Saúde Mental e do trabalhador

Páginas: 9 (2025 palavras) Publicado: 15 de setembro de 2014

Os novos modelos de gestão passaram a exigir um novo tipo de trabalhador, em qye cada um deve ser proprietário de eficiência técnica, espirito competitivo e agressividade. Ser flexível no fazer tornou-se a essência das necessidades produtivas.
A organização do trabalho tem como pressuposto o aumento constante da lucratividade, via produtividade.
Nesse sentido, os intelectuais orgânicos docapital modificaram o discurso organizacional, buscando uma maior integração dos objetivos da empresa às necessidades dos trabalhadores, o que os fez implementar novas normas, impondo ao coletivo disciplina e controle, só que, agora, de forma mais sutil.
No âmago do discurso, está colocada a exigência da saúde perfeita em um cenário de opressão e pressão, o que possibilita novas doenças.
Para alogica empresarial, é indispensável que os trabalhadores aprendam a blindar suas emoções tristes, deixando-as extramuros.
Aos poucos, a reificação toma conta da cena, fortalecendo a coisificação do outro, desumanizando as relações e transformando trabalhadores em meros objetos de produção e consumo.
Embora o assedio moral, infelizmente, tenha ocorrido com frequência no cotidiano do mundo dotrabalho em todas as épocas, cresce substancialmente na atualidade, consoante a pesquisa realizada por Di Martino, Hoel e Cooper para a Organização Internacional do Trabalho (OIT). E só na década de 1980 passou a ser tratado como um processo de suma importância dentro do contexto de inter-relaçoes entre saúde e trabalho.
Diversos autores, provenientes de diferentes países, utilizaram terminologiasdiversas para se referirem à violência psíquica.
Em 1976, um psiquiatra americano, Carroll Brodsky, denunciou um tipo de violência não física sofrida por trabalhadores.
Em seu O trabalhador assediado, centrado em entrevistas com diversas pessoas que se posicionavam como vitimas de maus tratos no ambiente de trabalho, o autor descreveu cinco ações caracterizadoras do problema: Culpar um colegade tralho, tornando-o bode expiatório; insultar e ofender um trabalhador; agredir fisicamente um companheiro; assoberbar o colega de trabalho demasiado; adotar condutas pertinentes ao assédio sexual.
Essas ações, caraterizadas por ataques repetidos e voluntários de uma pessoa em relação a outra, têm como objetivo atormentar e provocar a vítima, minando sua resistência e acabando por afetar suasaúde.
Considerado o precursor dos estudos sobre o fenômeno que viria a ser conhecido como assédio moral, o alemão Heinz Leymann, doutor em Psicologia do Trabalho, mudou-se para a Suécia, onde assumiu uma cadeira na Universidade de Estocolmo, dedicando-se à pesquisa sobre ambiente de trabalho e saúde.
Nos primórdios da década de 1980, começou a investigar o sofrimento no trabalho e chegou aresultados inéditos e preocupantes, que o estimularam a ampliar em nível nacional suas pesquisas, depois estendidas a toda a região escandinava e aos países de língua germânica.
Seu intuito era sensibilizar assalariados, sindicalistas, administradores, médicos do trabalho e juristas para a gravidade da situação, incitando-os a combater e prevenir esses processos destruidores.
Após ampla divulgaçãode suas pesquisas no meio acadêmico, em 1993 cunhou os termos mobbing e psicoterror, que referem-se à violência no ambiente de trabalho.
Segundo os pesquisadores Einarsen e Skogstard, a importância e impacto dessas pesquisas nos países escandinavos deveram-se , em grande parte, à aprovação, em 1977, da lei sueca ambiental, que passou a dar guarida aos empregados vítimas de violências físicas epsíquicas no trabalho.
Para Einarsen, o assédio acontece quando uma ou mais pessoas são sistematicamente submetidas a condutas negativas, conduzidas por um individuo ou um grupo.
A vitima deve ter dificuldades para se defender. Assim, para esse autor, o assédio não é um simples fenômeno, mas um processo paulatino, frequente e crescente em intensidade.
O termo mobbing, criado por Leymann,...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • saúde mental do trabalhador
  • A saúde mental do trabalhador
  • A saúde mental do trabalhador em organizações
  • Saude mental do trabalhador
  • Saude mental do trabalhador
  • saúde mental do trabalhador
  • Saúde Mental do trabalhador
  • Cuidando da Saúde Mental do Trabalhador

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!