serviço social

Páginas: 5 (1103 palavras) Publicado: 1 de dezembro de 2014










































































SUMÁRIo
1-INTRODUÇÃO-----------------------------------------------------------------3

2-DESENVOLVIMENTO------------------------------------------------------ 4

-A DIVISÃ0 SOCIAL DO TRABALHO-----------------------------------4

- AS RELAÇÔES FAMILIARES NA CONTEMPORANEIDE--------5

-MULHER MERCADO DE TRABALHO E AS CONFIGURAÇÕES
FAMILIARES DO SÉCULO XX-----------------------------------------------5


3-CONCLUSÃO-------------------------------------------------------------------64-REFERÊNCIAS-----------------------------------------------------------------8














INTRODUÇÃO


Neste trabalho discutiremos sobre a importância da família e o trabalho na reestruturação produtiva. O trabalho é constitutivo do campo do fazer humano ,quando ele age ,cria , empreende ,produz objetos e saberes, bens materiais e bens simbólicos que são distribuídos e apropriados socialmente. A produção,distribuição, e apropriação desses objetos e saberes geram o poder, a cultura, a politica, o modo de viver, o conhecimento e as relações sócias. Por meio do seu trabalho o indivíduo interage com o meio, expressa seus objetivos propõem alternativas que facilitam o seu cotidiano, produz riquezas, rege ás mudanças que ameaçam a sua sobrevivência. A participação das mulheres no mercado de trabalho uma conquista aolongo do século xx cada vez mais as mulheres veem ganhando mais espaço no mercado de trabalho, e tornado chefe de família. Amentando a sua participação como pessoa de referencia no domicilio. Essa mudança se dar pela redefinição de papéis no interior da família. Deste modo de o presente documento tem por finalidade propiciar uma reflexão sobre o conhecimento, referente a participação das mulheresno mercado de trabalho ,a divisão social do trabalho e as relações familiares na contemporaneidade.














DESENVOLVIMENTO


Nos anos 90 houve um aumento significativo do desemprego tudo isso se deu por causa da reestruturaçãoprodutiva principalmente na região de São Paulo. Assim ocorreram as alterações na relação família-trabalho a diminuição da renda familiar fez com que houvesse uma grande crise. A Falta de politicas sociais por parte do governo fez com que a precariedade aumentasse ai mais destruído à renda familiar. O Elevando nível de desemprego aumenta o numero de empregos informaisaumentando o empobrecimento da população. Ocorrendo mudanças no que se refere aos padrões familiares. “Algumas transformações na família que já se anunciavam nos anos nos anos 80 acentuaram-se na região metropolitana de São Paulo nos anos 90, tal redução de proporção das famílias compostas por casais e filhos e o crescimento das famílias nucleadas por” chefes de família’’ sem cônjuge, masculinos oufemininos, não obstante predominância dos últimos e o aumento no numero de domicílios unipessoais (Montali, 1998).Com a crise do mercado do trabalho vieram as mudanças no meio familiar as a crescente participação das mulheres no mercado de trabalho, no decorrer da reestruturação das atividades econômicas surgiu á redução do trabalho masculino e a preservação do emprego feminino. “Sexualização’ ‘das ocupações, ou...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Resenha o serviço social na era dos serviços
  • Serviço social
  • Servico social
  • Serviço social
  • Serviço social
  • Serviço social
  • Serviço social
  • Serviço social

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!