simbolismo dos cabindas

Páginas: 26 (6366 palavras) Publicado: 6 de março de 2014
 
O SIMBOLISMO DOS CABINDAS
Pelo P.re Joaquim Martins C.S.Sp.
Dezembro de 1961
Os habitantes do País de Cabinda são na sua maioria povos Bakongo vindos do antigo Reino do Congo.
Bakongo (note-se que o prefixo ba indica, por si só, o plural, e não dizemos ou escrevemos Bakongos) são também, genealógicamente, todos os povos que se encontram desde São Salvador do Congo até Alima, desde oOceano até Léopoldville (Kinshasa) e mesmo até Batege e Kasayi, posto que se chamem Bawoyo (N'Goyo), Bayombe, Bavili, Balinge, Basolongo, Bakongo, Bambata, Basundi, Baluba, etc., etc..
É historicamente certo ter havido uma emigração dos povos de São Salvador do Congo. Longo levaria apresentarmos as razões. dessa emigração, segundo as várias tradições conhecidas.
A chegada, porém, dos Bawoyo,sem ser possível precisar a data, não parece ser anterior a 1500.
Encontramos no País de Cabinda os Bakongo propriamente ditos, Bawoyo, Basundi, Bayombe, Bavili, Balinje e Baluangu. Os Balinje e Baluangu podemos considerá-los como Sub-clãs, sub-tribos.
Quanto aos Bakongo e Bawoyo, encontram-se, na maioria, dentro do País de Cabinda. Os Bayombe, Basundi, Bavili estão ligados aos territóriosvizinhos, onde se encontra a maioria dos representantes do clã: os Bavili, ligados ao ex-Congo Francês, os Bayombe ao ex-Congo Francês e ex-Congo Belga e os Basundi com infiltração - e muito grande - no ex-Congo Belga.
É entre estes povos do País de Cabinda, sobretudo entre os Bakongo, Bawoyo e Basundi, que encontramos os exemplares mais interessantes e mais típicos do simbolismo entre os Cabindas.A região de Kakongo entra ainda, bastante, pelo vizinho ex-Congo Belga. O Chefe, porém, dos Bakongo habita em terreno de Cabinda, na aldeia do Kai-Kaliado.
Os documentos que vamos apresentar, como exemplares do simbolismo entre os Cabindas, representam testos de panela (Libaia linzungu, pl. mabaia manzungu), esteiras (Nkuala buinu, p1. zinkuala zibuinu) e a bandeira do Rei do Reino Estado deKakongo, o Kapita Mueninpolo, do Kai-Kaliado.
Os testos encontrámo-los, quase unicamente, entre os Bakongo - habitantes das terras de Kakongo - e os Bawoyo - habitantes das terras de N'Goyo - e ainda, um pouco, entre os Bavili e Balinje - habitantes das terras de Loango.
As esteiras vemo-las, ordinariamente, entre os Basundi, Bayombe e Balinje.
Estas esteiras são trabalho das mulheres. Ostestos, dos homens.
Examinando superficialmente os testos e as esteiras, seremos levados a dizer o que quase sempre se diz: trabalhos indígenas, arte indígena.
Se nada mais procurarmos, se nos contentarmos só com o que os olhos nos podem mostrar, muito pouco teremos visto e estacionaremos muito longe da verdade.
Não se nega certa arte, por vezes, muita arte, na confecção destes objectos. Há-osperfeitamente executados. Muitos trabalhos manuais, saídos das mãos dos alunos e alunas dos nossos colégios e escolas, ficariam àquem de muitas esteiras impecavelmente tecidas pelas indígenas elas simples aldeias.
Arte e habilidade, quer nos testos quer na esteiras saídas das mãos dos nossos ou nossas indígenas, existe. A manifestação do belo encontra-se em todas as raças e tribos.
Mas há muitomais do que arte em todas essas figuras e desenhos. Os indígenas - note-se que nos referimos aos do País de Cabinda - não gravam uma imagem num testo de panela ou tecem desenhos em uma esteira ou esculpem, seja o que for, nas cabaças do vinho de palma ou rabiscam qualquer coisa nas panelas e sangas de barro só porque é mais ou menos bonito, mais ou menos interessante. O que gravarem, tecerem,esculpirem, rabiscarem tem um sentido.
Não gravam este ou aquele animal, este ou aquele objecto só por gravar. Esse animal, esse objecto, essa figura é um símbolo, é a representação de suas ideias, é uma escritura!...
Por isso, o grande etnógrafo Padre Leo Bittremieux, dos Padres Scheut, chamava-lhe escritura ideo-gramatical.
De facto, nesses trabalhos dos indígenas, nada há perdido. A tudo...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • cabinda
  • Simbolismo
  • simbolismo
  • simbolismo
  • Simbolismo
  • Simbolismo
  • Simbolismo
  • O simbolismo

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!