Roteiro para uma transformação lean, baseado em “a mina de ouro”

Páginas: 12 (2751 palavras) Publicado: 23 de maio de 2011
Introdução

O nascimento das primeiras fábricas se confunde com a idéia de uma produção em larga escala. O advento de um lugar próprio para o trabalho, com mão de obra especializada em determinadas tarefas, em conjunto com investimento de capital possibilitaram o que se almejava como o ideal: produção em larga escala. Com um mercado mundial a ser explorado, a demanda era praticamente infinitase comparada à capacidade de produção disponível. As nações que eram tecnologicamente avançadas para empregar essa lógica de produção tiveram no séc. XVIII um grande desenvolvimento econômico. Logo, outra maneira de produzir nunca foi pensada como viável, visto que a vigente trazia sucesso outrora inimaginável. Até mesmo o socialismo, ainda que por definição seja um regime antagônico aocapitalismo, utilizou essa lógica de produção em suas repúblicas. Não importa se a fábrica era dirigida pelo burguês ou pelo estadista, produzir mais era o objetivo.
E assim se produziu até que outra conjuntura possibilitou a concepção de outras formas de criar valor em uma fábrica. Após a segunda guerra mundial, o Japão sofria diversos problemas econômicos: meios de produção destruídos por bombardeios,alta densidade demográfica, recursos naturais e econômicos escassos. Dentro desta realidade, era necessário que se conseguisse o melhor desempenho de um sistema produtivo, com desperdício mínimo de recursos e atendimento de uma demanda restrita. Esta é a diferença fundamental da lógica anterior, que chamamos agora de produção empurrada: A antiga forma de produção não se dedicava em diminuirdesperdícios. Ora, se o sistema não produz o suficiente, bastava angariar mais capital com vendas, o que não era nada difícil com uma demanda virtualmente infinita. O reinvestimento em capacidade possibilitava o aumento de produção, assim o problema estaria resolvido. Porém, isto não era possível na realidade das fábricas nipônicas, e então, surgiu uma nova filosofia de produção, que hoje chamamos Lean.Tendo a Toyota como sua maior divulgadora, essa filosofia promoveu a criação de várias ferramentas, cada qual com objetivos bem claros e simples. Atitude gemba, 5S, poka yoke, kaizen...Uma overdose de vocábulos nada familiares, cuja aplicação era nada compatível com a realidade das fábricas ocidentais, geralmente paternalistamente orientadas. Desde a década de 80, vários manuais foram escritossobre como implantar essas ferramentas, com promessas de sucesso a quem ousasse se aventurar na implantação de N ferramentas. Porém, foram muitos casos de fracasso. Estariam essas ferramentas causando a ruína destas empresas? Seria apenas uma questão cultural? Uma empresa inserida numa sociedade de classes realmente seria capaz de seguir à risca tamanho protocolo, que naturalmente podemos dizer queexige uma “disciplina oriental”? O que acreditamos ter acontecido é a dicotomia entre uma filosofia de produção, e a aplicação de ferramentas de gestão. Seria a segunda em função da primeira, mas a antiga maneira de pensar acabou por perverter os ensinamentos orientais, invertendo os eixos dessa função, e fazendo incoerentemente que a filosofia se tornasse uma ordenada, enquanto deveria ser aabscissa.
Dentre tantas obras que tratam da implantação dessa lógica de produção, apresentamos um que tem uma proposta nada convencional. Ao invés de um manual reto, com check lists e “TO DO´s” e toda uma sistemática infalível própria do pensamento ocidental e cartesiano, “A Mina de Ouro” apresenta um romance onde é retratada a implementação da filosofia lean a uma fábrica que passa por momentosdifíceis. Ainda que esta tenha sido objeto de intervenção de consultores que aplicaram todos à sua maneira umas tantas ferramentas gerenciais inspiradas nos originais japoneses, ainda assim sofre dos problemas tipicamente ocidentais: grandes estoques, linhas desniveladas, WIP em níveis altíssimos... Eis que em meio a tantos problemas, um aposentado com experiência de anos na tarefa de implementar...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • A mina de ouro
  • a mina de ouro
  • Mina de Ouro
  • Ouro Em Minas
  • Mina de Ouro
  • A Mina de Ouro
  • roteiro lean
  • Ciclo do ouro em minas gerais

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!