Riscos ambientais e expanção urbana

Páginas: 19 (4535 palavras) Publicado: 20 de novembro de 2012
1 INTRODUÇÃO
Muito está sendo feito para educar a sociedade no tema educação ambiental. Sabemos,que um fator para esta falta de consciência é o crescimento desordenado da população urbana sem a devida atenção especial de políticas publicas de conservação e prevenção do meio ambiente. Nossa sociedade vive uma crise ambiental jamais vista pelo fato que a mesma que destrói propões medidaspaliativas contra a degradação do ecossistema. No entanto a mesma sociedade precursora dessa destruição, em busca de um gozo instantâneo. Buscamos refletir questões ambientais dentro do paradigma da educação brasileira uma vez que existe um verdadeiro leque de informações referente a educação ambiental. É nosso dever e responsabilidade de preservar o ecossistema do planeta sendo ele a o educando ou oeducador.


2 DESENVOLVIMENTO

O artigo 225 da Constituição Federal Brasileira de 1988, da Lei da Política Nacional do Meio Ambiente (Lei Federal 6.938/81) diz:

“todos têm direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem de uso comum do povo e essencial à sadia qualidade de vida, impondo-se ao Poder Público e à coletividade o dever de defendê-lo e preservá-lo para às presentes efuturas gerações.”

REFLITAMOS A CARTA: Do Cacique Seattle, da tribo Suquamish, do Estado de Washington, enviou esta carta ao presidente dos Estados Unidos (Francis Pierce) no ano 1855, depois de o Governo haver dado a entender que pretendia comprar o território ocupado por aqueles índios. Faz mais de um século e meio. Mas o desabafo do cacique tem uma incrível atualidade. A carta:

“O grandechefe de Washington mandou dizer que quer comprar a nossa terra. O grande chefe assegurou-nos também da sua amizade e benevolência. Isto é gentil de sua parte, pois sabemos que ele não necessita da nossa amizade. Nós vamos pensar na sua oferta, pois sabemos que se não o fizermos, o homem branco virá com armas e tomará a nossa terra. O grande chefe de Washington pode acreditar no que o chefe Seattlediz com a mesma certeza com que nossos irmãos brancos podem confiar na mudança das estações do ano. Minha palavra é como as estrelas, elas não empalidecem. Como pode-se comprar ou vender o céu, o calor da terra? Tal idéia é estranha. Nós não somos donos da pureza do ar ou do brilho da água. Como pode então comprá-los de nós? Decidimos apenas sobre as coisas do nosso tempo. Toda esta terra é sagradapara o meu povo. Cada folha reluzente, todas as praias de areia, cada véu de neblina nas florestas escuras, cada clareira e todos os insetos a zumbir são sagrados nas tradições e na crença do meu povo. Sabemos que o homem branco não compreende o nosso modo de viver. Para ele um torrão de terra é igual ao outro. Porque ele é um estranho, que vem de noite e rouba da terra tudo quanto necessita. Aterra não é sua irmã, nem sua amiga, e depois de exaurí-la ele vai embora. Deixa para trás o túmulo de seu pai sem remorsos. Rouba a terra de seus filhos, nada respeita. Esquece os antepassados e os direitos dos filhos. Sua ganância empobrece a terra e deixa atrás de si os desertos. Suas cidades são um tormento para os olhos do homem vermelho, mas talvez seja assim por ser o homem vermelho umselvagem que nada compreende. Não se pode encontrar paz nas cidades do homem branco. Nem lugar onde se possa ouvir o desabrochar da folhagem na primavera ou o zunir das asas dos insetos. Talvez por ser um selvagem que nada entende, o barulho das cidades é terrível para os meus ouvidos. E que espécie de vida é aquela em que o homem não pode ouvir a voz do corvo noturno ou a conversa dos sapos no brejo ànoite? Um índio prefere o suave sussurro do vento sobre o espelho d’água e o próprio cheiro do vento, purificado pela chuva do meio-dia e com aroma de pinho. O ar é precioso para o homem vermelho, porque todos os seres vivos respiram o mesmo ar, animais, árvores, homens. Não parece que o homem branco se importe com o ar que respira. Como um moribundo, ele é insensível ao mau cheiro.Se eu me...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Riscos e impactos ambientais na area de expanção urbana
  • Area de expanção urbana e impactos ambientais
  • Riscos e impactos ambientais na expansão urbana
  • Riscos e impactos ambientais da expansão urbana
  • Riscos de impactos ambientais na zona urbana
  • Riscos e impactos ambientais em areas urbanas
  • Riscos e impactos ambiental e espansão urbana
  • Gestão Ambiental

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!