Riscos ambientais na cabeceira da bacia do rio sarapuí (zona oeste do rio de janeiro)

Páginas: 7 (1603 palavras) Publicado: 29 de abril de 2013
Riscos Ambientais na Cabeceira da Bacia do Rio Sarapuí (Zona Oeste do Rio de Janeiro)

BARBOSA, D.R.; SILVA, F.G.; MELLO, E.V.; RODRIGUES, N.M.; CITRÂNGULO, T.V.; LEITE, B.C. & ANTONIO, G.B. Riscos Ambientais na Cabeceira da Bacia do Rio Sarapuí (Zona Oeste do Rio de Janeiro). In Anais do Simpósio Nacional de Geomorfologia, 9. Rio de Janeiro. 2012.

Introdução
O modelo de desenvolvimentoadotado pela sociedade contemporânea não vem levando em conta a degradação da biosfera e se apropria do espaço geográfico para se organizar social e economicamente, dominando a natureza e a modelando conforme o seu interesse.

As inundações têm aumentado consideravelmente nas últimas décadas, principalmente na Cidade do Rio de Janeiro, onde a ocupação e uso insustentável do espaço geográfico éuma realidade e, por isso, o risco ambiental de inundações precisa ser considerado no desenvolvimento de políticas públicas e planejamento urbano. Essas consequências podem ser observadas na bacia do rio Sarapuí, localizado na Zona Oeste do Município do Rio de Janeiro, causando prejuízos sociais e econômicos para a população ribeirinha.

Nesse sentido, é preeminente a necessidade de estudoscientíficos voltados para a identificação do risco ambiental na Cidade do Rio de Janeiro, para que medidas preventivas sejam tomadas, no sentido de minimizar as perdas geradas pelas inundações. O trabalho aqui proposto busca identificar os pontos de risco natural e de risco ambiental de inundações na bacia do rio Sarapuí.

Materiais e Métodos:
A bacia hidrográfica é reconhecida como unidade espacialda Geografia Física desde meados do século XX. Atualmente, outras ciências, ditas ambientais, incorporaram, em seus estudos, a análise dessa unidade especial, no sentido de desenvolver programas de proteção ambiental. Teodoro et al. (2007) define bacia hidrográfica como um conjunto de terras drenadas por um rio e seus afluentes, formada, nas áreas mais altas do relevo, por divisores de água.Por sua vez, Coelho Netto (1994) afirma que qualquer alteração antrópica, irá desembocar em alterações nos cursos d’água, tanto à montante quanto à jusante da bacia hidrográfica, comprometendo assim, seu equilíbrio dinâmico.

Para a análise da bacia hidrográfica do rio Sarapuí, o trabalho foi desenvolvido em diferentes etapas. A primeira consistiu no levantamento bibliográfico, com busca deinformações, junto aos principais órgãos ambientais e artigos científicos. A segunda etapa consistiu inicialmente na delimitação da área de estudo e dos prováveis pontos de inundação em plantas cadastrais, em escala 1:10.000, elaboradas pela Prefeitura do Rio de Janeiro. Esse material foi atualizado a partir do software Google Earth Pro.

A área de inundação da bacia do rio Sarapuí foi obtidaatravés da utilização da primeira curva de nível a partir da área de baixada, localizada na carta cadastral. Para a identificação dos pontos considerados de risco natural de inundações (no que se refere aos elementos geomorfológicos) foram consideradas as discussões propostas pela DCJ (2007) que aponta as áreas de confluência de rios, redução brusca da declividade dos cursos d´água e estrangulamento dosmesmos.

Os cartogramas de Geologia e Unidades Geomorfológicas foram elaborados a partir de CPRM (2001). Sobrepostos às figuras, foi colocada a base cadastral construída na plataforma ArcGis 10. Os trabalhos de campo foram realizados em 2011 e 2012, quando foram realizadas os registros fotográficos e análises ambientais.

Resultados e discussões
O Risco está diretamente associado à noçãode incerteza de perdas materiais e econômicas causadas ou não por processos naturais, tais como os processos endógenos e exógenos da Terra, e daqueles associados às relações humanas. O risco natural é a denominação comumente utilizada para fazer referência àqueles riscos que não podem ser facilmente atribuídos ou relacionados à ação humana. De acordo com Veyret, Meschinet & Richemond...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Zona Oeste do Rio de Janeiro
  • hipertenção da zona oeste do rio
  • Problemas ambientais do rio de janeiro
  • MONITORAMENTO AMBIENTAL DA BACIA DO RIO GRAMAME
  • Licenciamento Ambiental no Estado do Rio de Janeiro
  • Degradação Ambiental na Bacia do Rio Joanes
  • Ocupações em áreas de risco no estado do rio de janeiro
  • A importância da contabilidade para micro e pequenas empresas: estudo sobre a percepção dos gestores da zona oeste da cidade do...

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!