Síntese da Pedagogia da Autonomia. Completo

Páginas: 16 (3871 palavras) Publicado: 13 de janeiro de 2015
Capítulo I
Não há docência sem discência
Não existe apenas o ato de querer ensinar e ignorar o aprendizado, uma se relaciona com a outra. Paulo Freire realça a importância de ter uma reflexão crítica da prática pedagógica e que é indispensável à relação entre teoria/prática, pois caso contrário, poderá haver um declínio no ato de ensinar onde a teoria irá ser apenas palavras e a prática setornará ativismo. A prática pedagógica é uma troca de saberes entre professor /aluno. A partir do momento que o professor consegue instigar o aluno pela curiosidade de buscar o conhecimento, o mesmo começa a analisar criticamente ao seu redor e desenvolve a “curiosidade epistemológica”. De fato indica que:
O necessário é que, subordinado, embora à prática "bancária", o educando mantenha vivo em sio gosto da rebeldia que, aguçando sua curiosidade e estimulando sua capacidade de arriscar-se, de aventurar-se, de certa forma o "imuniza" contra o poder apassivador do "bancarismo". Neste caso, é a força criadora do aprender de que fazem parte a comparação, a repetição, a constatação, a dúvida rebelde, a curiosidade não facilmente satisfeita, que supera os efeitos negativos do falso ensinar.Essa é uma das significativas vantagens dos seres humanos - a de se terem tornado capazes de ir mais além de seus condicionantes. Isto não significa, porém, que nos seja indiferente ser um educador "bancário" ou um educador "problematizador. (FREIRE, 1996, p.13).
1.1 Ensinar exige rigorosidade metódica
O educador deve ser capaz na sua tarefa como docente não apenas ensinar os conteúdos de formamecânica seguindo as apostilas de ensino rigorosamente, mas também deve ter a capacidade de fazer que os alunos pensem de maneira clara. Para isso o educador precisa ser inovador, instigador, inquieto, rigorosamente curioso, humilde e persistente. O docente deve ser claro e objetivo mostrando para os educando que o conhecimento não é uma simples transferência, é uma troca de saberes. Existe um ditadoque diz o seguinte: “Faça o que digo, mas não faça o que eu faço”, ou seja, não adianta o professor querer com que o aluno seja crítico sendo que ele nem se quer analisa criticamente um artigo científico, apenas lê de forma mecânica e reproduz palavra por palavra o que está escrito no artigo e não com suas ideias e reflexões analíticas. Buscar o conhecimento, querer ensinar com qualidade eaprender mutuamente entre professor/aluno é o ciclo básico de uma rigorosidade metódica de ensino.
1.2 – Ensinar exige pesquisa
A pesquisa sem ensino não é ensino, e o ensino sem a pesquisa não existe pesquisa. Até parece um reflexão filosófica. Se formos analisar de maneira reflexiva, podemos sim considerar como uma filosofia, uma filosofia de ensinar. Ensino porque busco conhecimento, me indago atodo o momento sobre situações adversas que ocorrem no meu dia a dia. A pesquisa é uma ferramenta que devemos utilizar sempre na metodologia de ensino, para aprimorar nosso conhecimento daquilo que não conhecemos e estar atento sempre com as novidades de fatos atuais que possam nos favorecer para lidar melhor com os alunos.
1.3 – Ensinar exige respeito aos saberes dos educando
Devemos sim respeitarintrinsecamente a opinião social e cultural de cada aluno. Cada aluno traz consigo uma história, um estilo de vida diferente, seja por classe social ou cultural. Não importa se um sabe mais ou outro sabe menos, devemos tratar sem indiferenças. Abordar de maneira sistêmica os problemas por eles vividos, ter bom senso, ser capaz de argumentar de forma natural às questões políticas, ideológicas eéticas.
1.4 – Ensinar exige criticidade
A crítica é fundamental para entender o que acontece ao seu redor. Não existe crítica sem conhecimento de um determinado assunto, por exemplo, suponhamos que você queira criticar sobre um filme que você não gostou e simplesmente você diz que o filme é ruim e ponto, na verdade isto não é uma crítica, e sim um ato de ignorância, de não saber o que está...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Síntese de pedagogia da autonomia
  • Atividade Sintese Pedagogia Da Autonomia
  • Sintese pedagogia da autonomia
  • Síntese Crítica
  • Pedagogia da autonomia
  • Pedagogia da autonomia
  • Pedagogia da Autonomia
  • Pedagogia da autonomia

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!