Síntese

Páginas: 5 (1111 palavras) Publicado: 26 de março de 2014

Aluno: Andréia Aparecida Carvalho Pólo: Ipatinga Matrícula: 10.2.8651 Data: 25/09/2012
Tutora presencial: Norma Davi Coelho de Oliveira


Um Pedido de Socorro no Mais Absoluto Silêncio
Sou professora do quinto ano de uma escola pública municipal. Meus alunos têm, em média, 10 anos de idade e tenho 36 deles em minha sala de aula. Não posso falar de minha rotina comoprofessora sem falar de Marcus...
Marcus é um aluno que nenhum professor gostaria de ter. Brinca com tudo, desde o barulho que seu tênis faz ao caminhar, o cabelo da colega que está trançado, até o caderno do colega ao lado. Faz questão de obter atenção de todos, várias vezes durante a aula e frequentar a diretoria, chamar os pais, advertência e suspensão não o assustam. Tenho pesadelos com o Marcus! Eleme faz gritar, me irrita e sinto como se 90% do meu estresse diário fosse culpa dele.
Um dia ele se machucou durante o recreio e eu o levei ao pronto-socorro. Acho que com isso algo mudou, pois no dia dos professores me trouxe uma rosa, me abraçou e demonstrou carinho, muito embora nossa relação seja de confronto.
Passei a observá-lo melhor, embora ele continuasse perturbando a paz de minhasala de aula. Vi que a minha turma, que é considerada a mais problemática da escola o tem como líder: uma vez que ele tem comportamentos inadequados, toda a turma parece segui-lo e o ter como modelo. Pude observá-lo com seus pais numa reunião e percebi que eles são distantes com ele, não o veem, não o olham e parecem percebê-lo como um incômodo, um estorvo, um peso...
Analisando o gesto de carinhoque ele teve comigo e o tratamento dado a ele pelos pais, vi nele uma criança que precisava de carinho, atenção, de uma conversa de amigo para se abrir, se sentir acolhido, se sentir útil, uma pessoa, melhor, uma criança que tem sentimentos como qualquer outra.
Com isso, procurei buscar possíveis respostas para entender melhor o que se passava com o Marcus e a partir daí ver como eu poderia nãosó ajudá-lo como a mim mesma com minha turma. Nessa busca percebi que Marcus agia conforme era sua convivência com seus pais, não dava importância às pessoas ao redor, criando dentro de si uma criança “amarga”. Pude comprovar isso através do Construtivismo de Piaget, em que a forma como ele agia era o resultado do que ele vivia no meio físico e social, neste caso o seu próprio lar. O simbolismohumano que ele devia ter, referência de pai e mãe, isso ele não tinha. Lendo Vigotsky ficou ainda mais clara essa observação, pois como a interação se dá através da linguagem e que todo indivíduo adquire seus conhecimentos na relações interpessoais de troca com o meio no qual convive, natural que ele se transformasse nessa criança “problemática”. E como era uma criança, o Behaviorismo de Watson eSkinner, me mostrou que ele não herdou esse comportamento dos pais, ele aprendeu com os pais, caso contrário ele não teria tido o gesto de carinho que teve comigo.
Após esse estudo e vendo como ele era um modelo de comportamento para a turma, procurando melhorar a situação em sala decidi em começar a resolver o “problema”(se é posso chamar assim) a partir do Marcus. Como no construtivismo nadaestá pronto ou acabado, vi aí um caminho pra tentar nos ajudar, poderia trabalhar o Marcus e consequentemente a turma. Resolvi procurar mudar a forma de interação, usando uma linguagem (Vigotsky) que ajudasse a começar a transformar essa postura que tinha criado dentro de si e que o restante da turma copiava. A solução inicial era, a começar por mim, que através linguagem eu poderia resolver ocomportamento em conjunto com turma, procurando construir uma relação harmoniosa com o Marcus, já que teria descoberto a sua zona de desenvolvimento proximal - ele era sim uma pessoa capaz de amar o próximo, compreender sentimentos e situações do cotidiano, bastava exercitar. Poderia também, estimular o pensamento das crianças no que diz respeito ao comportamento (behaviorismo) usando de atividades...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Sintese
  • Sintese
  • Sintese
  • Sintese
  • Sintese
  • sintese
  • Sintese
  • Síntese

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!