Síntese e purificação aas

Páginas: 20 (4753 palavras) Publicado: 28 de abril de 2011
UNIVERSIDADE DO VALE DO ITAJAÍ
Ciências Biológicas – Ênfase em Biotecnologia
Professora: márcia GILMARA MARIAN VIEIRA

SÍNTESE E PURIFICAÇÃO
DO
ÁCIDO ACETIL SALICÍLICO

Trabalho apresentado na disciplina de química orgânica pelas alunas: Eduarda Morganae Taciana Lunelli.

ITAJAÍ, SETEMBRO DE 2008.
INTRODUÇÃO
O ácido acetilsalicílico comumente chamado de aspirina é um antiinflamatório não esteróide, eficaz no alívio de dor, por inibir a formação excessiva de substâncias mensageiras da dor chamadas prostaglandinas, além de ser eficaz em febres e inflamações.
É o medicamento mais conhecido e consumido em todo o mundo.Em 1999 a Aspirina completou 100 anos. No século V antes de Cristo Hipócrates, médico grego e pai da Medicina científica, escreveu que o pó ácido da casca do Salgueiro ou Chorão (que contém salicilatos mas é potencialmente tóxico) aliviava dores e diminuia a febre. Este remédio também é mencionado em textos das civilizações antigas do Oriente Médio, Suméria, Egito e Síria. Os nativos americanosusavam-no também, para dores de cabeça, febre, reumatismo e tremores. O reverendo Edmund Stone, de Chipping Norton no condado de Oxford, Reino Unido, redescobriu em 1763 as propriedades antipiréticas da casca do Salgueiro e as descreveu de forma científica.
O princípio ativo da casca, a salicina ou ácido salicílico (do nome latino do Salgueiro Salix alba) foi isolado na sua forma cristalinaem 1828 pelo farmacêutico francês Henri Leroux, e Raffaele Piria, químico italiano.
Em 1897 a firma farmacêutica alemã Bayer conjugou quimicamente o ácido salicílico com acetato, criando o ácido acetilsalicílico (aspirina), que descobriram ser menos tóxico. A aspirina foi o primeiro fármaco a ser sintetizado na história da farmácia e não recolhido na sua forma final da natureza. Foi aprimeira criação da indústria farmacêutica. Foi também o primeiro fármaco vendido em tabletes.
John Vane, do Royal College of Surgeons, demonstrou pela primeira vez o mecanismo de ação da aspirina, em Londres, 1971. Ele recebeu o Prêmio Nobel da Medicina e Fisiologia pela sua descoberta.
Dosagem
A aspirina é geralmente administrada via oral, comprimidos a cada 4, 6 ou 8 horas. Algumasformas mais caras são encapsuladas para prevenir efeitos adversos sobre a mucosa do estômago.
Dosagens que são comumente utilizadas:
← 50 a 325 mg via oral para a prevenção de trombose e doenças cardíacas (dose diária)
← 500 mg via oral para tratamento da dor (a cada 4 horas)
← 1000 mg via oral para tratamento da dor e da inflamação (a cada 4, 6 ou 8 horas)
É rapidamenteabsorvida e parcialmente hidrolizada no corpo humano em salicilato (funções semelhantes) e acetato. A sua acção máxima ocorre 1-2 horas após a administração.
Indicações para o uso de aspirina:
← Síndrome Coronariana Aguda;
← Infarto Agudo do Miocárdio com elevação de segmento ST ou não-Q;
← Prevenção do tromboembolismo cerebral ou de ataques isquêmicos transitórios;
←Trombose cerebral;
← Dismenorréia;
← Febre (contra-indicada em crianças, especialmente em quadros virais, pelo risco de Síndrome de Reye);
← Dor de Cabeça;
← Prevenção primária ou secundária do infarto miocárdico, incluindo prevenção pós angioplastia;
← Osteoartrite;
← Dor;
← Outras indicações de inibição da agregação plaquetária
← Tratamento daArtrite reumatóide, artrite juvenil, osteoartrite ou artrose;
← Febre reumática;
← Tratamento da doença de Kawasaki;
← Aterosclerose;
← Profilaxia da demência multienfarte;
← Tratamento da Diabetes.
Contra-indicações e precauções
Exceto em circunstâncias especiais, esta medicação não deve ser usada quando os seguintes problemas médicos existem:
← É...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Síntese e purificação do ácido acetilsalicílico (aas)
  • Síntese do AAS
  • Sintese AAS
  • sintese do aas
  • Síntese de AAS
  • SINTESE DO AAS
  • Síntese de AAS
  • Sintese do aas

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!