Revolução francesa

Páginas: 23 (5534 palavras) Publicado: 3 de outubro de 2012
* OS ESTADOS

A sociedade do Antigo Regime caracteriza-se por ser fortemente hierarquizada e estratificada em ordens e estados. Loyseau refere: «Não podemos viver todos na mesma condição» e é por se aceitar esta convicção que a sociedade do Antigo Regime foi hierarquizada e organizada de acordo com o prestígio, poder ou riquezade cada grupo, alicerçada através do estatuto social, posição,dignidade, honra e direitos, sujeições, privilégios, deveres e símbolos distintivos de cada grupo social.

A categoria social é, pois, definida pelo nascimento e pelas funções sociais desempenhadas pelos indivíduos, correspondendo a um estatuto jurídico próprio.

A sociedade do Antigo Regime divide-se, efectivamente, em três estados ou ordens: o clero, a nobreza e o povo, tambémdesignado como Terceiro Estado, mas esta primeira divisão multiplicava-se depois em variadas subcategorias.

O clero, considerado o primeiro estado, é o único que não se adquire pelo nascimento, mas pela tonsura e goza de imunidades e privilégios [isenção fiscal e militar] e beneficia do direito de cobrança do dízimo, desempenhando altos cargos que lhe conferem grande prestígio e consideração social. A suaimportância provinha ainda da função religiosa que desempenhava e da vasta erudição que o distinguia das restantes ordens sociais.

A nobreza constitui o segundo estado, sendo uma peça fundamental para o regime monárquico. Como ordem de maior prestígio, organiza-se como um grupo fechado, demarcado pelas condições de nascimento, pelo poder fundiário, pela sua função militar e desempenho dos mais altoscargos administrativos que lhe conferem poder, riqueza e grande prestígio.

Podemos distinguir a nobreza de sangue ou de espada (ancestral e honorífica) da nobreza de toga (recém nobilitada pelo exercício ou compra de cargos públicos. Não obstante as diferenças de estatuto social, podemos, no entanto, apontar como privilégios comuns a todos os nobres: a isenção de impostos, foro próprio e o usufrutode alguns privilégios de carácter senhorial.

O Terceiro Estado é a ordem não privilegiada, inferior na consideração pública. Muito heterogénea na sua composição, a sua importância dependia essencialmente da profissão exercida por cada indivíduo. Era a ordem tributária por excelência.

Podemos, por conseguinte, salientar o estrato dos camponeses e o da burguesia que englobava mercadores,banqueiros, cambistas, advogados, médicos, letrados, mas também o estrato composto pelos artesãos e trabalhadores assalariados e outros grupos sem modo de vida definido.

A distinção social fazia-se através de símbolos que incluíam o traje (certos tecidos reservados à nobreza e ao clero), saudação e tratamento (Eminência, Excelência, Senhoria para o clero e Excelência, Senhoria, Vossa Mercê ou Dompara a nobreza). A cada forma de tratamento correspondia um determinado número de rígidas normas protocolares que tinham de ser respeitadas em público.

Apesar desta estrutura que aparentemente retém a mobilidade social (já que o principal critério de diferenciação assenta no nascimento), o Antigo Regime permitiu a ascensão da burguesia à nobilitação quer pela via dos serviços especiais prestadosao rei quer pela do casamento entre famílias ricas da burguesia e famílias da nobreza.

* PROBLEMAS ECONÔMICOS

O século XVIII assistirá à crise do modelo político, do modelo econômico e do modelo de sociedade, encabeçado pelo Absolutismo, baseado no Mercantilismo e na sociedade estamental, e que passou a ser chamado de Antigo Regime. O desenvolvimento do Mercantilismo que promovia asmanufaturas, se esgotou. A capacidade de produção das manufaturas atingiu seu ponto máximo, enquanto o mercado consumidor mundial tendia ao crescimento. A taxa de lucro do sistema de manufaturas tendia à queda ou, na melhor das hipóteses, à estabilização. A taxa de lucro não crescia, sinal de crise para a burguesia. Mesmo não crescendo a taxa de lucro das manufaturas burguesas, os impostos...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Revolução francesa
  • Revolução francesa
  • Revolução francesa
  • Revolução francesa
  • Revolução Francesa
  • revolução francesa
  • revolução francesa
  • revoluçao francesa

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!