SEMIAUTÔNOMOS E MELHORIA CONTÍNUA

Páginas: 19 (4518 palavras) Publicado: 20 de outubro de 2014
8 Y G E q Gr@ 8ri P i 8 Sr8v C X u S a ` GC D 8r E 8C q S i S D h E Y Q P d S a ` P Y C X G 8 U S Q 8 P H E C 8 @ 8
FAF hEY FAtsAtyBARptyxwS FeFAbc¥Fcts@ R¥FFApFFS Ag FfBeFcbBFVS FIRWVTRBFIG FD ABA97
4 ) 6 5 " 4 0 3 # " 1 0 ) ( % # & % # # !  ¨ ¤   ¨    ¨   ¨ ¦ ¤¤ ¢  
£'''¡$'2) £©'©$" £ ¡£¡©§¥¡£¡ 
Foz do Iguaçu, PR, Brasil, 09 a 11 de outubro de 2007

A RELAÇÃOENTRE GRUPOS SEMIAUTÔNOMOS E MELHORIA CONTÍNUA
Rodrigo Valio Dominguez Gonzalez (UFSCAR)
valio@dep.ufscar.br

Este artigo faz uma análise de como a organização do trabalho
baseada nos princípios da escola sócio-técnica sustenta a prática da
melhoria contínua. Para tanto, é realizado, além de uma breve revisão
bibliográfica envolvendo os elementos hhabilitadores da melhoria
contínua e asprincipais características dos grupos semi-autônomos
(GSA’s), uma pesquisa de campo abragendo estudo de caso e survey
em uma empresa que migrou de um sistema de trabalho clássico para
uma abordagem sócio-técnica. A pesquisa sugere que os principais
elementos responsáveis pela sustentabilidade da melhoria contínua são
desenvolvidos de forma mais eficiente na segunda abordagem.
Palavras-chaves:Melhoria Contínua, Escola Sócio-Técnica, Grupo
Semi-Autônomo

m { r q „ r…n m…ƒ t ƒ m w m‡ o z † w } | o p m… q o „ w ƒ w p ‚ q { v t  w } | t { o z r m xw v m t s q o m n m
W~c ‚q{ cw¥tw¥xcsyx… ˆyw cbW~u~r Ww¥yn ym cW~Wcw ~ W€ccc~~WcWw W£yBt£Wu'r cp scw9l
h 7 j i • h d g – • e d 7 ™ — – ˜ — – – • ” “ † ˆ‚ ‡ “ † ˆ ‘  † ˆ ‡ † „ ‚‚  €
©k§‰‰§…T‰f7 ‰©‰‰V‰‰FT‰p'e‰ƒ©e$§’e‰©¡V…ƒ©©€

Foz doIguaçu, PR, Brasil, 09 a 11 de outubro de 2007

1. Introdução
A necessidade da prática da melhoria contínua dentro das organizações a fim de matê-las
competitivas no mercado é um assunto bastante consolidado no meio acadêmico. Embora
diversas pesquisas atuais tem direcionado seu foco para a inovação radical, a realização de
inovações incrementais é uma premissa para a manutenção dacompetitivade organizacional.
Dessa forma, é necessário estruturar as atividades de melhoria contínua de forma que se torne
uma rotina nas organizações, combinando essas pequenas melhorias, de curto-prazo, com
inovações de ruptura, de longo-prazo, conforme sugeridos por diversos autores como Shiba et
al. (1997), Walden (1993) e Juran (1992) entre outros.
Conforme definido por Bessant et al. (1994), amelhoria contínua é um processo de inovação
incremental, aprensentando pequenos ciclos de mudança que vistos separadamente têm
pequena relevância, exigindo, assim, uma elevada frequência de execução.
Para tanto, as organizações necessitam promover uma transformação no ambiente produtivo a
fim de desenvolver uma cultura que fomente estas atividades, considerando também a forma
de organizaçãodo trabalho.
Sabe-se que a melhoria contínua é um dos pilares do sistema japonês de produção (sistema
Toyota), cuja denominação também é conhecida como kaizen, que constrói uma forma
especial de pensar, voltada para o processo, exigindo o envolvimento de todos os
funcionários. A escola sócio-técnica, que pode ser considerada a última evolução de
organização dos sistemas produtivos, tambémpreconiza uma elevada participação dos
indivíduos em atividades diferentes da execução.
Em contrapartida, o modelo clássico de produção em massa apresenta um nítido rompimento
entre os funcionários que exercem atividades que envolvem o “pensamento” e os funcionários
que exercem funções que tangem a simples “execução”. Assim, apenas os indivíduos
pertencentes ao primeiro grupo se envolvem commelhorias.
O artigo tem como objetivo analisar como a organização do trabalho influencia o
desenvolvimento dos elementos habilitadores da melhoria contínua. Deve ficar claro que não
é intenção do artigo avaliar os resultados de programas de melhoria contínua, em função de
custos ou produtividade, por exemplo. Para o atingimento deste objetivo, o artigo tem uma
primeira parte voltada a uma breve...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • melhoria continua
  • MELHORIA CONTINUA
  • melhoria continua
  • Melhoria continua
  • Melhoria continua
  • Melhoria continua
  • Melhorias continuas
  • MELHORIA CONTÍNUA

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!