Sim às cotas

Páginas: 6 (1486 palavras) Publicado: 8 de novembro de 2012
Universidade Federal de Minas Gerais
Faculdade de Educação
Pós-Graduação Especialização Lato Sensu em Docência na Educação Básica
História da África e Cultura Afro-Brasileira: uma introdução à lei 10639/03
Disciplina: Ética e Educação

Artigo de Opinião

Sim às Cotas

Impressiona observar como a discussão de ações afirmativas para a população afro–
descendente que ocorre no meio depessoas letradas, como as que freqüentam um curso de pós–
graduação em História da África e Cultura Afro–Brasileira : uma introdução à lei 10.639/03 na
UFMG, destinado a professores públicos da rede municipal de Belo horizonte, provoca tanta
controvérsia. Vale a pena assinalar como educadores posicionam-se das mais diversas formas diante
do tema: há a defesa ferrenha da implantação das cotasraciais nas universidades públicas, a
indiferença em relação ao tema (nunca ter sequer “pensado” no assunto), a defesa do sistema de
mérito no vestibular, ser totalmente contra a adoção das cotas, e ainda, o que é pior, a defesa do
mito da democracia racial brasileira como justificava para a posição contra.
Quando falamos de professores de escolas públicas, parece–nos que não existem pessoas
maisqualificadas e com conhecimento de causa para fazer a defesa das cotas. Por quê? Porque são
profissionais que lidam todos os dias com os alunos pobres, grande parte deles negros, conhecem
sua realidade, trajetória de vida familiar, marcada muitas vezes por ausências diversas e carências
de várias ordens.
O professor público, independente de sua origem social, devia imbuir–se de uma posturapolítico–profissional de defesa de seus alunos, sujeitos possuidores de direitos. Para aqueles
profissionais que têm origem social semelhante a dos alunos, e conseguiram com muito esforço
cursar uma faculdade, parece mais fácil defender a adoção de cotas raciais como um recurso
imediato para minimizar as gritantes disparidades que impedem o acesso do negro ao ensino

superior. Porém, nessemesmo grupo de educadores, há os que possuem o seguinte discurso: “ –
Não às cotas. Se eu consegui por que os alunos não conseguiriam?” Se esquecem, porém, de todo
um percurso marcado por dificuldades extremas, de invisibilidade dentro da instituição, com a
ausência de políticas afirmativas que permitissem ali sua permanência com mais qualidade.
Entre os educadores provenientes de classessociais elevadas existem sim os que altamente
politizados fazem a defesa das cotas. Mas o que se percebe é que, de forma geral, existem muitos
que se mostram contra.
Entre os argumentos, o que menos convence é o de que os negros beneficiados com as cotas
sentiriam–se menosprezados e discriminados nas universidades. Ora, como julgar como o outro se
sentiria se conseguisse, se não temos asensibilidade para pensar em como o outro se sente por não
conseguir? Acredito que qualquer negro beneficiado pelo sistema de cotas tem muito mais a fazer e
pensar do que se preocupar em saber como os outros se sentem em relação a ele. É uma pessoa que
quer estudar, adquirir conhecimento, superar deficiências, mostrar que é tão competente quanto
qualquer outro estudante da universidade. Não justificadizer não às cotas porque o beneficiado se
sentiria descriminado, se ele já o é sem entrar para uma universidade.
Um outro argumento improcedente é dizer que o nível dos cursos cairia por causa da
presença dos alunos negros provenientes do sistema de cotas. Nas universidades que já implantaram
o sistema, dados atestam que os alunos têm desempenho semelhante ao de seus pares. Porém, se aoimplantar as cotas, as universidades criassem também políticas de ações afirmativas para a
permanência desses alunos, tanto melhor para a qualidade de ensino.
Levando a discussão para além dos professores públicos ... vemos que há muito tempo as
organizações que compõem o movimento negro discutem políticas públicas voltadas para a
população negra. De alguns anos para cá, as discussões têm se...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Cartilha cotas raciais.por que sim?
  • eu sim eu
  • sim sim
  • Sim é esse
  • sim sim
  • É sim
  • SIM este é
  • Cotas

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!