Síndrome de reiter

Páginas: 8 (1835 palavras) Publicado: 28 de abril de 2013
SÍNDROME DE REITER: A TRÍADE E O GENE HLA-B27 POSITIVO NO DIAGNÓSTICO PRECISO DA DOENÇA

RESUMO

A síndrome de Reiter é uma afecção sistêmica que aparece em indivíduos geneticamente predispostos (HLA-B27) depois de uma infecção urogenital, intestinal ou de outro sítio. Estas infecções desencadeiam uma série de reações imunológicas complexas, responsáveis pela sintomatologia cutânea, mucosa,ocular e visceral. É mais frequente em homens entre 20 e 40 anos. É uma doença de pouca frequência e por isso desconhecida por alguns profissionais da saúde. Esse artigo baseia-se na tríade conjuntivite, uretrite e artrite mais na detecção do gene HLA-B27 positivo como forma mais eficaz de se obter o diagnóstico da doença.

PALAVRAS-CHAVES
Síndrome de Reiter, gene HLA-B27, tríade

INTRODUÇÃOEm 1818, na Inglaterra, foi descrita, peça primeira vez, pelo Sir Benjamin Bodie, a tríade uretrite, conjuntivite e artrite. A relação entre síndrome de Reiter e diarreia foi descrita em um caso índice relatado por Hans Reiter em 1916, de um jovem soldado que apresentou episódios de diarreia e subsequentemente desenvolveu a tríade.
A síndrome de Reiter é uma reação pós-infecciosa que seapresenta como artropatia com um dos seguintes sintomas: uretrite, cervicite, disenteria, conjuntivite ou manifestação mucocutânea. Estes podem ocorrer em qualquer associação e não necessariamente concomitante à artrite.
De acordo com o Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas – Portaria SAS/ Ministério da Saúde nº 207 de 23 de abril de 2010 a Síndrome de Reiter não é mais denominada dessa maneira,mas sim de de artrite reativa. Essa artrite reativa é uma das espondiloartropatias soronegativas, grupo de doenças reumáticas crônicas que afetam articulações periféricas e da coluna e que compartilham características clínicas, radiológicas e genéticas semelhantes.
A expressão artrite reative refere-se a uma artrite que se desenvolve durante ou logo após uma infecção bacteriana, geralmentegeniturinária ou gatrintestinal, desencadeada por patógenos que não se consegue isolar nas articulações acometidas. É, pois, uma artrite asséptica que ocorre subsequentemente a uma infecção extra-articular. A artrite reative é composta da tríade clínica e seu envolvimento extra-articular pode também cursar com vulvite, balanite, lesões mucocutâneas, dactilites e entesistes diversas. (MATTOS et al 2010)Estudos recentes mostram uma forte associação entre as espondiloartropatias com o antígeno leucocitário humano B27 (HLA-B27), presente em cerca de 60% dos pacientes com artrite reativa. O antígeno bacteriano desencadeia a reação imunológica responsável pela artrite, que se perpetua mesmo após a cura da infecção acometida. A positividade do HLA-B27 é um marcador de risco pra artrite e também parao envolvimento do esqueleto axial e de maior agressividade da doença.(MATTOS et al, 2010)
A artrite reative é desencadeada por alguns patógenos, entre eles, a Clostridium trachomatis, Yersinia sp., Salmonela sp., Shigella sp. e Campilobacter sp. Além desses, a síndrome de Reiter também pode ser causada por Clostridium difficile e Clamydia pneumoniae.
No Brasil, em uma série hospitalar,verificou-se aumento da prevalência da artrite reativa na população de pacientes infectados com o vírus da imunodeficiência humana(HIV) a partir de 1985. Neles, o quadro clínico é mais agressivo e mais resistente aos tratamentos usuais. O prognóstico, na maioria dos casos, é bom, com grande parte recuperando-se gradualmente em poucos meses. Entretanto, a maioria dos pacientes permanece com desconfortoarticular, alguns desenvolvem doença articular crônica, e possuem dor lombar baixa.
É uma doença muito difícil de encontrar e entre as espondiloartropatias, constitui a minoria dos casos. Sua incidência e seu levantamento são provavelmente subestimados já que casos leves podem não ser diagnosticados. A artrite reativa ocorre no mundo todo, afetando predominantemente adultos jovens entre 20 e 40...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Síndromes
  • Sindromes
  • Sindromes
  • sindromes
  • sindromes
  • Sindrome
  • Sindrome
  • Síndromes

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!