Saúde

Páginas: 21 (5104 palavras) Publicado: 27 de março de 2012
A temática do controle da infecção hospitalar tem sido, ao longo das últimas décadas, objeto de estudos sob diferentes perspectivas na área da saúde e, particularmente, da enfermagem. A partir da década de 1970, com a criação, pelo Ministério da Saúde, das Comissões de Controle da Infecção Hospitalar (CCIH), os enfoques dados a esses estudos têm se pautado, principalmente, sobre a estruturação,funcionamento e competências da própria Comissão, a relação entre o processo de trabalho em saúde, as condições físicas da pessoa cuidada, o desenvolvimento de técnicas invasivas, a resistência a antibióticos e o uso de desinfetantes e anti-sépticos e a ocorrência de infecção hospitalar, entre outros. Pouca ou nenhuma ênfase tem sido dada, no entanto, para as condições do espaço físico, dosmateriais e dos equipamentos disponíveis nas instituições para a prestação da assistência à saúde como potenciais condicionantes de aumento do risco de ocorrência de infecção hospitalar.
Apesar das minúcias trazidas pelas diretrizes e normas traçadas pelo Ministério da Saúde, tanto no que se refere àquelas destinadas à prevenção e o controle das infecções hospitalares como as que descrevem as normastécnicas para projetos físicos de estabelecimentos assistenciais de saúde2, vemos que ainda está bastante longe da nossa realidade o cumprimento integral das mesmas. Sabedoras que somos da precariedade em que se encontram as instituições de saúde em geral e, de modo particular, aquelas de caráter público, foi nosso objetivo problematizar a relação existente entre as condições precárias do espaçofísico e equipamentos disponíveis para a prestação da assistência à saúde nessas instituições e o risco de ter seu estado de saúde agravado pela ocorrência de infecção hospitalar a que se expõem as pessoas hospitalizadas e trabalhadores de saúde ao se submeterem a essas condições não apropriadas.
Tendo por base dados colhidos em pesquisa* por nós realizada em uma instituição hospitalar pública domunicípio de Cuiabá, nos foi possível observar a precarização do espaço físico, dos materiais e equipamentos disponíveis para a prestação da assistência a saúde. Na ausência de dados que evidenciem a relação entre a precarização do ambiente com os índices de infecção ocorridos nessa instituição, pois esse não é um dos parâmetros utilizados pela Comissão de Controle de Infecção Hospitalar, será nossoobjetivo neste estudo, problematizar sobre os possíveis riscos de ocorrência de infecção hospitalar a que se expõem as pessoas aí hospitalizadas, bem como os riscos à saúde dos profissionais que delas cuidam, visto que se submetem a condições inadequadas de trabalho. Tal reflexão estará embasada no direito à saúde como um princípio ético e de cidadania inerente a todo ser humano, independentementede suas condições sócio-econômico-culturais.
METODOLOGIA
Os dados aqui analisados foram colhidos através da pesquisa realizada em uma instituição hospitalar de ensino, de porte médio, do município de Cuiabá - MT, obtidos através da técnica de observação sistemática da estruturação do espaço físico, materiais e equipamentos aí disponíveis para a prestação da assistência à saúde. Para tanto foielaborado um roteiro denominado "Roteiro de observação sistemática do espaço físico, mobiliário, materiais e equipamentos". Os itens constantes no mesmo foram: as enfermarias (condições de arejamento, iluminação, higiene e limpeza, conservação das paredes, portas e piso), unidade do paciente (composição e condições de higiene, limpeza e conservação), roupas de uso diário (composição e condição deconservação), materiais e equipamentos (composição e condições de conservação e funcionamento). Os dados foram colhidos no período de fevereiro e março de 2003 junto às clínicas médica, cirúrgica, gineco-obstétrica e pediátrica da instituição estudada.
É importante ressaltar que todos os preceitos éticos da pesquisa envolvendo seres humanos, conforme traçados pela Resolução 196/963, foram...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Saude
  • Saude
  • Saude
  • saude
  • Saúde
  • Saude
  • saude
  • saude

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!