Serviço social

Páginas: 76 (18872 palavras) Publicado: 24 de setembro de 2012
Livro o que é realidade
"CAI NA REAL"
"Quem compreende que o mundo e a verdade sobre o mundo são radicalmente humanos, está preparado para conceber que não existe um mundo em si, mas muitos mundos humanos, de acordo com as atitudes ou pontos de vista do sujeito existente." (W. Luijpen).
A expressão que dá nome a este capitulo introdutório é uma das tantas que diariamente surgem no usocoloquial da linguagem e que podem ou não se incorporar ao acervo de uma língua. "Cai na real" é uma gíria brasileira recente, significando um apelo para que nosso interlocutor deixe de sonhar ou de fazer planos mirabolantes e utópicos e volte à realidade, volte a ter "os pés no chão", Interessante esta visão espacial da questão: o sonho, a ilusão, o erro estão nas alturas; a realidade, no solo. Quando setrata de abandonar o irreal, de voltar-se ao mundo sólido e concreto, caímos na realidade, colocamos os pés no chão. O real é o terreno firme que pisamos em nosso cotidiano.
Realidade. Todos usamos rotineiramente esta palavra nos mais diferentes contextos e áreas de atuação e, no entanto, quase nunca paramos para pensar em seu significado, no que encerram estas suas nove letras. E não paramosporque, assim à primeira vista, o conceito nos parece tão óbvio que consideramos desnecessário qualquer questionamento a seu respeito. Todavia, segundo uma asserção que já se tornou popular, o óbvio é o mais difícil de ser percebido. Aliás, a este respeito já dizia um antigo professor que se o homem vivesse no fundo do mar provavelmente a última coisa que ele descobriria seria a água.
Muitasciências -- especialmente as chamadas ciências humanas -- trabalham com o conceito realidade, incorporando-o ao seu jargão característico. Na psicologia e ciências afins (psicanálise, psiquiatria) talvez seja onde o emprego da palavra é maior e mais decisivo e, paradoxalmente onde o seu significado é menos pensado e questionado. Estudantes e profissionais da psicologia quase sempre embatucam quando selhes propõe que expliquem o termo realidade que empregam em suas falas e dissertações. Em geral tais pessoas descartam a questão por considerá-la "óbvia demais", ou então respondem com frases feitas empregadas pelo senso comum, como: "realidade é como o mundo é", ou "realidade é aquilo como as coisas são". Expressões que não dizem nada nem esclarecem qualquer dúvida, pois, afinal, como é que o mundoé? Como as coisas são? E elas serão sempre de uma mesma forma ou podem variar de acordo com a maneira como são olhadas e apreendidas?
Tome-se um quadro a óleo, por exemplo. Nele se vê uma paisagem composta por algumas plantas em primeiro plano, uma árvore florida cercada por um gramado em segundo plano e tendo ao fundo o horizonte tisnado aqui e ali por fiapos de nuvens esgarçadas. Com certezanos tomariam por loucos se disséssemos que nele, plantas, árvore, gramado e nuvens são reais. As plantas do quadro não possuem a mesma qualidade de existência daquelas que vivem ali no jardim e, no entanto, existem, ainda que de maneira diferente. Certamente poder-se-ia dizer que as plantas do jardim são reais, e aquelas do quadro uma representação deste real. Mas isto não resolve a questão, pois oquadro apresenta também um segundo "nível" de realidade: é composto de tintas, tela e madeiras, elementos que podem ser trabalhados de diversas maneiras, criando-se uma realidade pictórica ou não. Em outras palavras: existe uma realidade do quadro que capto com a minha sensibilidade e emoção, e outra captada de maneira tais "física", digamos assim. O quadro para o espectador é diferente do quadropara o carregador de mobílias, e diferente ainda para o cientista que o submete ao raio X e a outros processos a fim de comprovar se ele, na realidade, foi pintado no século XVIII. Diferentes maneiras de se apreender o mesmo objeto: em cada uma delas o quadro possui uma realidade diversa.
Ou ainda a árvore florida, que serviu de modelo ao pintor. Enquanto este a captava em termos de forma,...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Resenha o serviço social na era dos serviços
  • Serviço social
  • Servico social
  • Serviço social
  • Serviço social
  • Serviço social
  • Serviço social
  • Serviço social

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!