século XIX

Páginas: 6 (1300 palavras) Publicado: 10 de abril de 2014
O SÉCULO XIX: O MUNDO BURGUÊS / O CASAMENTO / A NOVA MULHER

O século XIX é a idade do ouro do sacramento da penitência. Ele entra na estratégia da salva guarda da moral familiar: afasta os jovens do abismo, previne os adultérios e, mais tarde evitará os divórcios, salva o país contra o socialismo. Concorre, enfim, para a preservação da ordem social. O sentimento de culpa liga-se aosentimento de vulnerabilidade que, no seio das classes dominantes, convida a uma moral sexual cada vez mais exigente, que altera, amplia e refreia as instâncias que envolvem o encontro amoroso. O padre recebe ao mesmo tempo a missão de zelar pela pureza da moça, a fidelidade da esposa e a honestidade da doméstica.
A noite de núpcias é para as “herdeiras” um ritual de iniciação feminina que impõe ummise-em-scène quase obrigatório. Esta encenação ritualística deve envolver um jogo de cena coletivo em que as demonstrações de temor, pudor e ignorância da esposa estejam envolvidos com a “investida” dos esposos. Recomenda-se a ela evitar as manifestações de prazer e a ele os excessos de arroubo para não chocá-la. Compreende-se então o desconcerto do jovem marido quando descobre uma esposa demasiadosabida. A necessidade de “reserva na primeira noite criou a moda da noite de núpcias, uma forma de afastar os parentes dos constrangimentos”.
Até meados do séc. XIX a finalidade do ato conjugal, não é, em ultima instância, o prazer, mas a reprodução.
O discurso religioso ainda transforma o quarto de casal e do leito conjugal em um “santuário” onde se “consagra o santo ato da reprodução”, ondeo ato sexual se faz no escuro, longe de espelhos, e em posição que favoreça a procriação.
O índice de sexo extraconjugal era maior nas cidades que nas províncias, atingindo o ponto máximo nas cidades portuárias, guarnições e institutos de educação, isto é, com alta concentração de jovens solteiros longe de suas casas.
O temor do adultério feminino: Ele é considerado crime para ambos, mas aposição da lei frente ao adultério masculino é afrontosamente diferente. O homem só é levado a tribunal, se, comprovadamente mantiver uma concubida em domicílio conjugal, pois coloca a família em perigo. O adultério da mulher, em qualquer circunstância, é crime, sujeito à pena de prisão ou até mesmo de morte, tolerada extraoficialmente, como crime de honra.
Os amores ilegítimos, vividos pelasmulheres, são justificados por elas nos autos dos processos como consequência no mal funcionamento do casamento, infidelidade do marido ou doenças do mesmo.
Os casamentos entre famílias ricas e burguesas era uma forma de ascenção social, de manutenção do status social e de se manter o patrimônio familiar. As mulheres casadas, por meio dos ritos sociais, exerciam um novo papel de contribuir para oprojeto familiar de mobilidade social, por sua postura nos salões públicos ou como anfitriãs na vida privada, como exemplos modelares de esposas e mães e também de beleza, outro acrécimo a esse patrimônio familiar.
A partir de 1875, nos países desenvolvidos, as mulheres passam a ter menos filhos e o índice de mortalidade cai, exceto na Rússia onde permanece até por volta de 1900 (250 por mil).Vários fatores contribuíram para isso inclusive casamentos mais tardios (por volta dos 20) e maior número de solteiras com abstenção de fazer sexo. O controle da natalidade passa a ser discutido com um pouco mais de liberdade entre os parceiros, principalmente visando evitar a dispersão do patrimônio familiar.
Os fatores culturais desfavoráveis ao trabalho feminino, tornavam o casamento o melhormeio de sobrevivência e ascensão social.
As mulheres casadas não trabalhavam por que isso constituia um sinal de prosperidade, garantia de que era uma lady e de que o marido correspondia ao papel de provedor que dele se esperava.
O adultério para as mulheres da classe média pode ter aumentado com o crescimento da autoconfiança feminina.
A família era, além da unidade básica da sociedade, da...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Seculo XIX
  • Seculo XIX
  • seculo xix
  • Século XIX
  • O século XIX no século XXI
  • Século xix
  • Do século xv ao século xix
  • O Século XIX no século XXI

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!