Síndrome da disfunção cognitiva canina

Páginas: 10 (2303 palavras) Publicado: 30 de setembro de 2012
[pic]




UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS

DEPARTAMENTO DE MEDICINA VETERINÁRIA












Síndrome da Disfunção Cognitiva Canina










Trabalho realizado como parte das exigências da Disciplina: Etologia e desvios comportamentais em animais domésticos

Priscilla Arrais Deliami DastreLavras - MG


Março de 2012






Índice




1. Introdução 3

2. O cão idoso 4

3. Síndrome da Disfunção Cognitiva 5

3.1 Sinais Clínicos 6

3.2 Diagnótico e Testes Cognitivos 6

3.3 Tratamento 8

4. Considerações Finais 9

5. Referências Bibliográficas 101. Introdução



Os animais de estimação são hoje uma parte importante da sociedade. As pessoas os mantém devido a diversas razões, como companhia, esporte, prestígio e segurança. O comportamento animal é um tema com evidenciada atenção que é dada pelas mídias e inúmeros livros sobre o tema, 1 assim como o envelhecimento dos animais de companhia.

Com a evolução da nutrição eda medicina veterinária, a expectativa de vida dos animais vem aumentando. O envelhecimento é um processo natural progressivo, que acumula determinadas alterações corporais, sendo essas associadas a várias doenças. Á medida que os animais se tornam senis, eles tendem a ficarem mais sedentários, menos energéticos, curiosos ou ativos, com alterações de humor bem definidas. 2 Os cães geriátricosapresentam diversos tipos de alterações comportamentais, muitos dos quais estão relacionados com a ansiedade e desordens cognitivas.2

A Síndrome da Disfunção Cognitiva Canina (SDCC) está sendo descrita em cães de idade avançada, sendo caracterizada por uma enfermidade cerebral que afeta negativamente a cognição e a interação dos cães com seu ambiente. O termo cognição refere-se a processosmentais, tais como percepção, consciência, aprendizado e memória. 3



















2. O cão idoso



É muito difícil definir o que é um cão geriátrico – ou idoso – tendo apenas por base a idade cronológica. “Para alguns autores um cão é geriátrico quando atinge 75% a 80% da sua esperança média de vida” (2).

Os cães são considerados idosos a partir dos oito anos de idade,sendo essa colocação baseada em evidências da redução da função cerebrovascular que acontece a partir desta idade. Mas considerando o porte e a raça, esta definição pode variar, pois cães com diferentes tamanhos e de diferentes raças atingem a fase da vida em diferentes idades, considerando-se idosos cães a partir de cinco anos de idade em raças grandes e gigantes, ou a partir de sete anos deidade em raças pequenas ou médias. 4

Com o envelhecimento, várias alterações começam a ser encontradas: redução gradual de todas as funções fisiológicas, redução na capacidade de aprendizado e memória, diminuição da competência imune, aumento da predisposição para doenças infecciosas e neoplásicas, alterações degenerativas em vários sistemas, problemas comportamentais, entre outros. 4 A maioriadas mudanças comportamentais em cães velhos é resultado de doenças físicas que restringem a atividade e capacidade de participar da vida rotineira. Segundo SILVA e TULHA (2010) “as artroses do cão são muitas vezes acompanhadas de dor e irritabilidade, que pode levar a encontros agressivos com os familiares e visitantes. Cães mais velhos podem ter uma diminuição da capacidade de lidar com asmudanças de rotina. Em geral, a perda de visão ou de audição pode torná-los mais ansiosos, mas especialmente quando eles estão separados do proprietário. As alterações neurológicas podem também limitar a capacidade de um cão velho para se adaptar à mudança.”

Os problemas de comportamento desenvolvidos por cães idosos podem ser de origem primária ou surgirem secundariamente às doenças. Uma vez que a...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Disfunção cognitiva em cães
  • Estudo de casa
  • Relato de caso: intervenção cognitiva em paciente com síndrome de asperger
  • Atualização sobre alterações cognitivas em idosos com síndrome depressiva
  • A Síndrome comportamentalista, Politica Cognitiva e delimitação dos sistemas sociais.
  • Caracteristicas fisicas, motoras e cognitivas da síndrome de down
  • EFICÁCIA DA BANDAGEM FUNCIONAL ELÁSTICA ADESIVA NA DISFUNÇÃO ALGICA DA SÍNDROME DO TÚNEL DO CARPO
  • Disfunção

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!