  • Depressão pós parto
  • depressão pós parto
  • DEPRESSÃO PÓS-PARTO

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!