SIMPLES NACIONAL, LUCRO PRESUMIDO E LUCRO REAL

Páginas: 13 (3031 palavras) Publicado: 1 de dezembro de 2013
1. As Formas de tributação: Simples nacional, lucro presumido e lucro real

Esse tema foi escolhido para sanar um pouco a curiosidade de quem e interessado nesse assunto mais ainda tem pouco conhecimento nessa área, desperta o interesse em quem ainda não conhece as tributações e não sabe o valor real de sua importância para a sociedade e mostrar a importância de se ter pessoas especializadas eque saiba um pouco sobre as tributações já que hoje os impostos e de estrema importância nas empresas, e as empresas que não faz suas tributações corretas poderá ter serias dores de cabeça futuras. As instituições que trata da fiscalização e do recolhimento dos tributos vem a cada dia mais fechando o cerco para que não aja mais sonegação de impostos.
A importância social dos tributos e nada maisnada menos do que a obrigação imposta as pessoas físicas e pessoas jurídicas de recolher valores ao estado ou entidade equivalente, conforme a lei que a criou. Tem a função de atender as necessidades publicas que são transformadas em bens e serviços como: Educação, Saúde, Segurança publica, Estradas, Habitação, creches e saneamento básico etc.
A escolha do regime tributário e o enquadramento eque irão definir a incidência e a base de calculo dos impostos federais no Brasil os três tipos de regimes tributários mais utilizados nas empresas nos quais estas podem se enquadrar de acordo com as atividades desenvolvidas esses três regimes tributários mais usados são o simples nacional, lucro presumido e lucro real. Podemos ressaltar que cada regime tributário possui a sua legislação própria quedefine todos os procedimentos a serem seguidos pela empresa a fim de definir um enquadramento mais adequado.

2. Simples nacional
De acordo com a Receita Federal o Sistema Integrado de Pagamento de Impostos e Contribuições das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte é um regime tributário diferenciado, simplificado e favorecido previsto na Lei Complementar nº 123, de 14.12.2006.
aplicávelàs Microempresas e às Empresas de Pequeno Porte, a partir de 01.07.2007. Consideram-se Microempresas (ME), para efeito de Simples Nacional, o empresário, a pessoa jurídica, ou a ela equiparada, que deve ser em cada ano calendário, receita bruta igual ou inferior a R$ 240.000,00. Já as Empresas de Pequeno Porte (EPP) são empresários, pessoas jurídicas, ou a elas equiparadas, que venham ser em cadaano-calendário receita bruta superior a R$ 240.000,00 e igual ou inferior a R$ 2.400.000,00. O simples nacional tem o recolhimento dos seguintes tributos Imposto sobre a Renda da Pessoa Jurídica (IRPJ); Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI); Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL); Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (COFINS); Contribuição para o Programa deIntegração Social (PIS); Contribuição para a Seguridade Social (cota patronal); Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e Sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação (ICMS); Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN).
2.1 Vantagens
Desde a sua implementação o Simples nacional trouxe muitos benefícios às empresasbrasileiras. Sua forma de apuração unificando oito impostos (IRPJ, IPI, CSLL, COFINS, PIS, INSS, ICMS e ISS) em uma única arrecadação agradou muitos empresários.
Outro benefício trazido para as microempresas e as empresas de pequeno porte é que são dispensadas da entrega da apresentação da DCFT – Declaração de Débitos e Créditos de Tributos Federais e do DACON – Demonstrativo de Apuração das ContribuiçõesFederais.
O Simples Nacional também tem a vantagem com questões das licitações. O Simples Nacional determina que os governos estaduais, municipais e federais são obrigados a destinar uma parcela das licitações públicas para empresas da maioria dos setores do comércio, indústria e serviços.
As vantagens vão além dos benefícios, pois ficará mais simples para pequenas e médias empresas obter...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Lucro real, presumido e SIMPLES nacional
  • Lucro presumido
  • Simples nacional,lucro presumido, lucro real
  • Planejamento tributario lucro real presumido simples nacional
  • Lucros Simples, Real e presumido
  • Lucro real, arbitrado, presumido, ou simples nacional
  • Simples nacional versus lucro presumido
  • Lucro presumido x simples nacional

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!