Sequencia didática

Páginas: 7 (1590 palavras) Publicado: 26 de abril de 2012
Figuras de linguagem

FIGURAS DE PALAVRAS:
Metáfora: Emprego de uma palavra com sentido diferente do Sentido usual, a partir de uma comparação subentendida entre dois elementos. Ex: Eu sou uma ilha longe de você.

Metonímia (sinédoque): Substituição de uma palavra por outra, quando entre ambas existe uma proximidade de sentidos que permite essa troca.
Ex.: Lemos Machado de Assis porinteresse. (Ninguém, na verdade, lê o autor, mas as obras dele em geral.)

Catacrese: Consiste em dominar algo (um objeto, uma ação etc.) usando impropriamente uma determinada palavra por não haver outra mais adequanda.
Ex: A perna da mesa quebrou-se

Comparação: Consiste em estabelecer entre dois seres ou fatos, uma relação semelhança, atribuindo a um deles caracteristica(s) presente(s) no outro.Ex.: O Amor queima como o fogo.

Antonomásia (ou Perífrase): É a desegnação da pessoa não pelo seu nome, mas pela qualidade ou circunstância que a notabilizou.
Ex: O Poeta dos Escravos (= Castro Alves)

Sinestesia: Consiste em evocar impressões sensoriais, o que permite a fusão de sensações visuais, táteis,ofativas, etc.
Ex: “Vejo em teus olhos a música dos meus passos.
Através da noite queme envolveu
A luz dos sons me comtempla...”

FIGURAS DE PENSAMENTOS:
*Antítese e Paradoxo: Na antítese, apresentam-se ideias contrárias em oposição. No paradoxo, as ideias aparentam ser contraditórias, mas podem ter explicação que transcende os limites da expressão verbal.
Paradoxo é a aproximação de ideias contrárias.
Ex.: Já estou cheio de me sentir vazio.
Antítese consiste na exposiçãode palavras contrárias.
Ex.: Ele não odeia, ama.

Ironia: figura por meio da qual se enuncia algo, mas o contexto permite ao leitor (ou ouvinte) entender o oposto do que ese esta afirmando.
Ex.: é um exelente goleiro...só deicou que marcassem oito gols.

Eufenismo: figura por meio da qual se procura suavisar, tornar menos chocates palavras ou expreçoes que são normalmente desagradáveis,dolorosas ou contrangedoras.
Ex: “Como dizia o pai de um filho burro: ‘Às vezes tenho que concordar em que meu filho não atingiu o índice normal de aproveitamento para meninos de sua idade’”

Apóstrofe: É a interpretação enfática de pessoas ou coisas que podem estar presentes ou ausentes, reais ou imaginárias.
Ex: Colombo! Fecha a porta dos teus mares!

* Hipérbole: Exagero intencional, com afinalidade de intensificar a expressividade e, assim impressionar o ouvinte (ou leitor).
Ex: Chorou rios de lágrimas.

Prosopopéia (ou Personificação): Consiste em atribuir a seres inanimados (sem vida) características de seres animados; ou em atribuir características humanas a seres irracionais.
Ex: “ O fogo, bem defronte do rancho festivo, iluminavao terreiro. Lúcio pôs-se a observar aagonia da lenha verde que se estorcia, estalava de dor, estoirava em protestos secos e se finava, chiando, espumando de raiva vegetal.”

Gradação: Consiste em série de palavras ou expressões em que o sentido vai se intensificando continuamente.
Ex: Ao relembraro que dissera à namorada naquele momento de ciúme incontrolavél, samuel sentiu-se um animal, um inseto, um verme, um nada.


FIGURASDE CONTRUÇÃO (OU SINTAXE)
Elipse: Omissão de termos que podem ser subentendidos facilmente.
Ex: Quanta perversidade no mundo! (Subentende-se o “há”.) = (elipse do verbo haver)
Pleonasmo: Consiste em intensificar o significado de um elemento do texto por meio da redundância, isto é, da repetição da ideia já expressa por esse elemento.
Ex: Vi com meus próprios olhos. (Está claro que ninguém podever, com os olhos alheios.)
Polissíndeto: Emprego repetitivo da conjunção (geralmente e e nem) entre as orações de um período ou entre os termos de uma oração, geralmente usado para dar sonoridade as palavras.
Ex: Trabalha e teima, e lima, e sofre, usa! (Olavo Bilac)
* Assíndeto: Falta de conjunção entre elementos coordenados.
Ex: Estava mudo, pálido, trêmulo, assustado. (Repare que poderia...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • sequencia didatica
  • SEQUENCIA DIDÁTICA
  • Sequencia didatica
  • Sequencia didatica
  • sequencia didática
  • Sequência didática
  • Sequência didãtica
  • Sequencia didática

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!